O DONO DO BRASIL?

Por Humberto de Luna Freire Filho

Resultado de imagem para imagem para lula chefe de quadrilha
IMAGEM: YouTube

Resultado de imagem para imagem para lula
IMAGEM: Gazeta do Povo

Resultado de imagem para imagens para barack obama
IMAGAM: Diário Liberdade

“Vou ser candidato e vou ganhar as eleições”. Foram palavras textuais ditas ontem no estado do Espírito Santo por um manhoso, tinhoso, escorregadio, matreiro, desonesto, mentiroso, safado, ladrão e feio prá cacete, chamado  Luiz Inácio da Silva, vulgo Lula. E complementou garantindo que o Supremo Tribunal Federal vai permitir sua candidatura mesmo que ele seja condenado pelo TRF-4 e se torne um Ficha Suja.

Pobre Justiça brasileira, desmoralizada e de quatro para um Macunaíma da vida. Lendo recentemente o email  de um amigo virtual, lembrei-me de uma tirada de Barak Obama que, se dirigindo aos jornalistas e olhando para o jerico falou: “é o cara”. Isso é uma gíria nossa, e por uma questão de desconhecimento da língua portuguesa, o ex- presidente americano quis dizer; é a cara…do Brasil.

Humberto de Luna Freire Filho, médico

Facebookmail

10 ideias sobre “O DONO DO BRASIL?

  1. Obama, quis dizer: Este é o cara..de pau mais fdp do Brasil.

    Espero que o povo Brasileiro imite o Boliviano que está rejeitando o golpe do cocaleiro na “justiça” da Bolívia.

    Infelizmente, desculpem meus amigos do Norte/Nordeste, mas … vão votar em peso na jararaca.

    Viva o TRF4 que já está embalando o recurso.

  2. Esse mega-bandido conhecido como Lula não teria chegado onde chegou não fosse a tibieza e a vaidade dos tucanos. Essa quadrilha, disfarçada de partido político, o PT, não teria conseguido colocar um presidente no Palácio do Planalto em 2003, se o PSDB fosse um partido de homens com h maiúsculo. Os tucanos teriam que fazer o possível e o impossível para evitar que os ladrões de dinheiro público chegassem ao poder como chegaram. As trapaças armadas por José Serra contra a Roseana Sarney, que era a favorita nas pesquisas, no início de 2002, jogou o PMDB no colo do PT e deu no que deu. Não que a Roseana Sarney fosse o candidato dos sonhos dos brasileiros para vencer as eleições daquele ano. Mas pelo menos não teríamos o dissabor de ver o PT chegar à presidência. Assim, os tucanos, covardes como sempre, sempre em cima do muro, permitiram a chegada do flagelo petista à presidência. Lula pensa que é um grande personagem, os petistas também acham isso. Mas na verdade, ele é um bandido. É uma lástima que exista um partido político tão irresponsável como o PT, que não quer enxergar a realidade.

    • Abel, uma grande oportunidade para acabar com o jerico de Garanhuns, já como presidente, foi perdida por ocasião do mensalão. Na época o mandão do PSDB, o boca mole, FHC, resolveu deixar que o crápula sangrasse até o fim. Não sangrou e ainda elegeu a anta mineira.

  3. A vaidade e a arrogância se chama Luiz Ignácio Lula da Silva, o cara! Cara de pau!!! Mentiroso, meliante deslavado acha-se semelhante a Deus, só faltou dizer que era o Cristo Redentor renascido pra salva a Nação Brasileira…Não tem vergonha na cara ignora o que seja é ética, caráter e honradez, perdeu a noção e a sensatez de alguém seja realmente um cidadão brasileiro responsável que ame sua Pátria e queira o bem dela sem nada em troca…..Tremendo palhaço e picareta. Matou a mulher de desgosto e vergonha!! Agora culpa a Lava jato…sujeito nefasto que enlameia por onde pisa….

  4. VAI GANHAR, SIM.
    ELE MERECE.
    ELE É COMPETENTE.

    “Vou ser candidato e vou ganhar as eleições [para presidente do time de futebol da Papuda]”.

    Se fosse presidiário também votaria nele.
    Graças a Deus não somos da laia dele.
    Abraços.

  5. EU NÃO ME ESQUEÇO E FAÇO QUESTÃO DE REGISTRAR. (Texto longo – afinal são muitas lembranças).
    Do sorriso zombeteiro dos que votaram em Dilma, logo após o encerramento do sufrágio.
    Eu me lembro de alguns momentos (resiste e não assisti) de debates em que ela deixou evidente sua limitação intelectual, mais parecendo uma bobona que nem sabia porque estava ali, mas enfim estava e pretendia ficar.
    Eu me lembro de ver que logo depois que ela foi eleita, o país começou a ver o que ela e sua turma de terroristas esconderam, ou seja, os números alarmantes negativos em torno da economia.
    Eu me lembro de orar por ela e por seu governo, pedindo que Deus fizesse um milagre. Eu me lembro da omissão de Aécio quando começou a ficar evidente toda falcatrua para reeleger a tal presidenta, como que querendo dizer: eu faço que não sei e você finge que não sabe e assim ninguém fica sabendo que na verdade eu e você sabemos muito bem como anda nosso país.
    Eu me lembro de todo esforço da oposição em torno de um impeachment.
    Lembro-me de dizer que jamais apoiaria qualquer impeachment até que tivesse conhecimento total de que havia realmente motivos legais para isso, até que recebi de graça, todo o processo dos juristas que lideraram o pais para tirar Dilma do lugar em que JAMAIS ela deveria estar. E então me convenci que havia fundamento jurídico e MUITO MAIS VONTADE POLÍTICA DE AFASTAR A DILMA DO PODER. Ignorância (a mandioca e o milho, ensacar vento e uma obra completíssima de idiotices – falando do ponto de vista patológico – citar uma leitura sem se lembrar do essencial do livro querendo se passar por intelectual, coisa que a tal presidenta, notoriamente, provou não ser).
    Lembro-me de ver cristãos se posicionando a favor da esquerda desse país gritando – GOLPE, sem se dar conta de que esse slogan também era uma jogada de marketing, como uma cortina de fumaça tentando obstruir a visibilidade das atitudes irresponsáveis que fez a máquina que gere o pais fundir.
    Lembro-me de dizer à alguns amigos que votaram em Dilma, que agora já não mais meus amigos, que eu não havia votado no Temer, mas eles sim. Eles faziam parte da mesma chapa e estavam no segundo mandato. Se eles mesmos já não se entendiam, como eu posso entender isso.
    Lembro-me de ver no Facebook uma menina que deve ter agora 15 anos postando – FORA TEMER – e parecia que ela repetia mais o que seu pai diz do que ser algo dela, que não tem o mínimo conhecimento de política que lhe daria autonomia para gritar tal frase.
    Lembro-me dos votos de deputados federais palhaços (com raras exceções) dando seu voto a favor do impeachment, como a da deputada cujo marido, no outro dia, foi preso acusado de corrupção, como se eu não soubesse que alguém sabia da tal corrupção e que se vingou jogando farofa no ventilador para se vingar.
    Lembro-me da posse do novo presidente e do português polido de Temer, das nomeações de ministros e das demissões de muitos nomeados porque tinham processo acusando-os de corrupção. E mudou-se tanto os ministérios que sinceramente, se me perguntarem, por exemplo, quem é o Ministro da Educação, lamento (podem me achincalhar) eu responderei que não sei. E A CULPA NÃO É MINHA, ninguém esquentou, com exceção do Ministro da Economia (Henrique Meirelles), a cadeira da maioria dos ministérios.
    Lembro-me, com enorme tristeza, quando começaram a aparecer de forma mais visível, as falcatruas de Lula, (Triplex de luxo no Guarujá, Sitio em Atibaia, etc…etc…(e põe etc…) e que mesmo havendo NO MÍNIMO fortes indícios de CRIME ele afirmar que duvida haver no Brasil alguém mais honesto do que ele (e como é possível alguém acreditar em uma pessoa que diz tal aberração?).
    Lembro-me de vê-lo se aproveitar do velório de sua esposa para fazer campanha bem como lançar o nome da falecida na lama quando foi interrogado pelo juiz Sergio Moro (isso é de uma inescrupulosidade sem condições de medir). E ainda tem gente que o defende como a senadora Gleise que também tem, junto com o marido, processo que poderá resultar em condenação. Só que eu não acredito que ela vá para a cadeia. Assim como foi a política que insuflou o impeachment de Dilma, será a política responsável por manter criminosos longe dos presídios.
    Estou cansado de tantas e tantas lembranças que fazem doer minha consciência e lamentar ao pensar o que as futuras gerações irão dizer dessa nossa geração quando lerem os livros que contam a história sem partidarismo.
    O BRASIL precisa de uma REFORMA POLÍTICA URGENTE. Não dá mais para manter os salários e as mordomias de deputados, senadores. Mesmo com tais salários, eles se corrompem acumulando riqueza que teriam que viver muitos séculos para gastar.
    É preciso privatizar e enxugar a máquina, tirar do Estado o poder que lhe dá autonomia para se apropriar, em forma de impostos, daquilo que o trabalhador ganha de forma humilhante.
    EU NÃO ME ESQUEÇO, MAS SE ME ESQUECER EU ESCREVI….

    • Aiello, Dilma é uma anta e Aécio Neves um canalha, na sequência, um governo tampão, não menos corrupto, que de início já dava essa certeza pela conduta suja dos ministros escolhidos. Enfim, o Brasil realmente precisa ser passado a limpo, antes que acabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *