O AÇAÍ MOBILIZA A PODRE IMPRENSA NACIONAL

Por Humberto de Luna Freire Filho   *1/3 dos senadores se não reeleitos irão para a cadeia*

 AÇAÍ – ESCÂNDALO NACIONAL DA DÉCADA – PODRE IMPRENSA NACIONAL
Resultado de imagem para IMAGEM PARA VENDEDORA DE AÇAÍ
IMAGEM: Extra Online

Finalmente, nessa semana a grande imprensa nacional consegui matéria para oito dias de um jornalismo “sério”, “imparcial” e “elucidativo”, e que está  totalmente compatível com essa palhaçada que estão chamando de eleição presidencial, onde a maioria dos candidatos responde a processos ou são acusados de roubo. Tem até candidato prisioneiro. Mas a grande matéria da semana, trata da vendedora de AÇAÍ, lá de Angra dos Reis que virou assunto prioritário dessa imprensa podre que está invadindo nossas casas e nos chamando de idiotas.

Uma leva de jornalistas, provavelmente ex-alunos de Marilena Chauí, esqueceram da roubalheira da Petrobras, do BNDES, da Caixa Econômica, do Banco do Brasil, dois bilhões levados para o exterior e doados para ditadores. A nível estadual (SP), dos milhões roubados do Metropolitano, do Rodo-anel. Esqueceram do Paulo Preto, mas lembram da vendedora de AÇAÍ, que se não pedisse demissão iria falir o serviço público com seu astronômico salário de R$1.300,00.

Jornalismo não é fazer campanha pró ou contra qualquer candidato, principalmente fora do período legal, o que é considerado crime eleitoral. Mas é isso que estamos vendo, propaganda contra um candidato que promete contrariar o interesse de várias quadrilhas que há 14 anos loteiam o país e roubam os cofres públicos. Já votei para presidente da República várias vezes e a minha escolha se baseava em meritocracia, honestidade, brasilidade e cidadania.

Para essa eleição meu critério de escolha mudou. Vou votar no candidato que é criticado e atacado pelas diversas organizações criminosas que atuam nos três poderes e recebem apoio dessa imprensa podre comandada pelas Organizações Globo, Jornal Folha de São Paulo, Revista Veja e agora, por incrível que pareça, pelo jornal o Estado de São Paulo. Meu Candidato se chama JAIR MESSIAS BOLSONARO.

Quanta hipocrisia, quanta imoralidade, quanta mediocridade, quanta falta de vergonha na cara desses profissionais que se prestam para defender ladrões e esconder roubos. Na maior cara de pau defendem interesses de grupos em detrimento do interesse da sociedade. A verdade é que hoje temos uma imprensa podre  tocada por uma grande quantidade de jornalistas criados e amestrados na Unicamp, na USP e na UNB, antros dos defensores de uma esquerda burra e falida em todo o mundo.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

6 ideias sobre “O AÇAÍ MOBILIZA A PODRE IMPRENSA NACIONAL

  1. Nossa imprensa a cada dia mais desonesta, desmoralizada, incompetente e mentirosa, Deve ter aprendido com os 13 anos petista no governo….Nem Jesus salva…imprensa marrom e irresponsável… e ninguém faz nada, na verdade nunca foi o 4º poder…

  2. Humberto, você praticamente exauriu a matéria. Realmente a imprensa brasileira hoje é totalmente tendenciosa. A Folha de São Paulo, a qual não costumo ler, é claramente de esquerda, aquela esquerda à esquerda do PSDB. O Estadão é claramente tucano. Seus jornalistas são orientados a bater forte no PT e em Bolsonaro, hoje a maior ameaça a Geraldo Alckmin. Para o Estadão, todo tucano tem uma missão divina, que é resolver os problemas mundanos no Brasil. A Veja embarcou na salada geral. Até dois anos atrás, batia forte no PT, como devia ser, diante da revelação do maior esquema de desvio de dinheiro público no mundo, o Petrolão. Antes disso já batia no PT, não sem razão, eis que o Partido dos Trabalhadores (aqueles que não gostam de trabalhar) já tinha mostrado a que veio, como nos casos Toninho do PT, Celso Daniel, Mensalão e tantos outros. A Veja só estava mostrando ao Brasil que o PT era uma organização criminosa disfarçada de partido político. Então tinha que mostrar mesmo. De dois anos para cá, a Editora Abril, que edita a revista Veja, passou a enfrentar sérios problemas financeiros, daí que seu comando saiu das mãos da família Civita, com a qual esteve desde sua fundação. Desde então Veja mudou. Passou a acionar a metralhadora giratória. Tudo e todos eram alvos. E logo depois surgiu um alvo preferencial: Jair Bolsonaro. Numa de suas capas, Lula era comparado a Bolsonaro. Essa capa tornou minha decisão de não mais renovar minha assinatura da revista, que já contava mais de trinta anos, mais fácil. Onde Lula e Bolsonaro são iguais? Quantos processos na Lava-Jato Bolsonaro enfrenta? A Veja conseguiu forjar essa matéria enganosa, no intuito de prejudicar Jair Bolsonaro. Só isso. Humberto, penso que a verdadeira razão da ojeriza dos órgãos de comunicação ante Jair Bolsonaro é financeira. E a imprensa depende muito de editoriais públicos, e campanhas publicitárias feitas por órgãos públicos. Eles desconfiam que se eleito presidente, Jair dará uma banana para os meios de comunicação, a maioria dos quais não passam de sucursais do PT e do PSDB. Infelizmente a grande imprensa está dando um tiro no próprio pé. Como já disse mais de uma vez, até o Estadão, outrora o melhor jornal do Brasil, virou um braço panfletário dos tucanos.

  3. Dr. Humberto, a imprensa tem razão ao criticar a vendedora de açaí, afinal é um escândalo tremendo, onde já se viu? Não podem mesmo ficar quietos, é uma vergonha nacional e chama atenção do mundo inteiro! Petrolão, mensalão, registro de candidatura do abominável, tudo isto não tem importância nenhuma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *