DE VOLTA AO PAÍS DE GILMAR MENDES

Por Humberto de Luna Freire Filho    *1/3 dos senadores se não reeleitos irão para a cadeia*

CARRO DO CORRUPTO:PENA, NÃO O ENCONTREI  NO AEROPORTO DE LISBOA 
Resultado de imagem para imagem para gilmar mendes
IMAGEM: YouTube

NOSSA JUSTIÇA MERECE COISA MELHOR – VEJAM SÓ A CARA DO CÍNICO
Resultado de imagem para imagem para gilmar mendes
IMAGEM: Revista Época

Após vinte e poucos dias na Europa (Itália e Portugal), estou de volta ao país do corrupto Gilmar Mendes e caterva – esse não é “o meu” país. O pior, volto decepcionado com a falta de educação e respeito dos italianos e portugueses com os turistas. Vale lembrar que Itália e Portugal juntos com a falida Grécia são os três países mais pobres da União Europeia.

Estes eram os únicos da Europa que eu ainda não conhecia. Em outras ocasiões, estive na Inglaterra, na França, na Bélgica, na Holanda, na Alemanha, na Dinamarca, na Suécia, na Finlândia, países ricos e que poderiam até se dar ao luxo de não priorizar o turismo como fazem. Até na Rússia e Polônia, países que na época passavam por uma radical transformação política, fomos recebidos com educação em lojas, restaurantes, hotéis.

Isso para  não falar do Canada e dos Estados Unidos nas várias vezes que lá estive. Não fui a esses dois países pedir emprego nem asilo, fui na qualidade de turista e com todas as minha despesas pagas e tenho absoluta certeza que mesmo sendo uma gota d’água no oceano o fisco dos dois países já recolheu meus impostos. Pelo menos os 5 Euros que cada turista paga ao entrar em uma cidade italiana.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail

26 ideias sobre “DE VOLTA AO PAÍS DE GILMAR MENDES

  1. Com tantos pedidos de impeatcham não há meio dele sair. Não é possível esse homem continuar à frente da tal “suprema corte”. Até o Modesto Carvalhosa está lutando por isso e nada conseguiu.
    Não vejo esperanças. Estamos num caminho sem volta…

  2. Oi Dr
    Q pena q vc encontrou pessoas mal criadas na Italia e em Portugal
    Minha familia inteira é italiana e nao tem pessoas mal educadas pelo menos eu nao conheço
    Infelizmente eu como brasileira e descendente de italianos tenho q reconhecer que mais mal educados do que brasileiros eu nunca vi em país nenhum ate agora
    Sempre fui muito bem servida e muitíssimo bem tratada em todas as cidades maravilhosas da Italia e ate com um certo requinte
    Agora a Italia pode estar pobre mas a beleza a cultura e o patrimonio cultural daquela terra tao rica vao permanecer para sempre e a pobreza e a falta de educaçao dos brasileiros do nosso país como um todo parece q tb vao permanecer para sempre é mto triste mas infelizmente é a nossa realidade e eu posso falar pq sou brasileira e amo o Brasil como amo a Italia tb.

    • Estou de pleno acordo. Itália pobre? Faz parte dos 7 países mais ricos do planeta, o G-7. Portugueses atendem mal? Acho que o amigo andou por bairros portugueses e italianos de São Paulo e acha que esteve na Europa.

      • O amigo tem todo o direto de opinião. Mas, com acostumei a visitar países mais ricos e que tratam muito melhor os turistas. Não me agradou.

    • Tuca, a arte e a cultura italiana sem dúvida são inigualáveis. A Itália é um dos berços da civilização e com um patrimônio arquitetônico também inigualável. Eu me refiro à educação social. Aos brasileiros realmente falta tudo, só não, as belezas naturais do Nordeste e o jeito amável e amigável com os turistas são tratados até por pessoas que mal sabem falar o português, mas esforçam-se para agradar, exatamente o oposto do que eu vi nas oito cidades em que estive: Milão, Verona, Veneza (a campeã), Florença, Pádua, Assis, Cássia e Roma.

        • A linha editorial do Blog é política. Fiz um comentário fora do contexto mas para justificar a ausência consolidada de vinte e poucos dias sem a publicação de um novo texto. Eu realmente não conheço a Itália… eu estive na Itália.

  3. Subject: Re: DE VOLTA AO PAÍS DE GILMAR MENdes (Add as Preferred Sender)
    Date:Sat, Jun 23, 2018 4:14 pm
    To:lunafreire@falandodebrasil.com.br

    Prezado Dr. Humberto

    Li, como sempre, com grande concordância seus comentários
    ” De volta ao país de Gilmar Mendes ” e surpreendi-me com sua
    queixa a respeito da cortezia com estrangeiros em dois paises que
    conheço bem e onde estive muitas vezes, nas mais variadas épocas
    entre os anos de 1952 até, últimamente, por volta dos primeiros anos
    dêste nosso século XXI, portanto por cerca de 50 anos, totalizando,
    provávelmente umas 30 ou mais viagens.
    Em todos estes anos as coisas mudaram, algumas para melhor, outras
    para pior, no entanto fiquei chocado por sua manifestação sôbre duas
    nações que admiro muito e pelas quais tenho a maior simpatia.
    Como tenho pelo prezado e vittual Amigo grande consideração e estou
    chocado com sua reação de turista desrespeitado ou agredido, muito es-
    timaria que em seu póximo ” Falando de Brasil “, se for de sua conveniên-
    cia, dar detalhes das ocorrências que tanto parecem ter-lhe “azedado” os
    ânimos.
    Caso venha o Amigo atender a meu singelo apêlo, vou procurar entender
    suas amargas críticas e, se possível, defender ou justificar o que teria ocor-
    rido nessa sua viagem.
    Com meus mais calorosos cumprimentos,
    Mário R. Costa

    • Caro Mário, o atendimento em restaurantes, deixam a desejar, vemos penetras avançando filas em muitas ocasiões, te mostram cara feia se não conseguires facilitar um troco. Não agrada a taxistas viagens curtas e por ai vai. Para mim valeu com experiencia pois esses dois países eram os únicos da União Europeia que eu não conhecia. Ainda sou mais os EUA.

  4. Uma ligeira figuraçao para ajudar a compreensao do ‘cavalheiro’, conforme pude ver no Estadao…
    So’ uma frase: o GRANDES MENDES , mesmo num caso de forte cepticemia, ele vai agir a favor das bacterias e dos virus.

    • Murilo esse cínico, despreparado e corrupto Gilmar Mendes só conseguiria ser ministro de uma suprema corte em uma país de terceiro mundo, e mais especificamente, no Brasil.

  5. Bom retorno ao Brasil, Humberto. Já estive na Itália e em Portugal, e confesso que não tive nenhum grande problema nem com italianos nem com portugueses. Ou melhor, talvez tenha tido melhor sorte do que você. Mas entendo o que se passou contigo, Humberto. Gente mal educada não é privilégio de nenhum país. Aqui no Brasil temos aos montes. Sempre ouvi dizer que o Francês era o mais mal humorado dos mortais. Pude perceber, todavia, que o francês, na verdade, é mais formal do que nós, brasileiros, por exemplo. Eles distinguem muito bem a segunda pessoa do singular da segunda do plural. O tu e o vós. Aqui no Brasil, na conversa diária, não damos muita importância a isso. O francês dá. Tem também a história de que o francês irá te tratar mal se você falar inglês com ele. Trata-se de outra lenda, a meu ver. Ainda pouco estive em Bordeaux, com um grupo de amigos, onde visitamos diversas vinícolas estreladas. Todas as visitações foram em inglês. Embora minha esposa fale francês fluentemente, o restante do grupo tem mais facilidade com o inglês. Tenho certeza, Humberto, de que se você retornar a Portugal e Itália, você irá modificar o seu conceito sobre os italianos e portugueses. Acredito que você teve um pouco de azar. Agora, quanto ao Gilmar Mendes, esse cínico que finge ser juiz, esse continua o mesmo. Bem que o Senado podia fazer algo de bom e dar-lhe um pé na bunda. Ele merece. Até mais do que Tofolli e Lewandowski, que são petistas assumidos. Pelo menos esses não escondem que são petistas e que estão lá a fim de proteger Lula e sua turma.

    • Pois é Abel, sou latinoamericano, portando mais América do Sul, América Central e América do Norte kkk. Quanto ao laxante Gilmar Mendes; uma vergonha nacional e internacional.

  6. Pois é Humberto, a coisa funciona assim mesmo.
    Quando a situação ficou ruim por lá no começo do século XX vieram para cá sem limites, enriqueceram (Como já haviam feito desde 1500 principalmente com toneladas de ouro levados para Portugal e transferidos para a Inglaterra).
    Os Portugueses aqui tem tantos direitos quanto os brasileiros pele lei da reciprocidade que para eles só tem mão única.
    Agora que a coisa virou, os Portugueses que são “europeus”(Com Euros da Alemanha) veem os brasileiros como indesejáveis…
    E o novo governo Italiano pode ser visto agora deixando imigrantes morrerem ao mar..

  7. ´Pois é, Humberto voce foi e voltou e aqui nada mudou, apenas essa vergonha dos brasileiros descarados que abusaram de uma moça russa…..enganaram a coitada fazendo-a repetir coisas abscenas..por favor!!! Tomara que essa maldita taça fique por lá…………..nao merecemos mimar e endeusar essa corja de analfas dos nossos jogadores bilionários e que nao trabalham e que jogam somente por dinheiro..

      • Menos futebol, menos carnaval e menos pão e circo brasileiros senvergonhas, está mais do que na hora de sermos um pais de gente séria. Vamos parar de idolatrar esses mascarados que jogam por dinheiro…educação e valorização dos professores, pois sem eles ninguém chega a lugar algum!! O dia que um deles tiver maior valor do que um jogador de futebol, ou seja termos os mesmos prestígios deles o Brasil será outro….Acorda Brasil.

        • Lilian, parece que o primeiro mundo já começou a fazer isso. Os país rico estão ficando mais distantes do titulo. Ainda é cedo para confirmar.

  8. Subject: Re: RE: DE VOLTA AO PAÍS DE GILMAR MENDE S
    Date: Sat, June 23, 2018 6:51 pm
    To: lunafreire@falandodebrasil.com.br

    Prezado Dr.Humberto

    Muito obrigado por sua gentil resposta à minha indagação.
    Apreciei especialmente a presteza de sua manifestação e
    sua objetividade.
    Nossa divergência é continental. O Amigo é mais América.
    Sou mais Europa.
    Diante de meridianos geográficos tão apartados, recuso-me a
    justificar minhas preferências.
    Cordial abraço e votos de boa semana.
    mário

  9. Subject: Fw:_RES:_DE_VOLTA_AO_PAÍS_DE_GILMAR_MENDES
    From: Aderval Pires Gomes
    Date: Mon, June 25, 2018 6:50 am
    To: HumbertoLuna

    Abraços.
    Aderval Pires
    Rio de Janeiro
    Na próxima eleição vamos fazer a limpeza dos políticos corruptos e investigados na Lava-Jato.

  10. De: João Reider
    Para: ‘Aderval Pires Gomes’
    Enviado: segunda-feira, 25 de junho de 2018 10:37:38 BRT
    Assunto: RES: DE VOLTA AO PAÍS DE GILMAR MENDES

    Caro Aderval, se o Humberto , após vinte e poucos dias na Europa (Itália e Portugal), está de volta ao país do corrupto Gilmar Mendes e afirma que esse não é o seu país, então que fique num destes países
    Abraços Rieder

    • Pois é Reider, VOLTEI para ajudar o Brasil a ser o nosso país. Tenho coragem para lutar por isso. Não sou corrupto nem tenho medo de corruptos. Chega de Gilmar Mendes e caterva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *