COISAS NOSSAS

Por Humberto de Luna Freire Filho

IMAGEM: vitrolas.wordpress.com

Nada mais constrangedor e parecido com uma corda de caranguiejos do que as várias “famílias” de políticos corruptos quando arrancados de suas tocas. Esses bandidos, que hoje atuam nas diversas áreas do governo federal, formam uma leva, tem habitat natural e perímetro de atuação demarcado pelos respectivos chefes. Agora mesmo, a Polícia Federal (PF) puxou o fio da meada de mais uma penca e vejam o que aconteceu.

Vou citar apenas os notórios: Lobão remete ao ex-presidente e senador José Sarney; o ministro Henrique Eduardo ao vice-presidente Michel Temer, e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado ao presidente do Senado, Renan Calheiros, Celso Pansera, ministro da Ciência e Tecnologia, ligado diretamente à governanta e o senador Fernando Bezerra do PSB de Pernambuco.

Quase todos eles estão ligados ao primeiro escalão peemedebista. Uma vergonha. Esses bandidos deveriam renunciar aos seus cargos legislativos e/ou administrativos, pedir perdão à sociedade brasileira, devolver o dinheiro público roubado e esconder o focinho em baixo do travesseiro.

Humberto de Luna Freire Filho, médico

 

Facebookmail

2 ideias sobre “COISAS NOSSAS

  1. Muito boa a comparação com a corda de caranguejos. Você citou um grande crápula, o já pré-detento Henrique Eduardo: esse vagabundo, quando Presidiu a Camara , para bajular a ” incompetenta ” foi um dos carrapatos do Poder que mais prejudicou os servidores públicos, ao não pautar a PEC 555, que acabaria com a absurda taxação dos inativos. Espero vê-lo acompanhado do japonês da PF, de preferência com alguma doença terminal para curtir na Papuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *