OS TRÊS PILARES DA PODRIDÃO

Por Humberto de Luna Freire Filho

CONHEÇA OS USUÁRIOS NA FOTO ABAIXO
Imagem relacionadaIMAGEM: donoleari.com.br

DESNECESSÁRIO UMA LEGENDA

IMAGEM: Jornal da Cidade ONLINE

Os podres poderes Legislativo e Judiciário estão jogando o Brasil na lata do lixo. Três corruptos e incompetentes ditam as regras, fazem o que a eles mais interessa e de quebra ainda nos chamam de idiotas. Infelizmente a solução para essa desgraça que assola o país não poderá acontecer, por vias normais, a curto prazo. Necessário se faz investir pesado em educação para a consequente eliminação do analfabetismo em nosso eleitorado, mas… quando?

O Senado tem como presidente um corrupto que foi eleito senador no rastro do atual presidente, mesmo já estando atolado até o pescoço no esgoto em seu estado de origem, e hoje não passa de um Renan Calheiro de roupa nova. Se fosse na terra de seus ancestrais (Israel), estaria preso. Grave o nome do corrupto, chama-se DAVID SAMUEL ALCOLUMBRE TOBELEM.

A Câmara tem como presidente um outro corrupto que já era figura de destaque no mundo do crime (planilha  da Odebrecht), com a alcunha de “Botafogo”. Não precisa ser um psiquiatra ou um psicólogo para reconhecer a sua dupla personalidade que está causando nojo à sociedade esclarecida. Grave o nome do corrupto, chama-se RODRIGO FELINTO IBARRA EPITÁCIO MAIA.

O Supremo Tribunal Federal fecha o “firo” tendo como presidente um terceiro corrupto e incompetente, incapaz de ser aprovado em um concurso público e que posto na corte por outro corrupto, está usando o que seria a suprema corte do país para legislar em defesa de  seus interesses pessoais e também de seus asseclas. Grave o nome do corrupto, chama-se JOSÉ ANTONIO DIAS TOFFOLI.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail

20 ideias sobre “OS TRÊS PILARES DA PODRIDÃO

  1. Dr. Humberto, a hipocrisia dos elementos citados não tem limites, hoje, por exemplo, o Toffoli disse que o sucesso da Lava Jato se deve ao Supremo, é de rir, para não chorar. Creio que com este trio não sairemos da situação vexatória em que nos encontramos por mais que o Bolssonaro tente acabar com a corrupção, com as últimas decisões tanto dos políticos como do STF apontam para uma situação sem saída. Como já foi dito e é o pensamento da maioria do povo brasileiro, só a intervenção militar pode mudar o que ai está!

  2. “Malhereusement”,infelizmente em francês o Brasil chegou ao fundo do poço!! Nao ha mais desculpas….a coisa vai de mal a pior, juntamente com uma corja parte da população que continua apostando no quanto pior melhor, me refiro a esses petistas declarados e aos disfarçados kkk
    Estamos perplexos diante e tanta impunidade e a desfaçatrez como defendem Lula com unhas e dentes, tratando-o como heroi e a descarada Prefeitura da França ( Anne Hidalgo ) outougar-lhe o titulo de cidadão honorario …Deve estar sofrendo de algum lapso de memoria pois seu idolo está preso ha mais de um ano e aguardando novas condenações , nao passa hoje de um PRESIDIÁRIO…!!!!!!!!!!!!!!!!!! É de chorar!!!!!!!!!!!!!

  3. Bom dia, Sr. Luna Freire!

    Não sei como obteve meu e-mail, mas isso agora não importa. O relevante é que temos muito de comum em nossa abordagem.

    Alguém tem que ser muito crédulo e/ou otimista para achar que conseguiria passar o Brasil a limpo com três “casas” recheadas de pústulas conforme são o stf, a câmara e o senado federais (minúsculas propositais)!

    O povo já manifestou o seu desejo por uma intervenção, mais de uma vez, e nada! Onde estão ou o que estão fazendo os “estrelados” generais ministros e/ou assessores do atual governo? Estão esperando que o povo “peça pelo amor de Deus”? Ou será que estão ainda envergonhados pelas muitas bobagens que seus antecessores fizeram de 1964 até 1985?

    Em 1964, ao assumir o governo, Castelo Branco disse em seu discurso de posse: ‒ “Fui nomeado síndico de uma massa falida”. A inflação beirava os 80% ao ano. Em 1985 José Sarney repetiu a frase em seu discurso de posse.

    Cabem alguns questionamentos:

    a) O governo Sarney começou logo depois de qual regime? A resposta já sabemos, não é mesmo?

    b) Será que 21 anos de “regime de exceção”, “prendendo, matando a arrebentando” ‒ expressão utilizada pelo general Figueiredo ‒ não foram suficientes para “passar o péssimo rascunho de país à limpo”?

    Não; não vou me ater à “maldita colonização portuguesa”, mas vou abrir uma exceção para algo do passado: Domingos Fernandes Calabar fez aquilo por dinheiro, mas se aquela invasão holandesa tivesse dado certo…talvez hoje tivéssemos um país bem melhor. Pelo menos, talvez o Nordeste não fosse um “conjunto de estados sugadores dos recursos da União” e que ainda decidem as votações no senado (minúsculas propositais) e em outras instâncias, pois que, individualmente, contam com o mesmo número de representantes (deputados, senadores..) que os 10 estados que “carregam o piano” no Brasil, ou sejam, trabalham pelo total de 26! Vale lembrar que, no pouco tempo em que aqui ficaram, os holandeses deixaram um legado de respeito, ou não foi? E os “sugadores” portugueses? Só deixaram algo que mereça nota quando aqui estiveram fugidos de Napoleão, com os rabos entre as pernas! Caso contrário, hoje seriamos um “Paraguaizinho bem mais agigantado”!

    Bem, mas vamos retroagir a um tempo mais recente: a data 31 de março de 1964! O “coronel” Golbery1, seduzido pelo poder e pelas promessas do adido militar Vernon Walters e do embaixador americano Lincoln Gordon, tramou a “revolução de 64” (minúsculas propositais). Precisava de um militar de conduta impecável e escolheu o depois Marechal Humberto de Alencar Castello Branco. Este último, bem diferente do “coroneleco fajuto”, sempre foi o primeiro em tudo: Colégio Militar, Academia Militar, Curso de Comando e Estado Maior (cursou nos EUA e, mesmo não sendo nativo da língua, conquistou o primeiro lugar). Quando descobriu que estava sendo usado, morreu naquele inexplicável acidente aéreo! Como é que o avião presidencial foi entrar numa área de treinamento de cadetes da FAB? Pesquise e veja qual é a experiência que tem que ter um piloto para servir ao presidente!

    Vamos então a algumas das enormes imbecilidades que perpetraram, tendo este “péssimo brasileiro” chamado Golbery como eminência parda de todos os governos revolucionários, exceto no do General Figueiredo que, conforme se sabe, recolocou o “vendido aos EUA” em seu devido lugar:

    1) Transformaram as companhias estatais em verdadeiros cabides de emprego. Muita gente nem queria mais fazer os últimos cursos e saía como Capitão-de-Fragata ou como Tenente-Coronel. Pulavam dois postos e chegavam aos postos de oficiais generais! Já tinham empregos garantidos no meio civil, ganhando, no mínimo, três vezes o soldo que recebiam! Conforme diria o narrador Milton Neves: ‒ “Que beleza, hein?”

    2) Seguindo a orientação dos EUA, iniciaram a destruição da nossa educação e da nossa saúde pública:

    Uma professora primária, diretora de uma escola, ganhava o equivalente ao soldo de um Tenente-Coronel da ativa! Não era lá essas coisas, mas era bem melhor do que hoje, não? Era quase tão difícil uma moça ser aprovada na admissão ao Instituto de Educação ou para a Carmela Dutra, aqui no Rio de Janeiro, quanto um menino entrar para o Colégio Militar. E a moça ainda dizia com orgulho: ‒ ‘Vou ser normalista! Quero me tornar professora!” E hoje, quem quer isso? Para ganhar uma miséria e ainda correr o risco de apanhar e/ou ser estuprada por traficantes e alunos marginais?

    Quanto ao caso do sucateamento iniciado na saúde, foi para que os planos multinacionais de saúde pudessem vingar por aqui.

    3) Colocaram guerrilheiros juntamente com presos comuns no antigo presídio da Ilha Grande. Os primeiros, tendo sido treinados em Cuba, na antiga URSS e em outros “países socialistas”, ensinaram a bandidagem a se organizar1 Foi lá que nasceu o famigerado Comando Vermelho. A nossa sorte, se é que podemos falar em sorte numa situação dessas, é que eles se dividiram em vários “comandos” (CV, AA, TCC…), porque se fosse um só…

    4) Não fizeram nada para evitar a falência da antiga TV Tupi, Canal 6, Rio de Janeiro, pois preferiram priorizar os interesses de outas emissoras que todos sabemos bem quais são!

    5) Enviaram para fazer nos EUA um curso sobre sindicalismo, em português, é claro, o “ladrão-cachaceiro-analfabeto…” Lula da Silva, que veio a se tornar informante do Golbery no ABC paulista, sob os codinomes de “camarada boi” e “camarada barba”, ou seja, criaram a cobra para nos picar!

    6) Um antigo colega meu de turma no Colégio Militar do Rio de Janeiro e no antigo grupo Mocidade Espírita Horácio Antônio Lucas (aluno do CMRJ assassinado num confronto com a antiga escola Técnica Federal e atual CEFET), Raul Biangholino Perlingeiro, foi para a AMAN e, no último ano do curso, na função de bibliotecário daquela prestimosa Academia Militar, solicitou ao general (minúsculas propositais) comandante, livros sobre comunismo. Chamado à presença do “comandante” ouviu o seguinte:

    ‒ “’Perlingeiro, só vou lhe ouvir porque se trata de um cadete modelar. Que negócio é esse de livros sobre comunismo?

    ‒ “General, se o meu pedido não for deferido, então nada do que aprendi aqui até hoje terá valido de nada!” E continuou: ‒ “Aqui não aprendemos que devemos procurar conhecer a logística total do inimigo? Como é que os nossos futuros oficiais vão combater algo que nem conhecem direito, a não ser pela tendenciosa propaganda americana?”

    O “general” abaixou a cabeça, assinou a requisição e, para não perder a pose, disse:

    ‒ “Perlingeiro, não se fala mais nisso!” Novamente, parodiando Milton Neves: ‒ “Que beleza, hein?” O “generaleco” levou um “sapeca iaiá” de um jovem cadete!

    Como é que um “general imbecil” desses pode ser nomeado para um posto de fundamental importância? Quem é o mais errado, o louco que atira ou quem colocou a arma na mão do louco?

    Em tempo: O Perlingeiro se formou engenheiro eletricista pelo IME e já é falecido há alguns anos.

    7) É sabido que o Coronel Dickson Grael se negou a cumprir a ordem de explodir o antigo gasômetro situado proximamente à Rodoviária Novo Rio. Foi defenestrado do Exército! Logo depois ocorreu o famoso “Caso do Riocentro” em que as Hierarquias de Luz interviram e a bomba que era para ter matado inocentes no Rio Centro acabou explodindo no estacionamento, não foi?

    Talvez seja por causa de TODOS esses erros e MUITOS outros que os militares de hoje, envergonhados que estão de alguns maus militares de um passado recente, ainda não interviram e arriscaram que uma quadrilha continuasse no poder por mais tempo! Vale lembrar que o candidato Haddad recebeu 45% dos votos válidos! Se a campanha presidencial tivesse durado mais tempo, com toda a influência da mídia podre, comandada pela “globosta” ou “rede Goebbels” (nem o ministro da propaganda nazista mentia tanto), eu não sei não!

    Nos anos 80, quase no final dos governos revolucionários, andei lecionado, particularmente, para estudantes da extinta FAHUPE, no Campo de São Cristóvão. Todos foram aprovados no exame de segunda época e me chamaram para uma confraternização. Ao saberem que não sou esquerdista ‒ aliás, nunca serei! ‒ eles que estavam com boinas tipo Che Guevara, escudinhos dos PTralhas (a cor deles é a mesma do comunismo: vermelho do inferno!), começaram a me questionar. Então, coloquei em ordem:

    a) Vocês já estiveram na URSS?

    b) Sabiam que lá não tem motel (na época não tinha mesmo!), Coca-Cola, maconha, cocaína e nem faculdade particular? Se não passar para uma faculdade do governo tem que ir trabalhar numa fábrica! Se não for, é preso e mandado para um “gulag” na Sibéria, no Mar Báltico, etc. Foi aí que um “estudanteco fajuto” perguntou o que era um “gulag” e, ao levar uma “chamada” minha, confessou também não saber o que era uma “datcha”. Grandes comunistas, não? Tive que explicar os termos….Argh! E ainda acrescentei: se lá é tão bom assim, por que razão as pessoas não querem ir em massa para tal lugar? Por que gente que leva uma boa vida, conforme é o caso de integrantes do Balé Bolshoi e os grandes desportistas pedem asilo? Que eu saiba, quando o passadio é bom, se deixamos a porta da gaiola aberta, normalmente, o passarinho volta!

    Foi então que uma “lésbica assumida” se pronunciou: ‒ “ Só falta o senhor dizer também que é contra o homossexualismo”. Respondi de primeira: “Não sou contra, porque cada um tem o direito de gozar conforme gosta! No entanto, se toda a humanidade aderisse à tal prática estaria fadada à extinção!

    Por quê, perguntou a aberração espiritual e genética?

    Respondi: ‒ “Este ‘projeto’ peca na base, pois não provê a procriação! Ou será que homem já faz filho com homem e mulher já faz filho com mulher?” Ato contínuo, deixei minha parte da despesa sobre a mesa e saí sem nem olhar para trás!

    Pois é isso que os “gênios de 64” deviam ter feito. Se tivessem esclarecido a juventude, endireitado o ensino, alojamentos e bandejões nas universidades federais, quando um daqueles estudantes profissionais, que só querem um impulso para se locupletarem na política, tipo o “canalhão Lindbergh Farias” de hoje, começasse a falar, não teriam adeptos para suas pregações “marxistas- leninistas-gramscistas e outros PQPdistas”, caramba! Perdão pelo galicismo!

    Não; preferiram prender, torturar e matar estudantes, que estavam corretos em suas reivindicações! Quem tinha que ser eliminado, não o foi: Leonel de Moura Brizola, Jango Goulart, Miguel Arraes, “cardeal” Helder Pessoa Câmara, Luladrão, os “falsos comunas” Chico Buarque de Holanda, Gilberto Gil, Caetano Veloso, etc.

    Obs: se o comunismo fosse tão bom, conforme apregoam os “esquerdistas fajutos” deste país, a cortina de ferro existiria até hoje e a URSS não teria se desmembrado, concorda?

    Tenho orado muito pedindo uma Intervenção Superior, não só para o nosso país como também para o planeta como um todo, visto que no artigo 4 (antes leia o artigo “Vindos de Onde?”, reproduzido em imagens), incluído em anexo, são abordadas questões muito importantes sobre os absurdos praticados contra a humanidade nos últimos 3269 anos, bem como o perigo representado pelo movimento islâmico.

    Não quero desrespeitar ninguém, mas a verdade tem que ser dita! Para que todos os copiados saibam que não compactuo com nenhum tipo de safadeza, inclusive religiosa, incluo também a artigo 6 que, certamente, vai doer em muita gente! No entanto, meu compromisso é com a cura do meu semelhante e, de forma mais ampla, o atendimento irrestrito à Lei do Serviço a Deus (ao verdadeiro, é claro!) e ao meu próximo!

    Lamento também que a outrora ilibada Maçonaria e hoje “maçonaria” tenha se transformado num antro de oportunistas (veja o anexo “Denúncias gravíssimas envolvendo Irmãos Maçons”). Na mesma conheci um reduzido percentual de pessoas sérias e realmente comprometidas com a questão “PARA QUE NOS REUNIMOS AQUI?” e sua resposta habitual:

    “Para combater o despotismo, a ignorância, os preconceitos e os erros. Para glorificar a Verdade e a Justiça. Para promover o bem-estar da Pátria e da Humanidade, levantando Templos à Virtude e cavando masmorras ao Vício”.

    Também nunca me vendi e, por isso, me demitiram em 1986 da Light SE/S.A, sem justa causa, pois me neguei a participar da “farra das empreiteiras” que já existia naquela época. Também me neguei a participar, mais recentemente, de “picaretagens” na Universidade Estácio de Sá, que montou, aqui em Niterói, laboratórios-fantasma, com peças de outras unidades, só para enganar as comissões de inspeção do MEC, e desmontando e devolvendo tudo após as visitas!

    Bem, mas não é só aqui que temos problemas! O mundo está à beira do caos! Ouvi de um amigo e ex-professor da Escola Superior de Guerra, chamado Sérgio Lazoski, aqui também copiado, que as terras dos palestinos “pertenciam” aos britânicos. Não é bem isso, não! O excelente artigo do Curso Objetivo, vai bem mais além: http://www.curso-objetivo.br/vestibular/roteiro_estudos/questao_palestina.aspx

    Tudo isso teria sido evitado se o Poder Superior tivesse sido usado com sabedoria e os romanos é que tivessem sido expulsos da Judeia e da Palestina, ao invés dos judeus…

    Vou apenas colocar alguns fatos:

    1º) Por que Yeshu’a (Jesus) permitiu que tantas inverdades fossem e ainda sejam contadas em seu nome durante mais de 2000 anos? E os atos ignominiosos: Guerras Santas, Santa Inquisição, massacre dos Cátaros ou Albigenses…? Quem cala…

    2º) Se ele tivesse feito o que dele os judeus esperavam, este povo não teria passado pela diáspora e, quase 2000 anos depois, voltado e criado o Estado de Israel, espoliando as terras dos palestinos e iniciando uma guerra sem quartel, que está aterrorizando o mundo inteiro. A nossa ex-presidenta, jumenta,‒ o certo é presidente, mas a ignara não sabe disso!,‒ guerrilheira, ladra e safada, conforme seu mentor cachaceiro e ladrão, ainda doou um belo terreno em Brasília para os palestinos construírem uma embaixada…

    3º) Mahātmā Gāndhī não curava leprosos, não multiplicava pães e peixes, não ressuscitava os mortos, não caminhava sobre as águas, não transformava água em vinho…mas expulsou os ingleses da Índia sem violência, não foi? O outro que tinha poderes extraordinários não fez o que deveria ter sido feito! Muito estranho isso e as consequências para o mundo atual, não?

    4º) Por conta dessa omissão, o Império Romano do Ocidente durou quase mais 500 anos e o do Oriente quase 1500 anos. Tudo isso com aquelas malditas conquistas e subjugação de povos e nações inteiras, luxúria, safadezas à vontade…Sem falar que o que tem de romano reencarnado nos EUA é uma grandeza. Qual era o símbolo das legiões romanas? A águia, não? E o dos EUA? O que tem nos quepes dos oficiais americanos? A águia! Depois não sabem a razão dos EUA serem belicistas!

    5º) O que teve de cristão massacrado naquelas arenas romanas…Se o poder tivesse sido usado com sabedoria e, por exemplo, uma fera ao invés de matar um cristão fosse levada, por um Poder Superior, a um pequeno passeio no camarote do imperador, tirano algum, em tempo algum teria tido mais a coragem de ordenar massacres. Mais uma vez, o mau exemplo, omissão e inverdades prevaleceram! Já que a pústula igreja romana (minúsculas propositais) inventou esta balela de filho unigênito de deus ‒ TODOS NÓS SOMOS FILHOS DE DEUS ‒, o raciocínio dos tiranos depois da crucificação, que poderia ter sido evitada por ele, foi bem simples: pregaram o filho de deus na cruz e não deu em nada; então vamos continuar: massacres dos primeiros cristãos, massacre na primeira retomada de Jerusalém, massacre dos Cátaros ou Albigenses, extermínio do judeus, massacres em Ruanda, massacres na Bósnia, massacre na Praça da Paz Celestial….Esta história de morreu por nós…ninguém paga karma de ninguém…isso é mentira! O resgate é, em princípio, individual. Existe uma enorme diferença entre o Jesus (Yeshu’a) real e o mito histórico! Sua mensagem

    6º) Isto sem falar que o consolador por ele prometido só veio 19 séculos depois. Para quem está nos planos superiores, onde o tempo não é linear ou até não existe o conceito de tempo conforme conhecemos, é fácil! Mas para quem está nesta droga de mundo, onde uma espécie para sobreviver tem que devorar outra, 19 séculos é uma eternidade.

    7º) Outro dia veio à minha mente que a “igreja” foi um mal necessário, ou a Terra já teria sido tomada pelos demônios? Será mesmo? Não sei, não, pois o que Satã e suas coortes vêm fazendo contra os habitantes deste planeta, há milhares de anos… Fala-se muito em karma, leis divinas, mas estes desgraçados nos torturam, impunemente, há milhares de anos. Esta região do Multiverso está fora do controle divino e mais parece uma “casa de putas dirigida por viados”; me desculpe pelos galicismos! Livre-arbítrio uma ova! É a mesma coisa que falar em direitos humanos para bandidos que trucidam, estupram…

    Rogo que a Rede Infinita e Multidimensional de Luz Pura, Eterna e Sagrada, A Fonte Que Tudo É, A Energia Procriadora, Pai-Mãe do Cosmos2, intervenha nesta questão, pois sozinhos não conseguiremos nos safar disso, não! Já passou da hora de colocar ordem na casa!

    Minhas orações agora têm sido neste sentido! Não aguento mais ver e/ou saber das barbaridades neste mundo! Pode dizer que estou fazendo algo semelhante ao beija-flor no incêndio da floresta (anexo), mas creio que existem muitas pessoas como eu, não se deixando levar por lorotas e clamando por nossa real herança divina, que certamente não é essa porcaria que vivenciamos diuturnamente!

    Creio que não devemos ser apenas nós os punidos pelos nossos erros! Tem gente bem mais graduada devendo, pelo menos, uma explicação plausível!

    Pode compartilhar este e-mail com quem quiser, mas retire meu endereço se forem reenviar para esquerdistas de bosta! Estou farto de receber lixo dessa “escória da humanidade”! Aliás, discutir política com esquerdistas safados, religião com católicos radicais (TFP e outras vertentes), evangélicos robotizados (“testemunhas” de Jeová, igreja universal do reino de demônio ‒ de Deus é que não é!‒ e outras porcarias..), futebol com torcedores fanáticos (gaviões da fiel, raça rubro-negra, mancha verde…), é perda de tempo, não?

    Reconheço que dei muito trabalho aos meus instrutores quando estive na Marinha, mas o alicerce ficou e me permitiu trilhar a vida com honra, dedicação e lealdade, pois temos alguns pontos a ressaltar: para que o mal vença, basta apenas que as pessoas de bem não façam nada! Aliás, o mundo estaria a salvo se TODAS as pessoas de bem tivessem a mesma ousadia das canalhas! Sim, tudo em prol do restabelecimento do Plano Original da Fonte Infinita, que os Mestres conhecem e a que servem, pois fora do amor, da caridade e da honra não há progresso e nem Ascensão, pois o que fazemos em nossas vidas ecoa pela eternidade!

    Atenciosamente,

    Prof. e eng.º Paulo Cesar Pfaltzgraff Ferreira

    • Meu caro professor Paulo Cesar, em primeiro lugar quero agradecer pela aula e também quero afirmar que não sou de direita nem de esquerda. Procuro expor minha opinião de acordo com a minha consciência e ao mesmo tempo exercer a minha cidadania. Você falou uma verdade sobre os holandeses, durante o pouco tempo que aqui estiveram nos deixaram uma herança que continua utilíssima há quase 400 anos: os canais do Recife, cidade situada a meio metro abaixo do nível do mar, cortada por dois rios e dificilmente sofre graves enchentes. Moro em São Paulo, cidade que está a 700 metros acima do nível do mar e que praticamente para quando chove. EM TEMPO: não consegui descobrir com consegui seu e-mail, provavelmente estava em um lista onde temos amigos virtuais em comum.

  4. Lamentavelmente Bolsonaro abandonou a “farda”,pela qual foi eleito,investindo só no seu lado “político”, que no Brasil é sinônimo de “sujeira”. Por isso a única saída está mesmo no art. 142 da CF (intervenção),com ou sem Bolsonaro,com os “temperos” que acrescento em “A “intervenção” com revogação sumária de mandatos eletivos e cargos públicos” ,publicado hoje. Assim ,concordo c/o Dr. Humberto e os demais.https://www.alertatotal.net/2019/10/a-intervencao-com-revogacao-sumaria-de.html

    • Sérgio, a assepsia tem que ser completa. Não se extingue 1/2 cepa das bactérias produzidas no laboratório PT. A extinção da estirpe tem que ser completa mesmo estando o ancestral comum enjaulado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *