O RÉU QUE VIROU JUIZ

Por Humberto de Luna Freire Filho

A FAMA JÁ VEM DE LONGA DATA
Resultado de imagem para IMAGEM PARA DIAS TOFFOLI
IMAGEM: Imprensa Viva

Resultado de imagem para IMAGEM PARA DIAS TOFFOLI
IMAGEM: DCM – Diário do Centro do Mundo

Hoje sábado, dia 16 de março, o jornal O Estado de São Paulo resolveu dar espaço para um corrupto, advogado de porta de cadeia, incompetente, reprovado duas vezes em concurso para a magistratura, ex empregado do crápula José Dirceu, condenado em primeira instância por roubo, em processo que transitou na 2ª Vara Cível do Estado do Amapá, e que hoje infelizmente ocupa a presidência da mais alta corte do país, indicado por outro  ladrão dos cofres público e hoje presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva, vulgo Lula.

O jornal, em manchete de primeiríssima página escreveu.” Toffoli vê movimento para assassinar reputações no país”. Não é sem motivo que, com o apoio de uma imprensa podre, esse indivíduo crie coragem inclusive para ameaçar a sociedade que não concorda com a podridão reinante na casa que ele preside. Disse ele:”Esse assassinato de reputação que acontece hoje nas mídias sociais, impulsionado por interesses escusos e financiado sabe-se lá por quem, deve ser apurado com veemência e punido”

Sugiro na condição de assinante que sou há 35 anos, que amanhã, domingo, o Estadão publique, dando o mesmo destaque, uma matéria com a seguinte manchete: “A Sociedade vê movimento na alta corte para assassinar a operação Lava Jato” Poderá ser matéria escrita por um editorialista da casa, por que não, afinal a imprensa quando séria, existe  para comentar e divulgar fatos sem se comprometer com interesse escusos, como temos visto ultimamente na grande mídia

Agora, queria dar uma resposta muito pessoal ao que insinuou o pseudo ministro em suas alucinações visuais e talvez, também, auditivas. Eu utilizo as redes sociais e lá escrevo e comento o que manda a minha consciência. Sou um profissional da saúde, não sou gigolô do governo, não sou financiado por ninguém, não faço parte de milícias digitais (aliás isso só existe na cabeça desse corrupto em seus surtos alucinógenos), não sou político, nem tenho nenhuma pretensão nesse sentido. Sou  apenas mais um brasileiro que exerce seu direito de cidadão.

Não tenho medo de ameaças, sou homem com H e não mudo o que digo por medo ou conveniência; o que eu falo está falado e repito, se necessário for, em qualquer ocasião, situação e lugar. Vou continuar fazendo minhas críticas a essa corrupção institucionalizada,  esse mar da lama onde patina uma nata de corruptos coordenados em parte por uma Justiça não menos corrupta da qual você,  José Antonio Dias Toffoli, faz parte.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro, sem medo de corruptos

Facebookmail

42 ideias sobre “O RÉU QUE VIROU JUIZ

  1. Leio seus textos e concordo praticamente todas as vezes.
    O problema é que nós tivemos uma educação europeia e não temos parâmetros adequados para entender este país.

    Abrs

      • Aprecio muito seus textos, pelo que me ocorre a ousadia de lhe sugerir criar sua revista eletrônica, divulgada em canais tipo facebook, you tube, e outros. Acredito muito na sua competência editorial, embora não sendo eu jornalista, mas das áreas jurídica, econômica e contábil..
        Com as minhas saudações,
        Carlos Martins

        • Martins, confesso que já pensei nisso, mas como ainda continuo profissionalmente na ativa (área da saúde) e não sou deputado com 10 assessores parlamentares kkk, está me faltando o tempo necessário.

  2. 
    Prezado Senhor , tenho recebido dezenas mensagens do senhor . Peço a gentileza de me excluir dos destinatários das suas mensagens , pois , como simples cidadão , eleitor e com 80 anos de idade , aprendi a evitar debates políticos , religiosos , futebolísticos etc. e sempre , respeitar as opiniões divergentes . Tal atitude se deve ao fato que , da mesma forma que , não pretendo conduzir ninguém e , também , não ser conduzido ..Que Deus abençoe o nosso querido Brasil e o mundo

    atenciosamente

    João Farah

    • Meu caro Farah seu endereço não conta na minha listas de contatos. O senhor poderá estar recebendo meus texto por lista de terceiros. Mas com todo respeito quero lhe dizer que idade não impede que se debata política. O Brasil precisa disso para sair dese mar de lama que se encontra. Vamos exercer nossa cidadania.

    • E ele se diz eleitor. Como pode votar no escuro? Sem ter acompanhado o rumo dos acontecimentos que lhe darão elementos de não votar no pior..??? Confesso que não entendi essa desculpa esfarrapada e nada republicana.. e sem ter uma opinião abalizada sobre o assunto…

    • Realmente ainda faz parte, mas o Estado está sendo despoluído,”os cumpanhero” estão sendo demitidos. Uma leva de 21 mil já perderam a boca.

  3. Vou postar um texto na internet sobre a desrespeitosa declaração do Toffoli sobre as mídias sociais principalmente pois quem quer ser respeitado tem que se fazer respeitar, veja os absurdos ditos pelo Beiçola contra o pessoal do Lava Jato. Vamos continuar batendo até que algum dia fiquemos livres deste malfadado, incompetente e vendido STF. Querem que os respeitemos, deem-se ao respeito!

  4. Todos sabemos dos papeis fundamentais do STF, que são interpretar as disposições constitucionais e de ser o guardião do cumprimento de suas prescrições.
    Pois muito bem, o art. 5º, da Constituição Federal, assegura o exercício do livre pensamento.
    Mas o presidente da suprema corte não admite críticas aos membros daquele colegiado. Por isso determinou a abertura de inquérito para apurar e punir quem venha a falar mal de seus integrantes.
    É risível. O STF usurpa a competência do ministério público e da polícia federal, sem que tenha um setor especializado em investigação.
    Pior, no caso, atuará como investigador, acusador e julgador. Absolutismo puro.
    O STF, na composição atual, envergonha nosso Judiciário e o coloca na vala comum juntamente com o legislativo e o executivo.

  5. Humberto, é natural que nós que já vivemos muitos anos ( somos “Jovens a mais tempo”…-bota tempo nisso) tenhamos pouca paciência com os fatos ( no mínimo pouco éticos) que tomamos conhecimento. A tendência é nos tornarmos ranzinzas e ficarmos reverberando nossos descontentamento, para nossos eventuais e pacientes conviventes. No meu caso, me refugio na minha atual fase de historiador ( “cristão novo”, posto que sou advogado de formação e continuo atuando em 76 anos de existência) onde produzi 3 livros ( “Brasil, O que Fomos, o que Somos, o que Seremos”, “Amazônia Azul , O Mar que nos Pertence”, como coautor e “Opinião Pública…Falei e Disse”) bem como publiquei nos últimos 20 anos, cerca de 4.500 textos na mídia escrita do Brasil ( a maioria na Seção de Cartas de Leitores desses veículos – jornais e revistas Brasil afora. Concordo com tuas críticas as nossas atuais realidades, mas lembro ( como historiador, que tais mazelas nos acompanham desde o início de nossa colonização, com períodos curtos de certa abstinência de tais ações antiéticas – e não foi como alguns hoje propagam no período militar. No mais vamos continuar tentando contribuir com nossas mensagens para tentar melhorar ditas tristes realidade. Abraços,

    Em tempo: esse meu “blog” na verdade é o meu email, que assim denomino para dar “charme” e ele.

    • Caro Almeida, reconheço que não consigo calar diante de tanta podridão. A verdade é que eu não me tornei ranzinza, eu sempre fui, e agora estou pior kkk.

  6. O mais curioso em todo este “embrolho” é que quanto mais se fala, defende, propaga vivermos em uma Democracia plena e estado democrático de direito se criam mecanismos para inviabilizar a manifestação de expressão de um povo que de há vem sendo submetido a uma corrupção sistêmica que levou o País a esta bancarrota em que nos encontrarmos. Restava-nos externar toda nossa indignação, como forma de não somatizarmos tantos dissabores; agora não mais, pois estamos sob a iminente ameaça de termos nossa maior arma: a palavra retirada de nós. Exercer uma função pública requer inclusive o cuidado de não cometer injustiças e com isso submeter-se a uma valoração desta conduta por parte do povo. Agora se for apenas para pagar a conta de todos estes desmandos e nos mantermos submetidos à lei do silêncio e terá chegado ao fim todos os nossos sonhos, aspirações, e objetivos sempre perseguidos de vivermos em um Brasil melhor, mais justo, mais isonômico. Não podemos assumir a condição de meros vassalos a serviço dos poderosos. Não somos cidadãos de segunda classe, ainda que muitos nos vejam como tal. Vivemos às nossas expensas, pagamos nossas contas, buscamos apenas e simplesmente viver com dignidade, respeito e reconhecimento de nossa importância e desse modo, quando algo nos desagrada cabe-nos manifestar de forma veemente toda nossa insatisfação. Por que não? A era Bolsonaro chegou para mudar; eu e boa parte dos brasileiros acredita e aposta e luta e briga e se empenha e se entrega de corpo e alma a esta mudança e não será ninguém que irá roubar-nos este sonho e castrar-nos este desejo.

    • Sandra, a quadrilha não vai conseguir calar o cidadão de bem. Eu tendo o direito de chamar de ladrão que é comprovadamente ladrão, de corrupto quem é comprovadamente corrupto e esses crápulas não têm moral para processar que é honesto, mesmo que ocupem cargo de destaque na esfera judicial.

  7. Meu caro doutor: se me permite, faço minhas suas palavras sobre o descalabro que é o STF, um antro de bandidos e/ou idiortas que nos desrespeita e revolta
    Trata-se do maior fator de atraso desse país eternamente saqueado pelos ladrões públicos cuja impunidade é garantida pelas leis e pelos juízes.
    Até quando abusaram de nossa paciência sem que o povo indignado invada aquele bordel e dele expulsar os vendilhões.

    • Pois é Garbi, pelo andar da carruagem teremos que tomar decisões mais radicais, para eliminar as quadrilhas instaladas no poder Judiciário e no poder Legislativo.

  8. Humberto, faço minhasTODAS AS SUAS PALAVRAS, sem exceção!
    Os abutres estão querendo assumir o comando da Nação e nos impor o domínio de suas leis particulares, onde prevalece a corrupção???
    Não vão conseguir, apesar da alienação de muitos!
    Aqui, iremos pra rua hoje, domingo, 17 de marco! Iremos assumir, mais uma vez, o lado que defendemos,: o lado da verdadeira Democracia, onde cada poder NOS DEVE retidão e honestidade!
    Parabéns pelo seu texto!
    Que nós, brasileiros de tutano, consigamos, apoiando nosso Presedente, mudar este PAÍS… assim os “acomodados”, também terão direito a uma vida melhor num futuro próximo!
    Toda minha admiração e respeito, pra você!

  9. Caro amigo, fico estarrecida quando gente de ótimas qualidades intelectuais sob alegação de não querer discutir politica, religião e etc, preferir ficar em cima do muro e assim não participar intensivamente da vida politica do seu País, e assim contribuir para que os tolos, os cínicos, os ladroes e os mentirosos tomem conta do lugar onde mora e sofrerá as consequências que eles gerarão à sociedade onde ele está inserido…. Lamentável, que em pleno seculo 21 tenha gente que pense de forma tão retrograda…. com pensamento tão ultrapassados e prefira ficar na omissão e com falta de informação…sobre o que ocorre no lugar onde mora e vive… Por isso é que entramos na lama que jogou o PT no nosso depauperado Brasil…Isso me deixa muito triste e desacreditada que um dia possamos chegar a ser 1 mundo!!

  10. Humberto,ao contrário do nosso amigo João Farah, tenho 83 anos, e venho há 22 anos escrevendo para os Fóruns de Debates/Eleitores, Veja, etc,etc. Agora, um pouco mais calmo, após a vitória do nosso Presidente , tirei uma férias e tenho escrito muito pouco, pois percebi que essa mídia podre anda me censurando….Como sou um animal político,estou me concentrando no G1, principalmente nas “moçoilas” do Estadão , Globolixo e Globonews, Acho que não perceberam que eu não sou bem vindo e me censuraram só duas vezes…..Acho que vou começar a enviar textos de Camões….Toda esta peroração é para te informar, que estou contigo e adorei a ideia da revista eletrônica e quero ter o privilégio de participar. Já tive essa ideia mas , você é o “cara”. ” Vamos continuar alerta e forte abraço.

    • Eduardo, nós é que estamos certos, não podemos parar. Eu até 3 anos atrás ainda enviei comentários para o Fórum dos Leitores (Estadão), até que percebi não estar caindo nas “graças” dos “censores”. Foi quando resolvi criar o Blog. Mas mesmo assim ainda tive mais de 600 textos publicados (ver no acervo). Vamos em frente Eduardo, o Brasil é nosso.

  11. Prezado Dr. Humberto. Indecoroso em todos sentidos. O Presidente do STF não tem mesmo a mínima condição de exercer o cargo de Presidente da Suprema Corte do nosso país. Acho um absurdo ele ser Presidente do STF. Lamentável em todos os sentido. Concordo e apoio seus dizeres no Bloguinho.

    Forte abraço.

    Zardetto.

  12. Humberto, considerando seu pedido de comentário gostaria de registrar:

    A) Que endosso – e me sinto identificado – por grande parte das suas considerações: sempre inteligentes e de conteúdo histórico com argumento, inquestionáveis.
    B) Que o amigo “fala de Brasil”, fora do Brasil”. e que muitos, como eu, aos 71 anos, falo do Brasil dentro do Brasil……
    C) Este Brasil que há 18 anos espera saber quem matou e quais foram os mandantes de Celso Daniel e o Toninho do PT, mesmo após mais de 13 anos de regime petista.
    D) Este mesmo Brasil que não se satisfaz (e aí eu concordo) que mesmo sabendo do executante, ainda desconhece e cobra o mandante do assassinato de Marielle e Anderson..
    E) Que vemos o Presidente do STF questionar e ameaçar juridicamente, agora, a opinião de um Procurador por discordar de suas opiniões ou se opor às recente ações do Judiciário.
    F) Que já vimos um STE, absolver a chapa Dilma/Temer por EXCESSO DE PROVAS CONDENÁVEIS. E, quem lá estava presidindo? Ajudem-me: as vezes, pela idade, tenho falhas de memória.
    G) Mas quando meus neurônios – ocasionalmente se interligam – fazem-me recordar do SALTO TRIPLO CARPADO JUDICIAL E ANTI-CONSTITUCIONAL de Lewandovsky (como, então, Presidente do STF) e Renan Calheiros, a época, Presidente do Senado fizeram no impeachment da Dilma. Neste momento, geraram INUSITADA REINTERPRETAÇÃO da Constituição que viabilizou à Dilma – ainda que cassada – candidatar-se como Senadora por MG. Felizmente, o povo, através do voto, corrigiu a irresponsabilidade constitucional que havia sido cometida.

    Por fim, penso que o STF deveria – em rede nacional de televisão – explicar em português claro, didático – o porquê (por 6 x 5 votos) ter transferido ao STE- Tribunal Superior Eleitoral

    Wilson Mattos

  13. Prezado Humberto

    O STF é uma vergonha: não só comportamental, mas até mesmo técnica.

    A esperança é crescer no Congresso a possibilidade de uma CPI para investigar alguns ministros.

    Aprecio muito seus comentários. Continue a nos brindar.

    Um abraço

    Wilson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *