TERRORISMO? NÃO, PATRIOTISMO!

Por Humberto de Luna Freire Filho

CARRO USADO PELO BOMBEIRO
IMAGEM: Reprodução/Globonews


Na madrugada de ontem, um 2º Sargento do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, sediado em Ceilândia, apossou-se de um caminhão pertencente à corporação e seguiu em alta velocidade em direção ao plano piloto. O fato foi imediatamente comunicado à Polícia Militar que disponibilizou várias viaturas para uma perseguição, que se prolongou por 30 km  até ter seu final na Esplanada dos Ministérios, onde o caminhão teve seus pneus atingidos por tiros.

Surgiram  especulações várias, inclusive sobre ato terrorista – mais uma piada do país de faz de conta. Sabe-se que a intenção do sargento era arremessar o veículo contra  o Congresso. Na verdade, em todo o trajeto, ele encontrou muitos cidadãos honestos e não atropelou nenhum. Portanto, eu pessoalmente não o considero um terrorista, eu o considero um PATRIOTA, merece uma medalha. Ele sabe exatamente onde se encontra o principal foco da bandidagem nacional.

Humberto de Luna Freire Filho, médico

Facebookmail

12 ideias sobre “TERRORISMO? NÃO, PATRIOTISMO!

    • Modéstia a parte, acho que todo cidadão de bem deveria pensar assim. Esse tenente do corpo de bombeiros deve estar revoltado com tanta podridão. Eu que tenho uma qualidade de vida superior a dele, estou, por que ele não estaria? Principalmente morando no foco da corrupção.

  1. Aprovo a raiva do bombeiro, deveria mesmo ter entrado porta adentro daquele antro de ladrões e cobras cascáveis. Terrorismo ora que piada…o Brasil não tem vergonha na cara mesmo e esses bandidos não se amedrontam com nada ate que um herói de um tiro no focinho de um desses tantos ladroes para aprenderem a temer o povo.coisa que eles nem aí estão, de costas para o povo brasileiro eis a verdade… legislando sempre em causa pro pria e rindo da nossa cara…caras de pau, bandidos e descarados…até quando teremos que engolir isso??? Ninguém aguenta mais e eles na o perdem por esperar, algo vai acontecer e acabar com essa bandalheira no Congresso Nacional porto de acolhimento de facínoras do povo brasileiro!!!

    • Lilian, acabei de responder o comentário de um leitor no qual disse e vou repetir: estou pensando seriamente ir a Brasília levar uma medalha para esse herói nacional.

  2. Não é novidade para ninguém que nos porões do poder tem incêndio para todos os gostos. O material que o alimenta é por demais farto e de fácil combustão. Diante disso o sargento motorista, como profissional dedicado que é, resolveu por a mão na massa e debelar este fogo de uma forma definitiva e não podia ser pouca água, em vista da intensidade das chamas, daí a necessidade de ter de se valer de um caminhão, Simples assim…

    • Assumo um compromisso; ir a Brasília e levar uma medalha para ele. Fiz contato com um jornalista de Brasília nesse sentido para saber se pode me ajudar, na localização e acesso ao sargento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *