QUEM VAI MORALIZAR O “LUPANAR BRASIL”?

Por Humberto de Luna Freire Filho

Resultado de imagem para imagem para socorro aos militares
IMAGEM: Download Lagu MP3

Quem vai regenerar moralmente o Brasil? O destacado desembargador, Carlos Eduardo Thompsom Flores Lenz, Presidente do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4), classificou de irretocável  a sentença do Juiz Sérgio Moro na condenação de Luiz Inácio Lula da Silva  a uma pena de 9 anos e 6 meses. Porém deixou bem claro que não será o Judiciário que irá moralizar o país. Pelo que tenho visto de podres nos poderes Executivo e principalmente no poder Legislativo, acrescento que com certeza também não serão eles. Alô, FFAA! a sociedade pede socorro. Nunca pensei  na minha juventude que,  após chamar os militares de alta patente de “gorilas”, fosse ter a humildade de um dia pedir socorro a eles. 

Humberto de Luna Freire Filho, médico

Facebookmail

26 ideias sobre “QUEM VAI MORALIZAR O “LUPANAR BRASIL”?

  1. Há 60 anos que acompanho o conceito da classe dos militares da FFAA dados pelos cidadãos (ãs) brasileiros elas sempre estiveram em primeiro lugar com alta margem de vantagem do colocado em segundo lugar. Hoje, eu noto que esse conceito está caindo brutalmente, creio que por sua omissão ou não sei qual o motivo. Antes as FFAA eram a garantia de defesa da pátria e confiança do povo, infelizmente na atualidade eu não sinto o mesmo.

    • Benone , noto que isso aconteceu quando extinguiram os ministérios (Exército, Marinha e Aeronáutica) e criaram o ministério da Defesa, entregue a civis esquerdistas de carteirinha.

    • Concordo porém naquela época muitos “lutaram” por democracia e exatamente esses “muitos” fugiram do país na época. Quando foi aprovado a Anistia Geral e Irrestrita, esses “muitos” voltaram, se juntaram a Sindicalistas e deu no que deu. Mas não queriam a democracia?, agora tratemos de evoluir ou… regredir!.

  2. Dr. Humberto, afirmo sem medo de errar: EMPATAMOS!!!
    Fui ativista sindical, naquele que era considerado o maior até o ano de 1964, Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda. Abandonei na hora certa por não concordar com o palavreado da cumpanheirada. O que falta no BRASIL é DISCIPLINA, isso as FFAA tem.

  3. Humberto, não que hoje eu não reconheça a importância do feito dos militares à época, nos anos 60. No início, não só eu, mas muitos de meus amigos torcíamos o nariz para a presença quase onipresente dos militares no Brasil daquela época. Agora, a cada dia que passa, penso no que poderia ter ocorrido com o Brasil caso os malucos da esquerda conseguissem chegar ao poder, através de João Goulart, Brizola, Francisco Julião, Prestes, etc. Iríamos nos alinhar à Cuba, à União Soviética, à China da Revolução Cultural, à Albânia. Teríamos sido coletivizados, o país se estatizaria completamente, e toda nossa indústria colocada à serviço do dirigismo estatal. É a receita perfeita do desastre. Com sorte, nos livramos disso tudo, embora, por muito pouco, o PT não nos brindou com um bolivarianismo tupiniquim ainda há pouco. Mas penso que podemos inaugurar uma fase nova na política do Brasil, sem a necessidade de um novo governo militar. O que nós, brasileiros, não podemos tolerar, é sermos ingênuos o suficiente para permitir a volta da esquerda troglodita ao poder. A esquerda de Gleisi Narizinho, do falastrão do Lindberg, enfim dos tresloucados do PT. Pois, se isso ocorrer, nem a Poliana dará jeito. O que o Brasil vai precisar, daqui para frente, é de gente honesta, que quer um Brasil melhor. Se essas pessoas se apresentarem, dispostas a mudar o paradigma da política no Brasil, temos tudo para virar o jogo. Tenho certeza de que o Doria é uma dessas pessoas. Acho que não vou me decepcionar. Mas além dele, devem existir muitos bons brasileiros que ainda não se apresentaram à política, por receio de serem dragado pelo mar de lama que inundou nosso horizonte político. Que venham esses brasileiros. Lula, Renan, Cabral, Aécio, Temer, nunca mais depois de 2018. A pinguela tem que aguentar até 2018.

    • Abel dentre os ditos presidenciáveis até o momento, acho que Dória é uma boa opção, desde que não se junte a Serra, a FHC e mesmo a Geraldo Alckmin.

      • Essas pessoas citadas por você precisam entender que o tempo delas passou. Serra, FHC, principalmente começaram a dar uma nova cara ao Brasil, à época do Plano Real, mas não conseguiram impedir o toma-lá-da-cá da política, que descambou na corrupção gigantesca que implodiu o sistema político. Portanto o tempo deles passou. Que venham novos brasileiros, que pensem em progresso, e não na bobagem do socialismo.

    • Caro Abel: Se a memória não nos falha, nosso Brasil tinha pouco mais de 70 milhões de habitantes e um número muito pequeno daqueles que – como v. mesmo disse – “torciam o nariz” para o período em que (nós) os militares formataram – digamos assim – um governo. E como militares, a conduta foi sempre marcial, conforme nossa formação – Logo, não poderia ter sido outra a atitude governamental-militar que não a de censurar, mesmo, os maus costumes em geral, incluido o político. Pois bem: pediram tanto a revogação daquele modelo e o atacaram tanto, que os “narizes torcidos” mais radicais conseguiram fazer desse País, o que se vê e se ouve, hoje. E hoje somos mais de 200 milhões de almas(penadas?) – três vezes mais que em 64, e uma FA defasada em numero, equipamento e ideais, estes. maculados pela jagunçada pinçada nos ultimos tempos a postos antes ocupados por pessoas de bem. Abraços.

      • Ubiracy, hoje as nossas FFAA estão realmente defasadas, eu imagino com ficarão daqui para a frente com essa política suja de um governo infestado de ladrões levando o país ao caos econômico.

  4. O que precisamos mesmo é aprender a votar e não trocar voto por dentadura, prótese, vulgo “perereca”. Infelizmente nosso povo se vende por muito pouco e nisso mora o perigo. Precisamos ter espírito de corpo, de coletividade e não olharmos apenas e tão somente para nosso umbigo. Educação é o que nos falta. Invistamos na educação e não será preciso cogitarmos de impeachment, denúncia contra este ou aquele politico, pois iremos saber separar o joio do trigo na hora certa e a hora certa é a hora do voto. Não vejo como nossos atuais dirigentes tenham interesse em que o cidadão seja politicamente correto, porque consideram que quanto pior melhor para todos eles.

    • Sandra, curral eleitora precisa acabar, só assim teremos uma democracia representativa, livre e longe de bolsa família e de outros paternalismos.

  5. Só não aceita os militares quem pretende cometer falcatruas ou instalar um regime bolivariano no Brasil, mas não temos mais FFAA nem oficiais generais que assumam posições de liderança em defesa do país, a exemplo de Castelo Branco, Geisel, e outros mais. Para não ir muito longe, e ver a que ponto chegou a desmoralização, a FAB transformou-se no uber dos vagabundos que não podem entrar em aeroportos e aviões comerciais, sob pena de vaias e surras, chegando até a transportar um deles para um implante de cabelo !!!

    • Verdade Lafayette, o Brasil está carente de lideranças, em todos os setores da vida pública. E é o que não se consegue do dia para a noite.

    • Não podemos esquecer que esses “vagabundos” estão todos eleitos e infelizmente reeleitos por uma maioria de votantes de péssima qualidade, portanto os eleitos são apenas o espelho deles. Não há como serem diferentes!, lembrando que essa esculhambação começa bem perto das nossas casas, ou seja: nos Municípios, basta conhecer os intestinos do Executivo e do Legislativo que qualquer pessoa de bem sai vomitando!.

      • É verdade Camargo! Os eleitos são o espelho do eleitorado. Sem investimentos em educação não dá. E isso não é, nem nunca foi, prioridade dessas quadrilhas. Os currais eleitorais precisam continuar existindo para que eles, os corruptos, permaneçam na política.

  6. O Brasil vai melhorar APENAS quando o povo souber votar, passa ano e os mesmos bandidos reeleitos, apenas 1 caso , aquele crapula do RN, recem preso, estava a 10 legislaturas na Camara dos Deputados

    • Caro José, precisamos investir muito em educação e saúde para a longo prazo sermos primeiro mundo. A curto prazo só vejo uma solução… limpeza radical! mesmo que seja inconstitucional.

  7. Alô, Humberto ! Quanto ao mantra “investir em educação” lembro ao amigo que o Brasil gasta, como proporção do PIB, mais que a Coreia do Sul – país que tem uma educação modelar, enquanto nós… De sorte que as evidências mostram que o buraco é mais embaixo. Definitivamente o que não falta é dinheiro para nossa educação – e, suspeito, tampouco para a Saúde. Todavia, gasta-se muito e mal, e grande parte dos recursos vão parar nas “áreas-meio” (burocracia) e não nas “áreas-fim” onde está a professora na sala de aula e o bom atendimento nos nosocômios. Essa é que é a verdade.

    • Sílvio, realmente dinheiro não falta, basta ver o quanto nós pagamos de impostos. O que realmente falta são técnicos com capacidade, escolhidos por mérito e que tenham condições de planejar, no lugar de politiqueiros corrupto e ladrões como os temos hoje. Meritocracia passa longe.

  8. From: LUIZ ROBERTO BRANDAO PIRES
    Date: Mon, August 14, 2017 11:24 am
    To: Humberto De Luna Freire Filho

    DR HUMBERTO

    ÓTIMA SÉRIE

    DIFÍCIL ESPERAR PELAS FFAA , ELES ESTÃO RESSENTIDOS , ACHAM QUE NÃO FORAM DEVIDAMENTE VALORIZADOS PELO 31 DE MARÇO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *