LEALDADE COM O CHEFE ACIMA DOS ATOS DE OFÍCIO E DA DIGNIDADE?

Por Humberto de Luna Freire Filho    *deputado não reeleito é deputado preso*

Resultado de imagem para imagem para um pé na bunda
IMAGEM: YouTube

Uma lealdade com o chefe acima dos atos de ofício e da dignidade. É isso o que tem demonstrado o novo diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segovia,  há pouco nomeado para o cargo pelo presidente Michel Temer e por indicação, imaginem de quem, José Sarney, um corrupto e, hoje, múmia aposentada no Maranhão, e de outro corrupto  prestes a ir para a cadeia, mas ainda na ativa, roubando o que pode e circulando livremente nos porões da Casa Civil, esse era chamado por Antonio Carlos Magalhães, o ACM,  de Eliseu “QUADRILHA”.

O delegado Segovia já foi ameaçado de prisão por seus próprios companheiros de corporação; já levou um “cala boca” do presidente Michel Temer, seu guru; já foi chamado para se ajoelhar aos pés do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), para explicar o que disse e depois disse que não disse o que realmente havia dito.  Finalmente a procuradora-geral da República, Raquel Elias Ferreira Dodge, mandou que ele feche a boca e só abra para se alimentar. Eu sendo o delegado pediria demissão, não só do cargo de diretor-geral da PF, mas  do próprio serviço público. Sou adepto da dignidade.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

8 ideias sobre “LEALDADE COM O CHEFE ACIMA DOS ATOS DE OFÍCIO E DA DIGNIDADE?

  1. Humberto, parece que sua bola de cristal funciona mesmo. Esse Fernando Segóvia mostrou, desde que tomou posse como chefe da Polícia Federal, seu despreparo para a função. Enquanto comandou a instituição, só deu nota fora. Sua indicação para o cargo é da mesma natureza daquela que é utilizada para colocar políticos em diretoria de estatais no Brasil, pelo menos até pouco tempo atrás. Não se leva em conta a meritocracia, só o interesse político. Só de observar a cara desse Fernando Segóvia, já dava para ver que era um paspalhão. Deu no que deu.

  2. O peixe morre pela boca e ele falou demais e o que não devia e não se mostrou digno do cargo, por isso já está fora…Menos um dentre tantos mal alocados nos postos para os quais a indicação politica estraga tudo…..

      • Vou mais longe ha anos , décadas que não temos boas indicações para os cargos públicos que a Nação Brasileira precisa…como disse a indicação não deve ser politica e sim técnica…e os srs. Presidentes da Republica de direita ou de esquerda não escolhem bem as pessoas que devem ocupar tais cargos… só temos tido repetecos desastrosos…..e não aprendemos continuamos no erro um pós outro!!!

        • Lilian e isso não se restringe só aos cargos do poder Executivo. O que esperar de um ministro do Judiciário, Supremo Tribunal Federal (STF), ser escolhido pelo presidente da República e confirmado pelo sujo poder Legislativo?

  3. O segredo está em vencer nossas paixões e submeter nossa vontade. Isto os corruptos não conseguem. A paixão pela ladroagem é tão grande que foge ao controle do corrupto. E assim o corrupto não consegue controlar a vontade de furtar, furtar e furtar. Furtar nem que seja para enterrar no quintal o produto do furto ou entregar a um parente próximo, que transformou em laranja, esquecendo-se que assim perde totalmente o respeito desse parente. Corrupto é astucioso. Corrupto não sabe o que é sabedoria. /// OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS A QUALQUER INSTANTE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *