O PRESIDENTE QUER TRANSFORMAR O GOVERNO EM HARÉM DA FAMÍLIA?

Por Humberto de Luna Freire Filho

imagem
IMAGEM: Foto Nelson Almeida/AFP

Há 48 horas acompanho uma revoada de urubus sobrevoando uma carniça em decomposição – O PSL. Não tem muito tempo que nasceu, mas já morreu e encontra-se em avançado estado de decomposição. Dos 53 deputados que integram o partido, 27 assinaram um requerimento para que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, assuma a liderança da quadrilha. Após o resultado, o deputado Delegado Waldir, até então líder da sigla, reagiu e apresentou uma outra lista com 31 assinaturas para retomar ao cargo.

Votei em Bolsonaro, e torço para que ele faça um bom governo em favor do país, porém isso não significa que eu tenha que aceitar toda e qualquer iniciativa do presidente em benefício do seu clã. Por algum tempo, um dos filhos quis ser embaixador, outra hora quer ser líder de partido. Um outro está na mira da justiça, e nosso presidente faz acordo espúrio com o presidente do prostíbulo STF, onde 5 mil bandidos poderão ser beneficiados, e ainda  cria uma verdadeira insegurança jurídica no país.

Não faz muito tempo que nos livramos pelo menos das maiores quadrilhas que assaltavam os cofres públicos. Nos livramos de um ladrão chamado Luiz Inácio Lula da Silva, nos livramos de uma ladra chamada Dilma Rousseff. Será que agora vamos de novo “status”? Passaremos  de paraíso de ladrões para casa de Mãe Joana? Não é isso que a sociedade e eu esperávamos quando elegemos o novo presidente. Afinal governo é governo, família é família.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

26 ideias sobre “O PRESIDENTE QUER TRANSFORMAR O GOVERNO EM HARÉM DA FAMÍLIA?

  1. Infelizmente, é o que está acontecendo e lastimo e temo por um desenlace obscuro. Os filhos de Bolsonaro falam demais e ha tempos o Presidente deveria ter posto um final nisso. Também votei nele, mas estou ficando decepcionada comos rumos da politica, princialmente, em torno dessa sigla que parecia ir de vento em popa para ajudar o Presidente a governar…Mas politico é assim mesmo,quando menos se espera eles pisam na bola nos tomates e na pqp,. Uma desmoralização total do nosso Legislativo cheios de elementos perigosos, mentirosos , ambiciosos e espalhafatosos. Os filhos de Bolsonaro estão extrapolando a boca do balão fazendo a felicidade da oposição que aproveita o cenário para cair em cima do governo e denegri-lo coisa que eles nao precisam de nada para faze-lo, gostam de inventar e mentir a nao poder mais. Por isso, deveriam ficar fora dos holofotes para não atrapalhar um governo que está enfrentando sérios problemas de governança, face a destreza da esquerda em aproveitar-se para dar tiroteio a torto e a direita aliada a uma midia que, igualmente , bandida gosta de ofender e enganar a população menos alerta ou talvez ingenua e menos politizada, para mandar contra Bolsonaro. De certa forma, Bolsonaro é um inexperiente , nunca foi politico mesmo com uma vivencia de 28 anos na Cdos Dep. nao aprendeu nada com seus coleguinhas nefastos e perigosos…prestes a dar o bote. Infelizmente, reconheçamos que ele com seu jeito explosivo e com a mania de falar o que quer, se esquece da liturgia do cargo e apela para a ignorancia, prato feito para a oposição maldosa que deita e rola. Ele deveria se comportar como um estadista…ou pelo menos fazer um esforço…………..uma lastima!!!

    • Lilian, votei em Bolsonaro, ajudei na campanha no que me foi possível, pensando em mudança, pensando em um Brasil moralizado. Não sou político não tenho nenhuma pretensão nesse sentido e não devo nada a ninguém. Estou a vontade para criticar quando eu achar que devo criticar, com já elogie quando achei que devia elogiar. Ajo de acordo com a minha consciência, sempre pensando no país e nunca em políticos.

      • Voce está certo, o que está errado devemos falar. Nao escondamos os erros como fazem os petistas hipócritas com relação aos desgovernos Lula e Dilma. Tomara que Bolsonaro mude, afinal de contas tem gente apostando em novas eleições já em 2020 esperançoso de que Lula seja absolvido de todas as suas falcatruas e que nao são poucas… estamos vendo que isso possa acontecer, uma vez que o Supremo Tribunal Federal está apostando todas as suas fichas para soltá-lo num ato de uma temeridade incomensurável! e o povo brasileiro colocando o rabo entre as pernas, diangte dessa aberração. O infeliz pensa que derrotará Bolsonaro, os petistas estão desesperados e apressados que isso se realize para que o PT tome conta do País e continuem a roubalheira desenfreada, será o fim do Brasil!! Outros paises ja teriam dado um fim nessa corja de abutres. Por isso, se realmente queremos que o PT nunca mais volte ao Poder temos que pensar e agir diferentemente, passeatas de nada adiantam. Eles nao temem o povo..debocham, pois estão com a faca e o queijo na mão! Ando desanimada e apavorada com o rumo das coisas..

  2. Bolsonaro erra feio pra salvar o filho o Queirós sumiu ninguem viu essa sigla dele aí já era e o país segue sem partido sem honestidade sem verdade e a imprensa torcendo pro qto pior melhor!
    Se tudo isso continuar a correr solto claro teremos os mesmos membros do Supremo a mesma conduta o mesmo legislativo e o mesmo executivo tuuudo como antes!
    Isso aqui parece que não tem mais jeito não!!!

  3. Humbertinho, estamos assistindo um papai protetor dos filhinhos. Esperava um presidente mais produtivo, mais vigilante.Tudo corre lentamente, não temos segurança, a economia imobiliária travada, uma merda. Os militares defensores da pátria, continuam omissos, cúmplices desses Três poderes que comandam essa anarquia, corrupta, bandidagem desenfreada que estamos assistindo, de braços cruzados.Ate quando vamos aguentar.Um milagre, quem será o Santo??

    • Tia, realmente não é fácil corrigir 16 anos de desgoverno, mas, muita coisa já poderia ter avançado se não fosse a covardia de muitos que comandam setores estratégicos do governo. E uma outra coisa, Bolsonaro não pode continuar misturando governo e família.

  4. Segundo minha análise, os candidatos eleitos pelo PSL, em nada se diferenciam dos “de sempre” , o líder do partido na Câmara, deputado Delgado Waldir, fez declarações ofensivas ao Bolsonaro, atitude que foi gravada e publicada na edição de ontem no o Globo: “Eu vou implodir o presidente. Aí eu mostro a gravação dele. […] Eu implodo o presidente. Acabou. Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo. Andei no sol em 246 cidades gritando o nome desse vagabundo”!
    Se antes ele não era merecedor da confiança necessária para ser líder do partido na câmara, depois desta declaração, o que era ruim ficou pior!
    Mas eu entendi que Bolsonaro quer, botar o filho no cargo de líder no partido, porque não encontrou um nome melhor, e em sendo líder do governo, não poderia exercer a função de embaixador nos “states”! Ou num, ou noutro posto! Ao que tudo indica, no momento, ele precisa do filho aqui no Brasil e não lá nos Estados Unidos!
    Bolsonaro está pensando em trocar de partido, esse que foi eleito com ajuda do seu prestígio, não está correspondendo, conforme publicado no O Globo de ontem, O chefe da principal comissão da Câmara, resumiu o clima de ressentimento: “A gente foi tratado que nem cachorro desde que ele ganhou a eleição”
    Qual seria a causa desse tratamento “canino”? O jornal não explica!
    Para encerrar Bolsonaro está tentando mudar de partido! Espero que consiga! Esse que está ai, não está dando pro gasto!

    • Aldo, continuo torcendo pelo presidente e consequentemente pelo Brasil, mas acho que a primeira coisa que ele tem a fazer é separar governo de família.

    • Lafayette, só que a Cruzada do Rosário em Família (Family Rosary Crusade), do Padre Peyton, no Brasil, não visa unir as famílias em torno de orações, mas em tono dos cofre público kkk.

  5. Caro Dr Luna Freire, se for mesmo para os EUA, sera que consegue me por na bagagem, lá eu me viro.
    Vi o Bolsonaro de binóculos há muito tempo atrás, agora eu o vejo com o binóculo ao contrário, tão longe. ‍♂️‍♂️‍♂️

  6. Votei no Bolsonaro e torço para que toda esta turbulência passe e dias melhores possam vir, até pque se correr o bicho pega mas se ficar ele come. Como visto estamos numa encruzilhada. Resta-nos esperar e ver no que tudo isso vai nos levar..

  7. Também torço pelo governo! Mas a ajuda da família, um na Câmara, outro no Senado, não pode ser descartada! Levando em consideração o fato que o presidente vive cercado de inimigos, todos querendo “subtrair”, qualquer “soma”, vinda de qualquer origem, deve ser Bem recebida!

  8. Enxergo de outra maneira o quadro que tem sido sistematicamente colocado em destaque pela imprensa e alardeado pelo fogo amigo!
    Esse foi o governo que elegemos, essa família lutou unida contra tudo e contra todos e pela sua união e comprovada dignidade, decência e HONESTIDADE, Bolsonaro foi eleito… amparado sempre pelos seus filhos!
    Esfaqueado, denegrido, condenado, execrado pelos que perderam o direito de roubar, Bolsonaro tem se mantido íntegro, de uma resiliência incrível!
    A tradição da família sempre foi ser transparente e falante, longe da tradicional postura de nossos políticos ladrões disfarçados de cavalheiros!
    Acreditei e continuo acreditando em Bolsonaro, e como os frutos nunca caem longe do pé, acredito na honestidade dos seus filhos e na união dessa família em prol do nosso País!

    • Anita, torço por Bolsonro, torço pelo exito de seu governo, torço pelo Brasil, mas mantenho minha posição: governo é governo, família é família.

  9. Humberto, eu tenho me esforçado muito para continuar a confiar no bom senso do presidente Jair Bolsonaro, mas confesso que minha paciência está se esgotando. Eu tenho a convicção de que hoje nós temos um grande governo, com ótimos ministros, que vêm fazendo um excelente trabalho. Mas tenho muitas ressalvas quanto à capacidade de nosso presidente em se desvencilhar dessas crises todas que estão pipocando a todo momento. E por uma única razão. Parece que ele confia demais nas competências de seus filhos. E reside aí o grande problema. Pelo que vi até agora, os filhos de Bolsonaro estão mais atrapalhando do que ajudando. Tudo começou com Flávio, que parece enrolado até o pescoço no caso Fabrício Queiroz. Depois temos o vereador pelo Rio Carlos, que só fomenta intriga pela internet. Por fim, Eduardo, a quem o presidente pretende, ou pretendia, indicar à embaixada de Washington. Ontem, com notícias veiculadas na imprensa a respeito de um suposto arrefecimento na crise existente entre os integrantes do PSL, assisti a uma entrevista rápida do presidente, ainda no Japão, a respeito do futuro de Eduardo. O presidente sugeriu, então, que, apesar da grande experiência internacional do filho Eduardo, experiência essa que seria muito importante caso ele se tornasse embaixador nos Estados Unidos, talvez Eduardo fique mesmo na Câmara, onde poderia ser muito mais útil ao presidente. Ou seja, fiquei estarrecido ao saber que o presidente acredita que Eduardo tenha mesmo tanta experiência internacional que o habilite a ocupar o posto de embaixador nos Estados Unidos. Todos sabemos que Eduardo Bolsonaro tem a experiência de quem entrou e saiu dos Estados Unidos, mas como cidadão comum. Só isso. Como eu, por exemplo. Bolsonaro precisa parar de ser ingênuo, precisa parar de superestimar seus filhos. Se não vai se dar mal. Hoje, depois de todas as lambanças advindas do Palácio do Planalto, acho que estaríamos muito melhor com o General Mourão como presidente. Hoje, o presidente Bolsonaro é o principal adversário do governo Bolsonaro.

    • Abel, é uma pena Bolsonaro não saber separar governo de família e com isso esta dando grossa munição para a esquerda e para essa imprensa podre que tenta derruba-lo e acabar com o que resta do Brasil. Também concordo com você; acho que Mourão seria o nome indicado para moralizar o país, seja por bem ou por mal.

      • Humberto, espero que Bolsonaro acorde, ou que algum dos seus assessores mais experientes, como o General Heleno, por exemplo, o faça acordar. Bolsonaro precisa enxergar que o inimigo é, preferencialmente, as esquerdas. Existem outros depois, mas as esquerdas são o pior inimigo do seu governo e do Brasil também. Precisa entender que o lugar ideal de Eduardo Bolsonaro é no Congresso, onde ele pode ficar fustigando as esquerdas, o que ele sabe fazer muito bem. Agora, nem o presidente, nem seus filhos, podem ficar fustigando aliados e antigos aliados publicamente. O desgaste é enorme. Para o presidente e para seu excelente governo. Vou dizer o mesmo ao presidente o mesmo tipo de alerta que fazia ao tempo em que assinava o Estadão: Acorda Bolsonaro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *