A MÍDIA PODRE GANHA MAIS ADEPTOS

Por Humberto de Luna Freire Filho

t
IMAGEM: Migalhas


IMAGEM: Foto Thyara Araujo

Parte da nossa mídia  morreu de “inanição” após o governo fechar as torneiras da publicidade oficial superfaturada. A parte ainda viva luta para derrubar o governo e voltar a desfrutar das farras com o dinheiro público proporcionadas pelos governos petistas durante 13 anos. Jornalistas sem caráter, sem personalidade, e sem moral, mudam de opinião como que mudam de roupa. Não fazem jornalismo e ficam de quatro  para seus patrões. Vou citar como exemplo um que por algum tempo acompanhei seus artigos, fiz comentários e até li seus últimos dois livros.

Ele se chama Reinaldo Azevedo, colunista da Folha de São Paulo, a FOLHALIXO, e âncora de um programa de rádio na Bandeirante. Um sabujo dos patrões. Veja o titulo de seu último vômito na UOL: “AMIGÃO: primeiro Trump bate, e, depois, Bolsonaro apanha. Não parece justo?…” O artigo faz referência à decisão do presidente americano de sobretaxar o aço e o alumínio brasileiros exportados para aquele país. Esse cara tornou-se ridículo. Acredito que  ele reconhece e aceitou uma triste  fatalidade; quando foi operado para a retirada de um tumor no cérebro, ocorreu um erro médico: retiraram o cérebro e deixaram o tumor.

Humberto de Luna Freire Filho – Cidadão brasileiro se medo de corruptos

Facebookmail

O PROTÓTIPO DA TEORIA DE GARY BACKER

Por Humberto de Luna Freire Filho

VOU-ME EMBORA PRÁ PASÁRGADA
Lula Nobel da Paz
IMAGEM: Avaaz

Gente não foi  profecia, vamos fazer uma  análise dos fatos? Em 1992, Gary Backer, ganhador do Nobel de Economia, demonstrou que a Teoria Econômica é na verdade uma teoria de escolha. Em um de seus artigos, crime e castigo, mostra exatamente que a opção pelo crime depende de uma análise racional de causa e benefícios associados às atividades delituosas. Em suma: indivíduos dedicam-se tanto mais ao crime quanto menor são  suas  perspectivas de sucesso em atividades  lícitas e quanto maior os benefícios líquidos esperados da atividade ilícita.

Não resta a menor dúvida que a legislação brasileira minimiza os “custos”. Baixa probabilidade de punição, justiça estabelecendo penas curtas e o desconforto moral para aqueles  que ainda o tem, são transitórios, devido à curta memória da sociedade e o comprometimento  da mídia que não ouve os formadores de opinião.Temos uma mídia que embarca na onda e se beneficia de 100 milhões de analfabetos totais, de analfabetos funcionais e de alienados sob o comando hipócrita de sindicalistas, falsos ecologistas, ongueiros, caciques do mato e caciques da cidade. E viva o produto final: Luiz Inácio Lula da Silva.

PS – Minha homenagem a Gary Stanley Backer, na véspera do aniversário de seu nascimento 02/12/30. Foi um homem de visão e teve sua teoria confirmada no Brasil

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corrutos

Facebookmail