MÉTIS ERROU O ALVO

Por Humberto de Luna Freire Filho

Resultado de imagem para imagem para a deusa métis
IMAGEM: wordpress.com

A Policia Federal (PF) acaba de desencadear a Operação Métis (deusa da sabedoria e da justiça) e prende quatro policiais Legislativos do Senado, acusados de tentarem atrapalhar as investigações da Lava Jato, acirrando ainda mais os ânimos entre o corrupto Congresso e os agentes da Lei. O pior em tudo isso é que tem parte da imprensa criticando a ação da PF. Se o corrupto presidente do Senado esperneou eu até entendo, ele está envolvido até o pescoço com 12 inquéritos e defende seus interesses escusos.

Acho que polícia é polícia e existe para investigar, independente  de qual  poder da República precise ser investigado; não interessa se a PF esteja subordinada ao poder Executivo e investigue o Legislativo. O julgamento do mérito se fará posteriormente na esfera que determina a nossa constituição. Foram quatro agentes presos; quem sabe, regiamente pagos para blindar quatro entre os muitos corruptos da Casa e envolvidos na Operação Lava Jato.

Em um país sério, os agentes presos seriam punidos, não presos, por fazerem varredura para identificar eventuais escutas ambientais e telefônicas instaladas pela PF nos imóveis de quatro senadores. As vagas agora ocupadas pelos funcionários, seriam destinadas aos quatro corruptos investigados:  Fernando Collor de Mello, Gleise Hoffmann, Lobão Filho e a múmia José Ribamar Ferreira de Araújo Costa, vulgo José Sarney.

Humberto de Luna Freire Filho, médico

Facebookmail

2 ideias sobre “MÉTIS ERROU O ALVO

  1. A CADA DIA ME SURPREENDO COM FATOS NOVOS, POLICIA DO SENADO, UM BANDO DE VAGABUNDOS, Q NADA TEM PRA FAZER, AMPARADOS POR LEI. PASMEM TEM ATE VEICULOS DE LUXO. TV SENADO PRA FALAR DE CULINARIA, ALGUEM SABEM O SALARIO DESSA GENTE? ELIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *