DECIDIDAMENTE: BRASIL, PARAÍSO DE LADRÕES

Por Humberto de Luna Freire Filho

O CAÇA-NIQUEIS DE PALOCCI
Resultado de imagem para imagem para caça niquel
IMAGEM: www.youtube.com

O Banco Central (BC) acaba de encontrar e bloquear R$ 30,8 milhões nas contas de Palocci, pessoa física e jurídica. O grupelho do qual ele até então fazia parte estará contribuindo no total com R$ 128 milhões. Agora o Dr. José Roberto Batochio precisa urgentemente saber disso, já que ele continua acreditando na inocência do seu cliente e que tudo não passa de uma perseguição política à moda ditatorial. Vou arriscar um palpite: se prenderem todo os corruptos do Partido dos Trabalhadores, ou melhor dizendo prenderem todos do partido e bloquearem seus bens, a arrecadação do dinheiro roubado, em espécie e outros ativos postos em leilão, será tão significativa que o nosso problema orçamentário para o ano de 2017 estará solucionado e ainda podemos dar férias coletivas para os funcionários da  Casa da Moeda por tempo indeterminado.

Humberto de Luna Freire Filho, médico

 

Facebookmail

14 ideias sobre “DECIDIDAMENTE: BRASIL, PARAÍSO DE LADRÕES

  1. MEUS AMIGOS, NAS CONTAS DESSES BANDIDOS SO VAI ENCONTRAR MIGALHAS, PARA DISFARÇAR, A VERDADE É Q TODA FORTUNA SERÁ ETERNA, ESTÁ TODA ELA ENTERRADA, MAS EM DOLAR, ELIAS

    • Elias, o grosso desse dinheiro está em paraísos fiscais e contas numeradas. Mas há chances de muito dele ser repatriado. Principalmente nos países da União Europeia.

  2. Infelizmente os professores ensinam na faculdade de Direito que ao advogado tudo é permitido para defender o cliente. Não é o que eu penso, pois aprendi, antes, em casa, que em primeiro lugar está a honra do ser humano e depois suas necessidades. De qualquer maneira, o Palocci não deve ter tido pais que lhe ensinasse que nem tudo é válido para a felicidade de uma pessoa, daí o “vale tudo” que hoje estamos constatando através da Lava-Jato. As pessoas que fazem parte do PT seguem a mesma regra, valendo lembrar que até a Máfia tem seus princípios éticos, o que não ocorre em relação ao PT.

  3. Sabe que eu já pensei nisso também? O dinheiro roubado por essa petralhada não é troco! É muito recurso desviado; recurso este que poderia cobrir muitos buracos deixados por esses ladrões. Não tenho dúvidas disso!

  4. Realmente, Millor Fernandes estava certo: “advogados tem compromisso com o cliente, não com a verdade”

    O dr. Batoclio chegou ao cúmulo de dizer que quem recebeu a propina para guardar o acervo do LULA foi o povo brasileiro, pois o acervo, segundo ele, pertence ao povo. he he

  5. Tive um professor de direito trabalhista na faculdade de Direito que ensinou o seguinte: “Peçam tudo para o seu cliente; o que ele tem e o que ele não tem direito. Se ganhar, será lucro para seu cliente e aumentará seus honorários”. Foi uma das grandes decepções que tive com o direito mas que, por outro lado, levou-me a entender os “valores” que norteiam grande parte dos advogados.

    • Cláudio, os princípios éticos e morais são fundamentais em uma sociedade, independente da profissão que o cidadão exerça. Assim é que se faz um país sério e respeitado.

  6. Humberto, esse Batochio é uma pessoa desprezível, mentirosa, que vive defendendo bandidos de grosso coturno…Ele teve a cara de pau de dizer que a prisão do Palocci foi um ato típico da ditadura…Mas não só esse advogado, como outros criminalistas que defendem os petralhas, eles têm que saber que estão defendendo pessoas que causaram grandes prejuízos ao Brasil, eles não defendem o interesse público, o interesse da sociedade…Então a opinião deles não merece crédito nenhum…É preciso que a sociedade saiba que eles pensam apenas no dinheiro sujo que vão receber de Palocci, Lula, Zé Dirceu, etc…Ou alguém acha que esses advogados vão receber seus honorários com dinheiro limpo?

    • Luiz Eduardo Greenhalgh fez escola e tornou-se o advogado mais rico do Brasil criando indenizações e pensões vitalícia para “perseguidos políticos ” cobrando 50% de honorários pelos valores sacados dos cofres públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *