RENAN JOGA PÁ DE CAL NO STF

Por Humberto de Luna Freire Filho

Resultado de imagem para imagem para pá de cal
IMAGEM: marcalneles.blogspot.com

As suspeitas e dúvidas quanto à moralidade do Supremo Tribunal Federal (STF) já eram do conhecimento da sociedade brasileira, desde quando um bando de políticos sem caráter do nível de Delcidio Amaral, Aloízio Mercadante e Sérgio Machado falaram abertamente que ditavam ordens e o STF obedecia. Delcídio Amaral declarou sua relação com quatro ministros do STF para favorecer Nestor Cerveró, Sérgio Machado, o rei dos corruptos, prometeu que iria barrar a Lava Jato… tem muito mais!.

Agora, para que não restem mais dúvidas, o presidente do Senado, outro não menos corrupto, indiciado em 12 processos que dormem nas gavetas da  corte por conta de uma excrescência chamada imunidade parlamentar, acaba, num rasgo de sinceridade meio que inconsciente, de declarar que teria intercedido no STF para auxiliar a situação jurídica da senadora petista Gleisi Hoffmann, uma corrupta que recebeu dinheiro roubado da Petrobras, e de seu marido, um ladrão de aposentados, perante o tribunal. Ora! Pergunto: essa casa é a Suprema Corte do país ou um muquifo onde bandidos de variadas facções ditam as regras?

Resultado de imagem para imagem para pá de cal
IMAGEM: shogunidade.blogspot.com

Humberto de Luna Freire Filho, médico

Facebookmail

23 ideias sobre “RENAN JOGA PÁ DE CAL NO STF

  1. O Brasil precisa ser “redescoberto”, porque o que está aí não nos dá muita esperança de uma assepsia, de uma desinfecção. Isso porque se os digníssimos representantes do povo agirem no sentido de moralizar o país, estarão se “prejudicando”.

  2. Claro meu caro que se trata de um muquifo, hospício, trupe de idiotas bem remunerados, inconsequentes. Talvez um ou outro se salve nessa excrecência chamada Senado.

  3. Na verdade temos um Supremo Tribunal da Frustração. Só teremos mesmo uma Suprema Côrte séria quando os seus Ministros não forem mais indicados ´pelo Executivo, mas sim por um Colegiado Justiça Federal/MP Federal, extinta a vitaliciedade – haveriam mandatos, com prazo para julgar processos.
    Neste mês de agosto completam-se 6 anos que o (S) Ministro Toffoli travou o julgamento dos planos economicos, mediante um veto travestido de pedido de vista.
    No Brasil o único Supremo sério é o de frango !…

  4. São obedientes à agenda da Tricontinental, Diálogo Interamericano, ONU, FMI, Complexo industrial militar, mega empresários dos clubes de poder, satanistas… todos que implantam a ditadura da nova ordem mundial, projeto estratégico que atinge a cultura, a economia e a mente de todos os povos.

  5. Meu amigo Dr. Humberto.
    DETESTO o Renan, mas eu acho que no episódio que ele se referiu à PTRALHA ladra do erário público ele se precipitou e disse em poucas palavras para quem lhe ouvia o que o Senado tinha feito por ela, que seria muito extenso, caso ele explicasse naquele momento que não seria o tal de “indiciamento”, o que ele explicou depois.
    Agora um comentário meu que trabalhei num só lugar durante 30 anos (um Banco Estadual) e que conhecia as rubricas e contas existentes nos balanços bancários. O nome da rubrica em que entravam os valores que o Tesouro Nacional estava devendo do Plano Safra leva o nome de “ADIANTAMENTOS A DEPOSITANTES” e que viram Créditos em Liquidação após um certo tempo (não me recordo mais tal prazo pois me aposentei em 07/06/1994). A rubrica que eu cito acima é considerada uma operação de crédito e todas as agências do Banco tinham que seguir tal norma. Por que esses advogados e técnicos NUNCA citaram isso até hoje? Como fazer isso chegar até o conhecimento deles? Eu lhe garanto que tal contabilidade dos Bancos, pode até ter mudado o nome da rubrica, mas tal mudança não muda o escopo da transação Bancária. Tenha um bom domingo e esperando que tal página ainda existente sobre os assaltos dos PTRALHAS ao nosso País seja VIRADA, totalmente, na próxima terça-feira, no máximo. Tenha um bom domingo e receba um grande abraço do seu amigo virtual, Romulo Severo..

      • Concordo com vc, mas na minha resposta acima eu queria lhe mostrar como é contabilizado o tal do “Plano Safra”. Fui pesquisar e nada mudou desde que me aposentei do Banco em 1994.

          • Não precisa nem me responder. Deixe somente eu lhe explicar como nos balanços dos Bancos tal rubrica aparece:
            Empréstimos

            Pessoas Físicas………… R$ …..
            Pessoas Jurídicas……R$ …..
            .
            .
            Adiantamentos a Depositantes……R$ …..

            Assim explico que se trata de operações de créditos o que contém em tal rubrica e no caso em pauta a diferença de juros que o Governo credita ao Banco do Brasil e que enquanto não devolve a conta fica devedora.

            Abrs

  6. Esta foi apenas a confissão pública daquilo que as pessoas esclarecidas percebiam, tantas foram as decisões parciais ou que favoreciam grupos ou apaniguados. A democracia sustenta-se no funcionamento harmônico e independente do legislativo, do executivo e do judiciário. No Brasil, nào há este funcionamento. O executivo domina o judiciário por meio de nomeação de pessoas sem notório saber e comprometidas com seu grupo (toffoli, lewandowski, barroso, fachin). O legislativo, que deveria filtrar as indicações, aprova qualquer nome, mediante negociatas e troca de favores (os processos contra renan adormecem em gavetas). O judiciário presta e recebe favores descaradamente, sem que os juízes se preocupem com a lei, a Justiça ou mesmo o nome e o legado que deixarão para o futuro.
    Vivem todos eles no mundo da fantasia, com altíssimos salários, grandes mordomias e alheios às necessidades do país e ao dever que deveriam cumprir. Ainda chamados de “excelência”. Eles se precisam e se apoiam mutuamente para sobreviver. Não largarão o osso voluntariamente ou por bem. Enquanto a população não se conscientizar de que é explorada, escravizada, prejudicada, assaltada e espoliada, a situação permanecerá como está. Precisamos da reedição da tomada da Bastilha.

  7. Caro Dr. Humberto,

    neste momento, com essas “novas velhas” informações, acho que nem Deus se entusiasma a nos salvar. Valha-nos Deus.
    Forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *