BRASIL, POBRE PAÍS

Por Humberto de Luna Freire Filho

Resultado de imagem para imagem para vergonha nacional
IMAGEM: YouTube


IMAGEM: Facebook

A 1 ano das eleições e a mais ou menos três anos para que possamos ver os últimos três presidentes na cadeia, temos os seguintes candidatos à presidência, preparem seu estômago: Luiz Inácio Lula da Silva (chefe de quadrilha, já condenado em primeira instância), Guilherme Boulos (baderneiro, líder do MTST) e Luciano Huck (candidato da rede Globo). Que país é esse? vamos aguardar para breve o lançamento da candidatura do palhaço Tiririca, afinal ele é um dos deputados mais votados na história da República. E por que não também a de Romário? Afinal, somos ou não o país do futebol?

Humberto de Luna Freire Filho, médico

Facebookmail

4 ideias sobre “BRASIL, POBRE PAÍS

  1. Não caiamos na tentação de votarmos branco ou nulo e isto pelo fato de que BRANCO é o voto em que o eleitor não manifesta preferência por nenhum dos candidatos; no NULO o eleitor manifesta apenas a sua vontade de anular o voto;” 00”, por exemplo e depois “confirma”. Ambos podem se traduzir em manifestação de protesto. Para os cargos do Poder Executivo, presidente, governadores e alguns prefeitos, o Brasil adota o sistema majoritário. De acordo com esse princípio, o candidato mais votado é eleito desde que obtenha mais de 50% dos votos válidos. Não atingido este percentual os dois candidatos mais votados se enfrentam no segundo turno. Qualquer entendimento que se contraponha ao aqui exposto é mito e o induzirá a um erro grosseiro e resultado indesejado.”VAMOS DE VOTO FAXINA”

  2. O correto seria a população não comparecer para votar, porque a situação não vai mudar, voto de protesto ou no novo, mas quem é o novo, e eles se incomodam com votos de protesto, o circo esta armado, já dizia a musica do Ivan Lins, bota a banda pra tocar um dobrado olha nos outra vez no picadeiro, pede a banda pra tocar um dobrado vamos dançar mais uma vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *