SURGE UM FIO DE ESPERANÇA

Por Humberto de Luna Freire Filho

IMAGEM: naoabandoneseumelhoramigo.blogspot.com

“Na história recente de nossa pátria, houve um momento em que a maioria de nós acreditou no mote segundo o qual a esperança tinha vencido o medo. Depois, nos deparamos com a Ação Penal 470 e descobrimos que o cinismo tinha vencido aquela esperança. Agora constata-se que o escárnio venceu o cinismo”. Essas palavras da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), lava a alma dos cidadãos brasileiros e reascende a confiança nas ações da suprema corte do país em defesa da democracia, da ética e da moralidade abaladas por uma quadrilha formada por essa gente da pior espécie que tomou conta do país há 13 anos.

Aos poucos as prisões do país vão sendo ocupadas por políticos corruptos, empresários corruptos, banqueiros corruptos, advogados corruptos,  tesoureiros corruptos, e mantemos nossas esperanças para comemorarmos a prisão do presidente corrupto. O Brasil precisa ser dedetizado. Essa bandidagem está destruindo o país, tenta segregar a sociedade, desmoralizar as instituições, isso para não falar no assalto aos cofres públicos, a economia descendo a ladeira, inflação em alta, o desemprego crescendo e a destruição das empresas estatais, a exemplo da Petrobras. Hoje, sem dúvidas, vivemos em um país dominado por incompetentes, quando não ladrões que usam as duas maiores siglas partidárias para, com o apoio da presidente, comandar a podridão.

Humberto de Luna Freire Filho, médico

Facebookmail

4 ideias sobre “SURGE UM FIO DE ESPERANÇA

    • Jussara, o subsídio que falta para o Juiz Sérgio Moro, vai ser dado por Nestor Cerveró em sua delação premiada. É provável que ele jogue o Exu de Garanhuns na cela 13 da ala 13. A ala petista que logo mais vai ter que ser ampliada.

  1. É, Humberto, a esperança reacendeu com essa declaração incrível da ministra Carmen Lúcia. Talvez por influência da própria família, o Cerveró assine a delação premiada. E outro que também deve assinar a delação é esse senador petista chamado Delcídio, que pretendia ajudar na fuga do Cerveró por “questões humanitárias”. Amigos e a família dele (Delcídio) estão recomendando isso, pois seria o caminho mais curto para sua libertação. Aí meu amigo, se ele falar a coisa vai feder mesmo. Abraços e parabéns pelo blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *