O ESVAZIAMENTO DO STF SERÁ COM PÓLVORA OU COM CHUTES NA BUNDA?

Por Humberto de Luna Freire Filho

MAIS PRETO IMPOSSÍVEL

IMAGEM: Vinícius Santa Rosa / Metrópoles

A sociedade brasileira está se conscientizando de que o Supremo Tribunal Federal (STF), com sua decisões monocráticas esdrúxulas e imorais para atender interesses pessoais e de grupos, chegou ao limite do tolerável para uma sociedade minimamente informada e supostamente democrática. Os advogados da Casa não tem a menor parcimônia na hora de defender seus parceiros na corrupção oficial e extra oficial que tomou conta do país.

Será que só com a decretação do Estado de Sítio teremos essa corja de ladrões do erário presa, julgada e sentenciada, conforme a lei vigente no país? O Presidente da República é chefe de governo e de Estado, portanto, comandante supremo das FFAA que por sua vez é a defensora da Constituição. Está na hora do Presidente tomar uma decisão. Chega de tanta cara de pau e falta de vergonha desses ministros que hoje compõem a mais podre suprema corte que o país já teve.

Esta semana o ministro Gilmar Mendes (o laxante), em tempo recorde, mandou soltar um doleiro denunciado pela operação Lava Jato por lavagem de US$ 11 milhões. O ministro Alexandre de Morais (o delegado frustrado) mandou prender sem condenação o jornalista  Oswaldo Eustáquio, enquanto o cachaceiro de Garanhuns, condenado a mais de 30 anos de prisão, vai passar o Réveillon e férias no exterior concedidos pela desmoralizada corte.

JORNALISTA SEM NENHUMA CONDENAÇÃO ALGEMADO À MACA
IMAGEM: Foto: reprodução Twitter

É bem verdade que uma andorina só não faz verão, mas está na hora de a sociedade se conscientizar e ir para as ruas, a sociedade tem a “pólvora” nas mãos e poderá disparar a centelha, para em seguida o governo assumir a defesa dos direitos individuais que a Constituição garante ao cidadão, e que hoje estão ameaçados por um quadrilha de onze aprendizes de ditadores que tomaram conta do STF.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

26 ideias sobre “O ESVAZIAMENTO DO STF SERÁ COM PÓLVORA OU COM CHUTES NA BUNDA?

  1. Humberto: pode tirar o cavalinho da chuva que isso daí não vai acontecer nem q a vaca tussa!!!
    Esses 11 mandam desmandam viraram os donos do Brasil e absolutamente todo cidadão brasileiro é obrigado a acatar e calar a boca pra não ser enquadrado como se bandido fosse na visão desses 11 que mandam no país

  2. Para que tenhamos uma democracia plena é bastante que se ponha em prática o que nos ditam as leis e principios constitucionais: o crime não compensa e todos são iguais perante a lei. Dito isso e muito do que temos visto e vivido neste momento tão desafiador com elevados indices de criminalidade e números de feminicídio alarmantes tenderão a retroceder. Sem uma lei rigorosa e que seja para todos não haverá justiça.

    • Sandra, também concordo, mas isso só será possível quando o país tiver uma justiça séria, não enquanto o supra sumo da representatividade, o STF, continuar sendo um simples prostíbulo.

  3. Concordo ipsis litteris com seu comentário, Humberto!
    Pelo amor de Deus!!!
    Chega!
    Ninguém aguenta mais a mixórdia, o mistifório, a barafunda que se vive neste país, sem lei, sem comando, ao Deus dará nas mãos de políticos asquerosos e togados criminosos!!
    Que o povo acorde e exija o fim disso tudo, porque o que vem acontecendo aqui extrapola todos os limites da lei, da ordem e do bom senso!
    Socorro!

  4. Caro amigo,

    Seus textos sempre brilhantes. Esclarecedores e bem atualizados. Pois é, ja sugeri o recurso que nosso Presidente poderia tomar se demitisse esses 4 generais de pijama do comando de suas pastas.
    Por que ao faz, nao sei. Então, nos resta uma outra alternativa bem mais demorada que é ressuscitar os antigos Decretos Leis. Muito embora extintos e criados por Presidentes da Republica: pra rever a memoria dos esquecidos olhe: “Decreto-lei é um decreto com força de lei, que emana do Poder Executivo, mas pode ser previsto nos sistemas legislativos de alguns países. … No Brasil, o decreto-lei deixou de ser previsto pela chegada da Constituição de 1988.Têm força de lei e foram expedidos por Presidentes da República em dois períodos: de 1937 a 1946 e de 1965 a 1988.”
    No entanto, precisamos de 60 milhões de assinaturas de brasileiros patriotas e que elegeram Jair Messias Bolsonaro. Voce acha que serão capazes???????? Na atual conjuntura onde vivemos a ditadura do Judiciário e um bando de analfabetos aplaudirem ou ficarem somente olhando??? Envio o endereço importante para seus leitores, pedindo a voce para a ampla divulgação de mais essa tentativa de moralidade publica neste Pais, que tem tudo para dar certo se eliminarmos a corrupção endemica que se abate pelo Brasil, além da eliminação imediata de Poderes Constituidos sem o nosso voto e que estão atropelando Legislativo e Executivo e “governando o Pais” à revelia da democracia brasileira. Um STF que envergonha o Pais e o mundo com suas constantes apunhaladas na nossa Constituição Federal quando se acham com plenos poderes acima do Presidente da Republica e desrespeitando o povo brasileiro que o elegeu com quase 60 milhões de votos…Aqui vai. Tentemos de tudo para modificar esse estado de coisas mirabolantes e inacreditáveis que estão ocorrendo na Nação…
    https://youtu.be/uG0Uikzzv9g

    • Lilian, não tenha dúvidas, sempre fiz e continuarei fazendo o que me for possível pelo pais onde nasci e vivo. Nada devo a políticos, nada devo a governo, nem espero benesses, apenas exerço a minha cidadania.

      • Se a solução nao vier do Presidente que tem o queiojo e a faca nas mãos, so uma guerra civil nos salvará quando deporemos essa corja do Senado e da Câmara Federal e do STF com alguns respingos no STF, Ministério Publico antro de esquerdistas e o fechamento de muitos jornais altamente comunistas e difamatórios. Urge se fazer alguma coisa. O povo nao está aguentando mais…O balão esta ficando cheio demais….

  5. Os discursos apartidários de repulsa aos ministros do STF achincalhadores e desrespeitadores da CF/88 deverão ser desencadeados pelos Almirantes, Generais e Brigadeiros. De igual forma deverão ser reconhecidos pelo Presidente da República já que a maioria dos Senadores permanecem cúmplices dos traidores do dever de serem guardiões da CF/88.

  6. Verdade, Humberto, nosso STF é tudo, menos um colegiado de juízes. Os seus membros são verdadeiros advogados, que estão lá para defender interesses de pessoas poderosas, como no caso de Gilmar Mendes, que não quer saber de ver seus amigos graúdos presos. Por isso, os solta imediatamente. Toffoli e Lewandowski estão ali para defender os interesses do PT. Morais não se furta a defender a turminha do PSDB. Barroso e Facchim são defensores das pautas progressistas, como impedir a ação da Polícia nos morros cariocas. As advogadas mulheres da casa também se identificam com as pautas do chamado .politicamente correto. Fux, como presidente da instituição, tenta dar à mesma um ar de corte judicial, mas a gente sabe que ele pouco pode fazer. Kassio Marques parece saber tanto de direito quanto eu sei de alta costura. E Marco Aurélio é Marco Aurélio. Dali pode sair qualquer coisa. Completamente imprevisível. Volto a afirmar, Humberto: esse descalabro que é o STF hoje, é resultado de anos e anos de inapetência política dos bons brasileiros. Nós fomos inapetentes, eu fui, você foi, muitos da minha e da sua geração fomos. Não poderíamos antever o que estava por vir, que era o flagelo petista. A esquerda foi preparando o caminho, tão logo se vislumbrava a redemocratização. Em 1980 a desgraça do PT foi gestada. Poucos anos depois, muitos da esquerda ocupavam palanques para pedir Diretas Já. Meu ex-colega de cursinho em Ribeirão Preto, Sócrates, estava lá, junto com Osmar Santos, Ulisses de Oliveira, Dante de Oliveira, mas também Lula. O plano de chegar ao poder estava em curso. Era preciso ter paciência. Aguardar os governos Sarney, Collor, Itamar, FHC. A hora deles chegaria. Tiveram sorte os esquerdistas. Caso Luiz Eduardo Magalhães não tivesse morrido, talvez a aliança PSDB-PFL-PMDB não soçobrasse. Então, Lula não chegaria ao poder em 2003. Luiz Eduardo Magalhães era um grande articulador político, e isso iria dificultar eventuais manobras de Sarney para deixar a aliança até então vitoriosa acima, e apoiar o PT. Bem, mas isso não ocorreu. O que aconteceu foi que o nefasto PT chegou ao poder com a faca nos dentes, como os hunos de Átila. Quase acabaram com o Brasil. Mas veja bem, Humberto. Mesmo aquela aliança vitoriosa, que levou FHC ao poder em 1995, ela não representava o sentimento da maioria dos brasileiros. Que é hoje o brasileiro de perfil de centro-direita. Essa maioria votou em FHC por falta de um candidato de perfil mais conservador. E que também fosse carismático, como é o nosso Bolsonaro. Somente de poucos anos para cá é que houve um despertar dessa maioria. Que até então era silenciosa. Essa maioria ficava esperando que os tucanos pudessem se impor à destruição petista. Pura decepção. Tucanos de alta plumagem só pensam em si próprios. FHC detesta Alkmim, que detesta Serra, que detesta Doria. Bater no PT, nem pensar. Afinal, os tucanos ficaram nacionalmente conhecidos como a turma de cima do muro. Então, Humberto, é esse despertar da então maioria silenciosa que vai fomentar o início da mudança. Teremos que ter paciência.

      • Durante o primeiro governo FHC, com o plano Real dando um chega pra lá na inflação, com as privatizações da telefonia, das siderúrgicas deficitárias, da Embraer, da Vale, eu me entusiasmei, achando que finalmente o Brasil entraria definitivamente nos trilhos do desenvolvimento. A sustentação política de FHC era invejável, praticamente imbatível. Mas o que levou ao fim essa bem sucedida articulação política, resultando na ascensão de Lula à presidência? A vaidade tucana, certamente. Com a morte do provável candidato da referida aliança à sucessão de FHC, que era Luiz Eduardo Magalhães, o olho grande de José Serra cresceu ainda mais. Ele armou pra cima do marido da Roseana Sarney, resultando na saída do PMDB da aliança cima, e a seguir no apoio desse mesmo PMDB ao PT de Lula. Azar do Brasil.

    • Marcus, não sou contar vacinas, sou médico e reconheço o grande valor das VACINAS. Sou contra esses LIXOS que querem nos empurrar de goela abaixo. Vacinas não se fazem do dia para a noite.

  7. Caro dr Humberto, não consigo entender a maioria da população brasileira, diante de tantos desrespeitos à constituição e abusos dos ministros do STF com a sua maioria incompetentes e desonestos; ainda não foram em peso cercar aquela pocilga lá de Brasília que serve para eles se reuniram e comer lagostas a nossa custa! Além deles não trabalharem pelo país, ainda atrapalham o Executivo que vem exercendo um trabalho exemplar em prol do Brasil.
    Incrivelmente os brasileiros se acomodam diante do perigo que esse bando do STF lhes representam, e mais ainda, é inconcebível aceitar a passividade das nossas FFAA deitada em berço esplêndido sem cumprir a sua nobre missão de defender a pátria para a qual existem. O que está faltando para o povo patriota brasileiros arrombar a porta do STF e exigir o cumprimento da constituição e substituição dos seus membros que não querem trabalhar?

  8. Amigo
    As FF AA, foram e continuam sendo, alvo de uma intensa campanha de desmoralização, por conta da sua luta para impedir a instalação do comunismo no Brasil em 64, por conta disto, não podem empreender uma ação mais radical! precisam de apoio moral e jurídico para esse tipo de operação! Mesmo tendo isto em 64, quando o povo nas ruas pedia uma intervenção militar, e havendo na constituição um item dizendo, todo poder emana do povo e em seu nome será exercido, veja o que aconteceu, uma luta armada, com assaltos a bancos e sequestros de embaixadores e guerrilha no Araguaia! E depois uma Comissão da verdade atropelando a lei da anistia, tentando por todos os meios, levar ao banco dos réus, os agentes da lei que cumpriam seu dever! Não podiam passar o governo para os civis, por que se fizessem isto, “os mesmos”, voltariam ao palco político. Premissa que se confirmou mais tarde!
    Agora esquecendo o passado e voltando ao presente, conforme já disse as FF AA, continuam precisando de apoio moral e jurídico, para uma ação mais radical, nossa CF diz: “todo poder emana do povo, e será exercido por seus representantes ….” O povo continua soberano, e sua vontade precisa ser respeitada, mas como povo pode manifestar sua vontade de forma inequívoca? Indo as ruas, em grandes manifestações! O que atualmente é inviável! Com decretos restringindo a liberdade, e mantendo o isolamento social, esse procedimento é inaceitável! E nas épocas de normalidade, quando era convocado uma manifestação desse tipo, a presença do povo era pífia! Image agora, nesse clima de pandemia! Agora fica fácil de entender a postura dos militares no presente! Também fica fácil de entender a atitude provocativa dos magistrados dos STF! Sabem que não tem nada a temer!

    • Aldo, apoio moral da sociedade as FFAA tem, apoio do judiciário nunca vai ter, mas mesmo assim, que passe por cima de tudo e garanta a Constituição que está sendo rasgada
      no prostíbulo STF. É verdade que estamos diante de uma pandemia e eu na condição de médico desaconselho manifestações em locais públicos, mas existem Artigos constitucionais que não dependem de consulta popular para garantir a soberania e a vontade dos cidadãos, independente de eles irem às ruas ou não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *