EM BREVE ESTAREMOS LIVRES DESSA IMPRENSA PROSTITUÍDA

Por Humberto de Luna Freire Filho

MAIS UM VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO QUE, DEMOROU, MAS SE PROSTITUIUEva Uviedo on Twitter: ""Mente" na manchete eu acho bem pouco provável de ser usado, mas até o Estadão conseguiu formular melhor: "Na ONU, Bolsonaro distorce dados sobre queimadas e covid"…IMAGEM: Twitter

As redes sociais surgiram em boa hora, já imaginaram se tivéssemos que ler tudo o que a GLOBOLIXO , a VEJALIXO, a FOLHALIXO publicam? E como se ainda não bastassem agora temos mais um lixo, o outrora respeitado ESTADÃO do qual fui assinante por 30 anos também se prostituiu. Espero que seja só uma questão de tempo, e de muito pouco tempo, para todos esse chiqueiros fechem definitivamente suas portas. Não sentiremos falta.

ÚNICA UTILIDADE on Twitter: "FOLHA = LIXO #DerreteMBL… "IMAGEM: Twitter

CAUTION!!! CAUTION!!!globo lixo imagens - Pesquisa Google | Globo lixo, Bom dia com animais, Rede globoIMAGEM: Pinterest

CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO
Wilson Vieira - Jornalismo e Cultura: VEJA É COVARDE e não respeita nem os mortos!
IMAGEM; Wilson Vieira

Precisamos de informações com imparcialidade, e assim deveria ser sempre a conduta de toda imprensa séria e não dessa imprensa manipulada e prostituída, como a que  temos hoje, manipulada pela podre ideologia esquerdista e prostituída para atender interesses de quem pagar mais. Felizmente agora temos as redes sociais e desde que saibamos selecionar as reais notícias poderemos formar os nossos juízos de valor sem sofrer influência de interesses outros. Não seremos órfãos da notícia com o fim da atual  imprensa com seus noticiários e publicidades enganosas

ESCOLHA A SUA, FIQUE BEM INFORMADO E… SEJA FELIZ!!!
Marketing Digital: qual a melhor mídia social para minha campanha? - OtimizeMe - Marketing Digital em São Paulo e Rio de Janeiro
IMAGEM: Otimize.me

As Plataformas midiáticas funcionam como facilitadoras de relacionamentos, aproximando clientes, empresas e a sociedade. Para isso, elas precisam gerar confiança, e estão fazendo, com termos e condições claras em relação à propriedade intelectual e à coleta de dados confidenciais, proporcionando segurança para quem utiliza essas redes. As mídias sociais são tipos de mídias que permitem interação ou compartilhamento de informações, como um blog que apresenta conteúdo e permite comentários e não é sem motivo que a maioria das Plataformas Online, hoje, são Mídias Sociais pois permitem o compartilhamento de informações ou opiniões.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

26 ideias sobre “EM BREVE ESTAREMOS LIVRES DESSA IMPRENSA PROSTITUÍDA

  1. Eu fui assinante por muitos anos do ESTADINHO SP que já foi bom. mas agora ele entrou no mesmo caminho da FALHA SP e do GLOBO-LIXO. Fui assinante dos três, cancelei todos porque não serve mais nem para forrar área para cachorro fazer cocô, não informa, desinforma e estão sempre a favor do governo que lhes deixam mamar na chupeta da viúva.
    Felizmente temos as redes sociais que informa mil vezes melhor que essa mídia imunda, omissa, corrupta e traidora da pátria. Nos trai por 30 dinheiros.

      • LULA TAXOU O APOSENTADO Quando governou o Brasil, traiu milhões de aposentados e pensionistas, oficializando o confisco (desconto obrigatório para à previdência). Trabalhei por mais de 38 anos pagando previdência, quando requeri a minha aposentadoria, e por causa desse traidor, continuo pagando a previdência apesar de estar aposentado. Com a palavra o traidor e sua camarilha. Possivelmente, o silêncio será a resposta.
        Newton Faro

        • Newton, o Jerico de Garanhuns deu esse “presente” aos funcionários públicos aposentados. Não sei se você era funcionário público ou atuava na iniciativa privada. Essa besta que desgovernou o país junto com a anta mineira felizmente estão hoje definitivamente fora de sena.

  2. A imprensa facciosa no Brasil perdeu a vergonha e ainda se fazer acreditar fazendo a cabeça dos burros ignorantes e pobres coitados defendendo tudo o q há de mais podre na nossa sociedade!!!

    • Tuca, parece piada mais não é, quando cancelei a assinatura do jornal O Estado de São Paulo que mantinha há 33 anos, recebi propostas de renovação acompanhada de bindes: fraldas para cachorro.

  3. Bom dia caro Dr. Humberto Luna. Já via muito pouco TV. Jornal já via também que não valia muito a pena. Mas muitos pontos comerciais, infelizmente tem a globosta ligada e essas merdas de revistas em duas mesas. Digamos: consultórios, escritórios, padarias, clínicas e hospitais, enfim ainda não caiu a ficha dessa gente.

  4. Verdade, Humberto, por mais incrível que possa parecer para mim, é com alegria que vejo a consolidação das redes sociais, na substituição dos jornais, revistas, TVs, na tarefa de informar o público. Incrível, Humberto, porque eu fui leitor assíduo de jornais desde a infância. Eu me lembro que ia diariamente à sede dos Correios, na cidade onde passei minha infância e adolescência, Nova Granada, no interior paulista, de chave na mão, para abrir a caixa postal de número 72 (nunca me esquecerei deste número), de onde retirava o jornal diário, bem como correspondências. E voltava para casa com o Diário de São Paulo na mão. Esse ritual começou no final dos 50, e durou até o fim dos 60, quando fui estudar em Ribeirão Preto. No final dos anos 60 eu convenci meu pai a assinar a Folha de São Paulo ( Os Diários Associados, que editavam o Diário de São Paulo, na época sob a direção de Edmundo Monteiro, caminhavam para a sua liquidação). Mas eu não ficava só na Folha. Lia também o jornal do meu vizinho, que assinava o Estadão. Mas, curioso, eu nunca percebi, em quase 60 anos de leitura diária de jornais, uma conduta tão tendenciosa da imprensa como nesses dois últimos anos e meio. Eu tinha percebido, isso sim, que a Folha de São Paulo, passara, de uns 20 anos para cá, a ser um jornal para adolescentes. Ou, quando muito, universitários. Pessoas ainda em formação intelectual. Por isso não continuei a ler a Folha, dando preferência ao Estadão, que sempre foi muito mais substancioso do que a folha. Quero dizer, mais sério. Mas isso mudou ante a possibilidade, cada vez mais real, de Bolsonaro vencer as eleições presidenciais de 2018. Comecei a ler um Estadão que eu não conhecia. Comecei a perceber que o jornal que eu sempre admirei já não era mais o mesmo. Percebi que o Estadão encetou uma campanha abjeta para dificultar o caminho do então candidato Bolsonaro. Jamais me esquecerei do artigo de Eliane Cantanhede, no qual a mesma dizia, ou melhor, repetia, o que a pesquisa Ibope dissera dias antes: Bolsonaro não ganharia de ninguém no segundo turno daquelas eleições. Obvio que aquela pesquisa do Ibope era apenas uma leitura do momento. Jamais poderia ser entendida como Eliane discorreu categoricamente. Eliane não disse que no segundo turno, as forças se dividiriam em esquerda e direita. Ela nada disse sobre a avassaladora rejeição popular que havia ao PT na época (como agora também) , diante dos então recentes desdobramentos da Operação Lava-Jato. Eliane Cantanhede fez péssimo jornalismo ali. Certamente com a concordância do Estadão, que só publicava artigos favoráveis a tucanos. Essa foi a razão da minha negativa em continuar a ler o Estadão. Então, Humberto, foi um choque para mim aceitar que não leria mais nenhum jornal. E vejo com satisfação que as redes sociais estão substituindo a tradicional imprensa. Bons e maus jornalistas também foram para as redes sociais. Cabe a nós, agora, a discernir entre o bom e o mau jornalismo.

    • Abel, eu imagino que o meu conterrâneo, paraibano da cidade de Umbuzeiro, Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Mello, o Chatô, esteja se revirando no túmulo por conta dessa atual imprensa podre e dos jornalistas gigolô do dinheiro publico.

  5. Eu gostaria de saber do que estão vivendo esses jornalecos todos, prostituídos e jogados no ostracismo pela maioria de seus, outrora, assinantes!
    Acredito que em breve todos fecharão as portas, bem como a redelixo!
    Nós somos maioria e estamos com a direita, com a honestidade, com a esperança num futuro melhor e com Bolsonaro!
    Quem viver, verá!

  6. Estamos cansados de vermos tanto lixo nas páginas dos noticiários. Se ao tempo, podemos nos defender através das redes sociais é a nossa salvação, para combatê-los e prevenir aos incautos o perigo de acreditar nas mentiras descaradas dessa gente oportunista e irresponsável. Nunca vi tanta mentira, verdadeiro assassinato de reputações de forma geral e irrestrita. Não se avexam, não respeitam, e até o desplante e caradurismo de desejar a morte do nosso Presidente, coisa nunca vista no bom e respeitoso jornalismo. Larguei da assinatura da Veja já faz tempo. Não vou pagar para ler mentiras e atrocidades jornalísticas de baixa categoria. Desafio a nós brasileiros e ao Governo atual para combater este tipo de mídia negra. É preciso moralizar o Brasil e livra-lo dessa indignidade humana, que tomou conta do Brasil. Verdadeiro lixo da comunicação que tomou conta da Nação, uma vergonha, onde se assenta a imoralidade, a mentira e a falsa ética. Gostaria como estão as aulas de jornalismo nas faculdades, com esse péssimo exemplo de dar notícias!!!!

  7. É interessante, só escrevem besteiras e não querem perder assinantes. Levei 40 minutos marcado no relógio para conseguir cancelar minha assinatura do O Estado de S. Paulo e depois ficaram insistindo para que eu voltasse. Noticiem sem tomar partido e ainda embarcaram na canoa errada.

  8. É interessante, só escrevem besteiras e não querem perder assinantes. Levei 40 minutos marcado no relógio para conseguir cancelar minha assinatura do O Estado de S. Paulo e depois ficaram insistindo para que eu voltasse. E ainda tomaram o barco errado.
    Eu nunca escrevi sobre cancelamento de assinatura. Se não querem meus comentários, é só me comunicar..

  9. Sobre o posicionamento do líder do Partido Novo,sobre a obrigatoriedade de inseminação de vacina contra o Covid 19, lembro que em publicação do partido, no curso da campanha eleitoral de 2018, revela a participação ativa de Armínio Fraga, ex-presidente do BC, como indicado pelo FHC, mas antes assessor muito próximo de George Soros, sabidamente membro muito ativo do Clube Bildeberg.

Deixe uma resposta para Edmur Vicentin Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *