ACABOU!!! NÃO SE XINGA NEM SE CHUTA CACHORRO MORTO

Por Humberto de Luna Freire Filho   *deputado não reeleito é deputado preso*

LULINHA PAZ E AMOR MORREU!!!
Resultado de imagem para imagem para cachorro morto
IMAGEM: Uol

Resultado de imagem para imagem para não se chuta cachorro morto
IMAGEM: Palavra Fiel

Muito tem se falado sobre a possibilidade de a ministra Cármen Lúcia,  do Supremo Tribunal Federal (STF), convocar o plenário da Suprema Corte  para uma possível revisão da possibilidade de execução de penas após condenação em segunda instância. A essa altura, eu e milhões de cidadãos brasileiros, não comprometidos com a bandalheira reinante nos três poderes dessa podre República, nos perguntamos se isso é realmente uma Corte Constitucional ou um puteiro pertencente a Luiz Inácio Lula da Silva.

Não tenho a menor dúvida de que a ministra Cármen Lúcia está sendo pressionada para pautar o assunto com urgência e com uma só finalidade – salvar um corrupto da cadeia, por pelo menos meia dúzia de outros corruptos que integram a pretensa corte de justiça. Existe jurisprudência firmada em 2016, determinando que após condenação em segunda instância a pena deverá ser cumprida, independente de possíveis recursos impetrados pelo réu.

Acontece que nesse desmoralizado país, infelizmente, sempre se dá um passo à frente e dois para trás. Vamos cair na real!  Esse crápula, que junto com sua quadrilha roubou  a Petrobras, roubou o BNDES, roubou a Caixa Econômica Federal (CEF), roubou o Banco do Brasil (BB), roubou os Fundos de Pensão e distribuiu os nossos imposto com as mais poderes ditaduras do mundo, não pode mais estar presente na mídia, nem muito menos xingado, porque não se chuta cachorro morto.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

14 ideias sobre “ACABOU!!! NÃO SE XINGA NEM SE CHUTA CACHORRO MORTO

  1. Uma lástima que agora existe essa possibilidade de considerarem do “cachorro morto” Lula escapar da prisão por causa dessa discussão prende em 2ª instancia ou não. Aquela corte é perigosa, inconfiável, parece-me que a Ministra é insegura diante dos seus colegas matreiros, raposas velhas e espetaculosas que não escondem a arrogância e a sua suposta supremacia. Que diferença foi o julgamento do cachaceiro pelos desembargadores do TRF4, que deram um show de julgamento e postura impecável e conhecimentos jurídicos explicados um a um de maneira simples e didática perfeitamente entendível a qualquer leigo. Nem de longe se assemelha àquela Corte de falastrões exibicionistas esbanjando arrogância e antipatia para um publico que parecem desprezar…

  2. Humberto, a luta para termos um país decente ainda tem muito chão para caminhar. Admito que avançamos muito, graças à Operação Lava-Jato, que fez com que milhões de brasileiros acordassem. Milhões de brasileiros que entenderam de fato o que representa a esquerda no Brasil: um atraso só. Muito diferente do que ela apregoa, ela não é progressista. Pelo contrário, ela defende o atraso. Ela defende a existência de um mundo que não existe mais. Ela defende Cuba, com sua falta de liberdade, só para dar um exemplo. Mas a esquerda é mestre na arte de enganar, de mentir. E ela usou esse artifício à exaustão nesses 35 anos que nos separam do fim do regime militar. Não tenho receio de dizer que o período petista, de 2003 a 2016, foi o período em que o Brasil correu mais riscos em toda sua história. Risco de virar uma Venezuela. Risco de nunca mais se recuperar e voltar a ser um país com chances de dar certo, como é o caso do vizinho país, totalmente controlado por uma organização anti-democrática. Até ouso comparar nosso caso com o problema vivido pela Inglaterra logo após a queda da França, em junho de 1940. Os nazistas, então no auge do seu poder, com todas suas divisões Panzers, sua fortíssima Luftwaffe, a menos de 50 km da costa inglesa, após a retirada de Dunquerque. Por muito pouco, por um erro (um dos muitos erros cometidos por Hitler), ele não teve coragem de invadir a Inglaterra e antecipar o fim do império britânico. Claro que não estamos em guerra como os ingleses estavam, mas os petistas por pouco não nos transformaram em uma república sindicalista, com resultados terríveis para nosso Brasil e para a América Latina. Mesmo assim, os efeitos danosos do petismo são graves, como a corrupção desmedida que passou a campear o Brasil nesse período. Além da compra sistemática de parlamentares, os petistas conseguiram colocar na mais alta corte de justiça do Brasil dois ministros que jamais poderiam estar ali: Tofolli e Lewandowski (não sei se a grafia está correta). E isso é gravíssimo, pois esses dois personagens foram colocados ali com a missão de decidir politicamente, não juridicamente. Então, não é errado dizer, que esses dois juízes, mais o sinistro Gilmar Mendes, trabalham contra o Brasil. São três políticos disfarçados de juízes. E isso é um grande problema.

    • Abel não só no Brasil a esquerda representa uma atraso, mas em todo o mundo. Não deu certo em lugar nenhum do mundo. Onde passou deixou um rastro de miséria. O que é Cuba hoje? Estive na Rússia em 1991, não era mais União das Repúblicas Socialista Soviéticas Russas (URSSR) já era CEI – Comunidade dos Estados Independentes. Fiz um grande trajeto por terra em território russo e só não passei fome porque havia comprado na Dinamarca muitas latas de biscoitos finos para presentear os parentes na volta (só chegaram as latas). As únicas duas cidade em que podemos ter uma alimentação razoável foram São Petersburgo, na época ainda Leningrado e em Moscou. Miséria total em Viborg, primeira cidade da Rússia após sair da Finlândia, em seguida Novgorod, Kaline, Ismolenski, Minsk e Brest Litovski, já na fronteira com a Polônia. Abel, concordo com você, acho também que o risco de o Brasil se transformar hoje em uma Venezuela gigante foi bastante reduzido graças a operação Lava Jato a despeito de termos no Supremo Tribunal Federal (STF) três pústulas: tofolli, levandowski e gilmar mendes.”ministros minúsculos”

      • Humberto, eu também acho que o Brasil será outro país após a Operação Lava-Jato, que trouxe à tona um gigantesco esquema de corrupção político. Mas não podemos nos iludir: se o PT conseguir voltar ao poder em 2019 (eu não acredito nisso), ele vai tentar de tudo para obstruir o andamento da Operação Lava-Jato. O próprio Lula já disse, em palanque, que o juiz Sérgio Moro tem que ser exonerado, caso ele vier a ser Presidente do Brasil. Não podemos correr esse risco.

        • Abel, eu acredito que o crápula não conseguirá nem registrar sua candidatura, muito menos ser eleito, mas…se isso acontecer está na hora do país fechar para balanço e os mais jovens pedirem asilo.

  3. Infelizmente o cachorro morto, jararaca ou seja lá o bicho que for, ainda detêm muita força dada à desqualificação total daqueles seres sem moral e sem ética que compõe a que indevidamente se denomina “suprema corte”. Deles, tudo se pode esperar e assim, se a ministra Carmen Lúcia não conseguir resistir às pressões de todos os lados da turma do mal poderemos ainda ter muitos dissabores. São venais e corruptos no último.

    • Antonio Carlos, pelo menos a nível de sociedade ele perdeu muito. Mas no tapetão, aí está o risco, continua cheio de bandidos comprometidos com a podridão do crápula.

  4. Subject: Re: NÃO SE CHUTA CACHORRO MORTO
    From: Otacilio Miranda Guimarães
    Date: Sun, January 28, 2018 5:04 am
    To: “lunafreire@falandodebrasil.com.br”

    Caro amigo,

    Cautela e caldo de galinha não faz mal a ninguém. Eu acho que o cachorro ainda não está morto, pois continua arrotando suas bravatas e incentivando seus capangas a fazê-lo, como pode ver aqui:

    O problema não é o cachorro, mas quem alimenta o cachorro. O Brasil é um país onde a esquerda fincou raízes profundas em todos os setores da sociedade e o monstro que essa esquerda produziu está fazendo seu trabalho incessantemente. Não pense que uma provável prisão de Lula vai por as coisas no lugar, muito pelo contrário, vai agitar mais ainda os dogmáticos da esquerda e levá-los a se unir. Os esquerdistas estão à beira de um ataque de nervos. E como só têm uma liderança forte, que é o Lula, se este for preso vamos ter muita merda escorrendo morro abaixo. Portanto, amigo, a bravataria petista não é a toa, sobretudo diante de um governo fraco e sem autoridade para por as tropas nas ruas a fim de evitar agitações.

    Observe o panorama político atual a menos de um ano das eleições. O único candidado não esquerdista é o Jair Bolsonaro, um excelente candidato a ditador dado o seu radicalismo. Os demais estão divididos entre esquerdistas/comunistas, oportunistas e os aventureiros de sempre. Nesse grupo tem o senador Álvaro Dias, cujo odor eu não conheço, portanto, não sei se cheira ou se fede. É um senador combativo que fez uma ferrenha oposição aos governos petistas, tanto que se afastou do PSDB e hoje está no pequeno PODEMOS.

    É um homem íntegro contra o qual nunca pesou nenhuma denúncia. E tem experiência administrativa, pois já foi governador do Paraná e fez um bom governo.

    Fosse o Brasil um país normal, Álvaro Dias ganharia esta eleição no primeiro turno com folga. Penso assim porque entre ele e Jair Bolsonaro só existe uma afinidade: o aspecto moral. Além do aspecto moral, Álvaro Dias tem cultura e experiência administrativa, coisas que o Jair não tem. Os apoiadores de Jair são os revoltados com a corrupção generalizada, com a insegurança pública e com a impunidade, e o Jair é o único que promete cadeia para os corruptos e balas para os bandidos. O seu destemor em abordar assuntos sensíveis como estes tem conquistado muita gente.

    Agora, com a entrada do senador no páreo, se ele souber capitalisar suas qualidades de político íntegro e de bom administrador, conquistará a maioria dos bolsonaristas, uma boa parcela dos esquerdistas de boa fé – se é que tem algum -, muitos desiludidos com a política, os indecisos pela falta de um bom candidato, enfim, acho que vai depender somente dele e de como conduzirá sua campanha. Sem Lula no páreo, tudo ficou mais fácil porque até os radicais vão se dividir, pois Lula é quem galvaniza es esquerdas.

    O problema, amigo, é que o Brasil não é um país normal e uma parcela considerável do seu eleitorado se deixa enganar facilmente por aventureiros e mal intencionados. Entretanto, a história registra que é nos momentos de maior perigo que os povos escolhem seus caminhos. Portanto, eu acho que se o senador Álvaro Dias montar uma estratégia centrada nos erros das esquerdas, em suas virtudes pessoais e explorar o anseio da maioria por desenvolvimento e progresso, poderá facilmente ganhar as eleições.

    O Brasil precisa urgentemente de duas coisas: moralidade em sua vida política e um choque de gestão e de capitalismo em sua vida econômica. Se o senador Álvaro Dias souber explorar esses dois aspectos, será o candidato mais qualificado a ganhar. Mas para isso, precisa ser muito claro em seu projeto de governo e cercar-se de pessoas competentes e tão íntegras quanto ele.

    De qualquer forma, acho um erro considerar que o cachorro está morto. Eu gostaria que realmente estivesse.

    Bem, estas são opiniões de um cidadão que apesar de auto-exilado por não suportar o fedor dos esquerdistas, gostaria muito de ver o meu país seguir um novo rumo.

    Queira, por gentileza, opinar. Gosto muito de suas opiniões.

    Um abraço,

    Otacílio

    • Pois é conterrâneo, o cachorro já está juntando moscas mas ainda respira. Principalmente porque ele tem dentro do puteiro, que por aqui é chamado Supremo Tribunal Federal ou Suprema Corte, como queiram, gente de baixo nível, sem caráter, sem ética e sem moral, sempre a serviço dele. Estive recentemente no Nordeste, e como sempre viajo no meu Jeep (sou jipeiro nas horas vagas rsrsrs), e paro com frequência nos pequenos municípios, principalmente nos postos de saúde, quando existem, e converso com os colegas médicos e paramédicos.

      Nessa minha última viagem tive o prazer de perceber uma animadora mudança de pensar da classe média baixa. Um “milagroso” descrédito, bem diferente do fanatismo de vezes anteriores. Lógico que os miseráveis, remediados continuam de bicos abertos esperando as migalhas do bolsa família. Quanto à escolha do nosso candidato à presidência da República, continua difícil. Você fez elogios a Álvaro Dias, acho que de momento suas chances são poucas mas… quem sabe ? ele tem experiência política, portanto, sabe dirigir uma campanha sem radicalismo diferente do candidato Bolsonaro.

      Não descarto a possibilidade de lhe dar meu voto. Tive a oportunidade de conversar com ele por mais de 1 hora, aqui em SP. Isso, em pé em uma fila, esperando o momento de receber o autografo no livro do jornalista Reinaldo Azevedo. Lógico que surgiu um puxa saco, talvez funcionário da editora, não sei, e lhe ofereceu avançar na fila, oferta que ele não aceitou e responde que o papo ali estava bom demais. Nessa oportunidade, falamos também sobre o relacionamento político dele com o ex-senador pelo Paraná, nosso conterrâneo Leite Chaves (a família dele foi vizinha de minha avó), hoje classe média morando em João Pessoa e fora da política.

      PS – Vou ficar “ligado” para ver se o cachorro já iniciou o processo de decomposição.

  5. Subject:
    Re: _NÃO_SE_CHUTA_CACHORRO_MORTO
    From:
    Edgar Granata (Add as Preferred Sender)
    Date: Sun, Jan 28, 2018 8:39 pm
    To: lunafreire@falandodebrasil.com.br

    . . . O MOLUSCO E SUAS ” p a l e s t r a s ” REGIAMENTE BEM PAGAS PELOS c o r r u P T o s , AGORA, DESTA FEITA,,

    QUERIA APRIMORAR SUAS FAÇANHAS COM UMA VIAGEM À ETIÓPIA , QUIÇA , PARA APRESENTAR SUA TESE DE

    ” d o t o r ” . . . DEU COM OS BURROS NA ÁGUA . . .

    Edgar Granata – OAB/RS – 8.388

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *