SENDO JUSTO COM A NOSSA SUPREMA CORTE

Por Humberto de Luna Freire Filho

Eu sempre procuro ser o mais justo possível independentemente de ideologias quando exponho os meus pensamentos em conversas ou em textos publicados nesse Blog.  Como é do conhecimento de todos os leitores sou um crítico contumaz da nossa Suprema Corte, e entre as minhas criticas situa-se o fato da incrível demora em julgar ações de pobres. Isso rende pouco ou nada, nem dá dividendos políticos.

Porém, hoje eu quero me redimir em uma só questão. O STF (Supremo Tribunal Federal) determinou na penúltima 6ª feira (28.ago.2020) o encerramento de ação proposta pela Princesa Isabel, que acumulava 125 anos pela espera da decisão judicial. E eu criticava a demora e alegava que a agilização das ações dependia do bolso dos impetrantes; errei, agora os nobres ministros me desmentiram. O trabalho foi concluído e o interessado, no caso a Princesa, não vai poder pagar as custas, nem a conclusão da ação vai trazer dividendos para a Casa.

PRINCESA ISABEL, SINTO MUITO A SUA DERROTA NA SUPREMA CORTE (STF)Princesa Isabel: detalhes da vida da mulher que assinou a Lei Áurea - Jornal O Globo
IMAGEM: O Globo

Apesar do exposto acima, minhas críticas continuam com relação aos seguintes absurdos: Instauração de inquérito ilegal e inconstitucional, censura a órgão de imprensa, busca e apreensões em casas de simpatizantes do governo, impedimento de posse de diretor geral da PF indicado pelo Presidente da República, divulgação de reunião ministerial, ameaça de confiscar o telefone do Presidente, lives de ministros com a bandidagem do MST e com um tal de Felipe Neto, declarações sobre genocídio.

ATÉ QUANDO VAMOS TER QUE VER ISSO?

IMAGEM: Agência Congresso

Tem mais: impedimento de atuação da Polícia Militar do Rio de Janeiro nos morros, impedimento de levantamento de dados sobre servidores ladrões do dinheiro destinado à saúde durante a pandemia, a retirada da autoridade do presidente no caso da covid 19, impedimento (temporário) de livre acordo entre patrões e empregados para minimizar o desemprego durante a pandemia, declarações absurdas sobre genocídio, ministra dando pitaco no Banco Central e nas FFAA. Pergunto, o que ainda falta?

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem  medo de corruptos
Facebookmail

6 ideias sobre “SENDO JUSTO COM A NOSSA SUPREMA CORTE

  1. Mais nada meu caro, mais nada. Aliás, tendo em vista tantos absurdos cometidos pelo STF brasileiro, só posso, com muito desgosto reafirmar o que disse o falecido Ministro da Fazenda a sua época, Roberto Campos –
    “o Brasil não corre o menor risco de dar certo!”, “o Brasil é, sempre foi e sempre será, o país do futuro” (autor desconhecido) e para encerrar a última frase foi modificada para: ” o Brasil é o mais antigo país do futuro”
    Tudo a ver com o Brasil atual…
    E as mancadas restantes eu dou de graça aos nossos “valerosos” “progressistas” e indecentes membros do Congresso Nacional levando de roldão e debaixo dos braços a mídia esquerda brasileira…. Fechado e vaticinado…Fui!

    • Lilian, a podridão da mídia brasileira me faz lembrar um episódio acontecido no EUA com o cantor Frank Sinatra. Certa vez ele comparou a imprensa americana a prostitutas e logo a justiça mandou que ele se retratasse. Não demorou; ele pediu desculpas às prostitutas.

  2. Mais do que comprovado: o stf (em minúsculas, é lógico) não merece mais ser discutido ou julgado… está condenado!
    Comprovadamente extrapola suas funções, comprovadamente é composto por bandidos escolhidos pelos desclassificados petistas. comprovadamente todos seus componentes estão do lado oposto da verdadeira Justiça, e contra nós, povo de bem!
    Está insuportável essa situação!
    Que alguém faça alguma coisa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *