CONTINUANDO O PASSEIO PELA MÍDIA PODRE

Por Humberto de Luna Freire Filho

LIXO TÓXICO – MANTENHA DISTÂNCIA
Resultado de imagem para imagem para a vejalixo
IMAGEM: JORNALIVRE

Hoje, 27 de março, depois de ter lido o editorial do Jornal o Estado de São Paulo, de ontem (26/03), resolvi tomar um antiemético e dar sequência a meu passeio pela mídia podre.  Há pouco li matéria de alto valor cívico, ético e moral, publicada  pela VEJALIXO em sua coluna radar. Imagine qual é o assunto – o presente dado pelo deputado Eduardo Bolsonaro à sua noiva, Heloísa Wolf, um anel  que custou uma fábula, R$ 5.300. Primeiro, isso é um assunto pessoal dos dois e eu não acredito que o dinheiro tenha sido roubado.

Vou contar um fato: há 35 anos  decidi presentear  minha mulher com um aliança de platina e diamantes que em valores de hoje não custaria menos de R$ 10.000. EM TEMPO: não sou deputado, não sou filho de presidente, nem sou ladrão, sou um profissional liberal. Então, onde está o motivo para esse lixo usar o fato como matéria publicitária e tentando dar uma conotação suja ao fato? Essa reportagem demonstra um jornalismo decadente e imoral e com uma única finalidade: atacar a família do presidente.

Usando o mesmo raciocínio que fiz para criticar o Estadão em seu editorial de ontem, faço a seguinte pergunta ao jornalista responsável por essa excrescência: por que a sua revista nunca comentou os presentes milionários dados por Sérgio Cabral à sua mulher e os presente dados pelo presidiário Luiz Inácio Lula da Silva à puta Rosemary Noronha, ambos usando dinheiro público?  Provavelmente isso implicaria em corte de verbas publicitarias. Não é verdade VEJALIXO?

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo da mídia podre.

Facebookmail

8 ideias sobre “CONTINUANDO O PASSEIO PELA MÍDIA PODRE

  1. Meu Deus, Humberto, a que ponto chegou a “imprensa” deste País?
    Sinceramente não sei nem o que dizer diante de tal a baixeza (ou baixaria, melhor dizendo), de tamanho non sense, por parte desses retardados que ainda se dizem jornalistas!
    A desconstrução dos valores e da verdade chegou a um ponto insustentável!
    Está muito difícil pra nós, pessoas de bem, que lutamos pra conquistar um governo decente, termos que continuar suportando essas sandices!
    Até quando!??
    Abraço pra você!

  2. É tão nojento que não dá para comentar uma noticia dessas, aberração ou falta de assunto e péssimo jornalismo, a que ponto chegaram…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *