O MINISTRO FUX VAI MORALIZAR O PROSTÍBULO?

Por Humberto de Luna Freire Filho

ESTÁ TENTANDO MORALIZAR O PROSTÍBULO
Fux diz que terá meio ambiente como um dos eixos de atuação na presidência do STF | Política | G1
IMAGEM: G1

O Ministro Luiz Fux , novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), com um golpe de mestre,  acaba de extinguir definitivamente a pouca vergonha que existia na segunda turma da instituição, comandada pelo beiçola Gilmar Mendes. Foram retiradas dessa quadrilha as decisões finais em ações e processos ligados à operação Lava Jato, e  que a partir de agora as mesmas serão julgadas em plenário. Isso no mínimo mostra uma moralização da nossa suprema corte transformada em um prostíbulo por uma bando de advogados corruptos a serviço de quadrilhas endinheiradas.

O BEIÇOLA VAI PERDER A PRINCIPAL FONTE DE RENDA
Gilmar Mendes critica Lava Jato: “Se deu poder para gente muito chinfrim”
IMAGEM: Gazeta do Povo

Um outro fato muito significativo hoje que veio para o bem e moralização  da Instituição foi a saída de cena, em caráter definitivo, do juiz de merda, Celso de Mello, também conhecido com o pavão de Tatuí, que hoje fez sua última triste apresentação com um voto de duas horas e dez minutos, no qual determina que o presidente Jair Bolsonaro deverá responder ao processo movido pelo desmoronado ex ministro Moro sobre a interferência do chefe do Executivo na Policia Federal (PF), em um depoimento presencial.

JUIZ DE MERDA OU,  PAVÃO DE TATUÍ, ESTEJA À VONTADE!!!Sextou animado – decisão de Celso de Mello sai até o fim da tarde, diz STF | VEJA
IMAGEM: Veja

Um detalhe que me chamou a atenção no discurso do pavão, que diga-se de passagem, nem ele mesmo entende, foi quando afirmou que o presidente Bolsonaro transformou o Brasil em uma ditadura. Será que essa besta não tem conhecimento de como os regimes  ditatoriais funcionam? Parece que não. Ele deveria saber que depois de falar tanta idiotice,  se vivesse sob um regime ditatorial,  agora ele  não estaria  em casa, estaria preso e quem sabe, na China e na Coreia do Norte, fuzilado.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

12 ideias sobre “O MINISTRO FUX VAI MORALIZAR O PROSTÍBULO?

  1. Humberto, irretocável sua análise sobre a perspectiva de novos rumos no STF com a posse de Luiz Fux como presidente dessa corte de justiça. O STF sai, sem dúvida, do seu pior momento, esse vivido durante a gestão do antecessor de Fux, Dias Toffoli. Nunca o STF se expôs tanto à polêmicas quanto na gestão passada, nunca seus ministros tiveram tanto protagonismo extra-judicial, com declarações infundadas, e que visavam apenas enfraquecer o governo Bolsonaro, como aconteceu durante todo esse período de pandemia. Mas os ataques não se restringiram ao governo Jair Bolsonaro. Visaram também desmoralizar a Operação Lava-Jato. E a gente sabe que enfraquecer a Lava-Jato foi o meio encontrado por diversos ministros da corte para tentar inocentar Lula. Aliás, nos últimos anos, o STF se tornou o escritório de defesa de Lula. Não que o STF tenha deixado de auxiliar os demais bandidos poderosos do Brasil. Não, seria uma grande injustiça, principalmente com Gilmar Mendes. Esse fez e continua fazendo de tudo para livrar todo bandido poderoso das garras da lei. Esse é um desavergonhado incorrigível. Olhe a cara dele, Humberto. É um sujeito imprestável, da pior espécie. Estará sempre ao lado do que não presta, do que afronta a lei e a moral. Mas ele não está sozinho no STF. Não sei se algum ministro se salva ali. Fux talvez seja o menos pior. Infelizmente temos um STF constituído de ministros que se comportam descaradamente como advogados de defesa daqueles que os indicaram. Quanto ao ministro que acaba de se aposentar, Celso de Melo, que foi o motor de muita instabilidade nos últimos meses, autor de frases irresponsáveis, descabidas, será que terá coragem de sair às ruas, andar na calçada, na cidade em que escolher para viver? Não acredito. Não só ele, mas hoje, poucos ministros poderiam se dar ao luxo de sair às ruas sem a presença de seguranças. Gilmar Mendes não pode andar na rua nem na sua querida Lisboa. Imagina em Brasília. Enfim, Humberto, acho que o período Toffoli encerra a fase mais negra da nossa Suprema Corte, fase essa em que um integrante do clã Lula-PT a dirigiu. Mas talvez esse tenha sido o preço da desatenção de grande parte dos brasileiros. Fiquemos atentos a partir de agora. E Fux, que viveu esse triste período, que a tudo assistiu, notando a conduta vexatória dos seus pares, sabendo o mal que eles fizeram à imagem do STF, acredito que irá tentar mudar os rumos da nave sob seu comando. E já começou bem, tirando os poderes absolutos da famigerada Segunda Turma sobre os processos da Lava-Jato. Daí a ira de Gilmar Mendes, o mais imoral de todos os ministros da corte. Em todos os tempos, certamente.

  2. Haaaaaa, céus!!!
    Há momentos que um regime ditatorial viria a calhar! Eu estaria de pleno acordo na eliminação de cânceres do tipo gilmarmendes e similares!
    Os males que causam são irreparáveis!

  3. Humberto, esses novos atos do Fux me surpreenderam , será o começo da moralização do STF? Tomara que sim, muito embora o pobre ou cego desconfie quando a esmola é muito grande…
    Quanto ao “beiçola” o nosso desmoralizado Senado Federal assim como a Câmara dos Deputados nao irão nos surpreender com a aprovação do “impeachment” do safado e incompetente Gilmar Mendes, além de atender aos demais evocados para tal..ha anos…Se um cair fora, será exemplo para que os demais se atenham menos a saga do poder de querer mandar no Brasil acima do Presidente da Republica.

    • Sim! Lilian, tem que haver um início. Se o Congresso criar vergonha e decretar o impeachment do beiçola, os outros da corte porão o rabo entre as pernas.

      • Resta saber se o farão??? Ha anos nosso famigerado Parlamento so dá vexame e amostras de conluio com a bandidagem e temor pelas causas justas e a moralização dos Poderes do Brasil…Pudera todos com rabo preso!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *