PRECIOSIDADES DA LAVRA NACIONAL

Por Humberto de Luna Freire Filho


IMAGEM: revistacrescer.globo.com

O Brasil é sem sombra de dúvidas, um país de gênios. Hoje, o Estadão descreve com detalhes em seu editorial uma aula do professor Aloizio Mercadante Oliva. Verdadeiro exercício de futurologia, cálculos matemáticos extremamente avançados e que passaram desapercebidos pelo “idiota” Albert Einstein. Mas isso já era esperado; ele foi escolhido para esse extraordinário feito pela sua mestra, a “gênia presidenta” afastada, Dilma Vana Rousseff, hoje entocada no Palácio da Alvorada, e nós contribuintes, pagando a conta.

O Gênio falou mal do novo governo repetindo aquele mesmo blá, blá, blá de sempre, característico do Partido dos Trabalhadores (PT), e que não vai convencer ninguém. Provavelmente ao voltar ao palácio, para prestar contas à patroa, vai ser chamado de burro, o que não deixa de ser uma verdade, e será convidado para o longo velório do partido que ele está ajudando a matar.

Mas vou citar só mais um gênio, são muitos. Esse, parido de outra laia, a do exu de Garanhuns, chama-se Taiguara, não é o compositor, é um Taiguara genérico, sintetizado em laboratório de fundo de quintal, Taiguara Rodrigues dos Santos, um vidraceiro falido da cidade de Santos, descoberto pelo espetacular faro da Odebrecht, que imediatamente o contratou para que ele construísse uma Hidrelétrica em Angola. O cara não é um gênio? Não é mais uma preciosidade da rica lavra nacional?

Humberto de Luna Freire Filho, médico

 

Facebookmail

2 ideias sobre “PRECIOSIDADES DA LAVRA NACIONAL

  1. Eu não sei pq esse “povo” do PT ainda abre a boca. Será q eles pensam que serão ouvidos por alguém? Sentem-se ainda merecedores de algum crédito? Não se cansam de passar vergonha, de dar vexame. Que ralé!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *