CONHEÇA O “NOBRE E PRODUTIVO” TRABALHO DOS “CAPINHAS”

Por Humberto de Luna Freire Filho

VESTIDORES DE TOGAS E PUXADORES DE CADEIRAS – COITADO DO BRASIL!!!Auxiliares dos ministros do Supremo. Entre as funções deles estão vestir togas, servir café e transportar processos (Foto: Imprensa / STF)
IMAGEM: Foto: Imprensa/ STF

Gente, esse pessoal aí de cima com salários que chegam a 12 mil reais sem contar horas extras, são os anjos da guarda dos onze deuses do olimpo brasileiro, o  Supremo Tribunal Federal (STF). São encarregados de paramentar os urubus, e ter o devido cuidado ao ajustar a devida posição nos tronos dos deuses, para quando os mesmos forem sentar ou levantar, não correrem o riso de enroscarem o rabo. Quanta imoralidade para o meu gosto!!!

Não vou falar de outras áreas por falta de conhecimento, mas na área da saúde onde atuo, posso dizer que um médico recém formado, após 6 anos cursando uma faculdade e mais 3 ou 4 anos fazendo uma especialização, trabalhando 8 horas por dia além de plantões noturnos e em fins de semana, com imensa responsabilidade sobre seus procedimentos, não ganha no serviço público o que esses funcionários puxadores de cadeiras ganham em no máximo dois dias de trabalho por semana.

ISSO É O SERVIÇO PÚBLICO DE SAÚDE  NO BRASIL – VERGONHA NACIONAL!!!

IMAGEM: Terra MT Digital

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

22 ideias sobre “CONHEÇA O “NOBRE E PRODUTIVO” TRABALHO DOS “CAPINHAS”

  1. Muita coisa errada no Brasil. Vi agora, em uma postagem, o Brasil te mais de 60 mil, vagabas com impunidade parlamentar ou foro privilegiado. Noa EUA nenhum. Bom e muito mais banalidades, neste pais. Espero que com o tempo o Capitao consiga ir dando um jeito, nestes vagabas, pois ainda temos garcons, ascensoristas, motoristas, engraxates, barbeiro, etc etc etc

  2. Isso, meu caro Humberto, é onde terminam todas as civilizações. É o karma humano que vem, séculos após séculos, condenando gerações após gerações a repetir a mesma história.

    Me lembra muito o Círculo IV da Divina Comédia: Avarentos e gastadores. Passam a eternidade empurrando pedras uns contra os outros sem finalidade.

    Já paraste para pensar como tudo no Brasil é feito com segundas intenções? Veja bem, para iniciar, temos nossa capital lá no meio do nada. Um lugar que basicamente diz: “aqui ninguém chega!”. Como pode termos uma constituição que inicia dizendo “todo o poder emana do povo”, se o lugar do poder, de fato, é um lugar “sem povo?”.

    Continuando, já paraste para pensar sobre como tudo no Brasil funciona na base do “você não é você”? Tu compra um carro, tem de ir em cartório provar que tu é de fato o cara que está comprando o carro. Tu vai tirar um financiamento, tem de “reconhecer firma em cartório”. Tu vai votar, tem de apresentar o título de eleitor + identidade. Sim! O Estado brasileiro parte do pressuposto que o cidadão não é o cidadão.

    Continuando: já percebeste como tudo no Brasil vira máfias? Por acaso tu já foste participante de um inventário? Sabias que a OAB conseguiu, via lobby no congresso, a tempos, um aparato jurídico que força que o inventário SEMPRE tenha a presença de um advogado, mesmo que seja um inventário feito em cartório? E tu sabias quanto que a OAB “tabela” o inventário? Ficarias surpreso se te dissesse que muitas famílias desistem do inventário dado os valores exorbitantes que os advogados cobram, “amparados” pela tabela da OAB? Isso foi só um exemplo. Tem máfia para absolutamente TUDO no Brasil. E quase todas elas possuem algum “órgão de classe” as representando, oficialmente.

    Mas a maior máfia de todas atende pelo nome de governo. E essa máfia é a síntese de tudo que é ruim no Brasil. Imagine tudo aquilo de ruim e podre que você pode varrer para baixo do tapete. Se isso adquirisse vida, você levantaria o tapete e lá daria de cara com o governo brasileiro.

    Irônico que, recapitulando o que disse sobre civilizações e karma, no início do meu texto, antigas civilizações já repetiram o que o Brasil é hoje. Roma, por exemplo, apesar de ter nascido dos mais nobres ideais: república, democracia e direito, terminou seus dias afogada nas depravações e orgias de seus incontáveis imperadores? Todos eles, com raríssimas exceções, mandaram ao inferno os “nobres ideais” e se atiraram de cabeça naquilo que governantes fracos e débeis mais adoram: a corrupção.

    Os “capinhas” é um exemplo explícito da corrupção no Brasil. Um presságio daquilo que, hoje, pode ser considerado o maior dos ditados: “Nada que não possa piorar”.

    Meu pitaco sobre o Brasil: ou o povo dá um novo “Brado do Ipiranga”, e muda-se a capital para um grande centro urbano, perto do povo, ou é melhor baixarmos a cabeça e aceitarmos de bom grado que ainda continuamos vivos. Conhecendo o brasileiro, aposto mais na última alternativa.

    Abços cordiais.

    • Caro Vanderlei, tudo isso é a pura verdade, hoje, infelizmente, do nosso Brasil só se salvam as belezas naturais e ainda assim estão tentando destruí-las.

  3. Humberto, eu tinha conhecimento disso, e volta e meia comento esse fato com muita revolta…
    Uma revolta ENORME que vem lá do fígado mesmo!
    Porque NADA justifica, que em pleno século XX! esses arrogantes tenham esse tipo de vassalagem, ainda mais às nossas custas!
    São de uma arrogância impressionante!
    Consideram-se deuses!
    Mas são simplesmente seres de última categoria… pra comprovar isso basta compará-los com Sérgio Moro e outros tantos juízes da mesma grandeza!
    Esses bandidos Insuportáveis são intragáveis, aproveitadores, vaidosos, e desumanos!
    Morte de inocentes por falta de verbas pra saúde não os comove, decididamente não “valem nada”!!!!
    MUDA BRASIL!!!

  4. Caro Humberto, como as pessoas se deixam levar pela vaidade, achando que são melhores do que outros.Essa vaidade chega ao ridiculo que eles nao param para pensar, quando milhares de brasileiros trabalham de sol a sol, durante 7 dias da semana para ganhar míseros salario minimo!! Suas excelencias chegam ao máximo de vergonha e da indecencia humana, quando necessitam de gente para cuidar das suas capinhas!! Só no Brasil esse tipo de covardia e excrecência, quando deveriam ser abolidas certas praticas de exibicionismo crônico e doentio, a começar, e nao se pode esquecer das faraônicas construçoes dos prédios do Judiciário para alimentar essas vaidades. O grau de gastança desses prédios luxuosos mostra o quanto nossos governos são perdulários com o dinheiro público e debocham os menos aquinhoados, mas que também merecem respeito. Somos um País de bobos, onde esses urubus se acham deuses inatingíveis e nao respeitam a sociedade brasileira, porque não passamos de um monte de ignorantes que engolem goela abaixo o lixo que eles nos empurram. A cada dia fico mais enojada com essas coisas deprimentes ocorridas no Brasil, onde a maioria nao passa de meros observadores calados, obedientes, coniventes com o comportamento descarado e ofensivo dessas “excrecências” que vao morrer um dia como qualquer vivente e feder igual a quaisquer um de nós, mesmo comendo diariamente manjares dos deuses, tudo pago por nós!! ! Isso é uma vergonha!! Até quando esses disparates vao existir????

    • Humberto, esqueci de dizer-te: o mal do Brasil são os maus politicos que temos , em quantidade exacerbada e que tb se consideram santos, deuses acima de quaisquer suspeitas votando sempre a favores de si mesmos , estabelecendo a impunidade, estimulando a desonestidade pelo próprio mau exemplo e o tal de vergonhoso foro privilegiado ….além de auto aumentarem os avantajados salarios a bel prazer..”.eita paisinho bembão!!!”

        • Deputados custam R$ 1 bilhão por ano ao contribuinte …
          https://congressoemfoco.uol.com.br › Legislativo
          1 de mar. de 2016 – Além do salário de R$ 33,7 mil, parlamentares têm direito a ajuda de custo, cotão, auxílio-moradia e verba de gabinete para contratar até 25 …
          Segundo mais caro do mundo, Congresso brasileiro tem …
          https://www.bbc.com › portuguese › brasil-46427803
          7 de dez. de 2018 – Mas os custos de cada deputado e senador brasileiro, sim … propôs durante a campanha reduzir o número de deputados federais de 513 para 400. … países da Europa, nosso país não assusta em número de parlamentares.
          Deputado custa quase R$ 18 mil por dia trabalhado – Prisma …
          https://noticias.r7.com › prisma › r7-planalto › deputado-custa-quase-r-18-…
          25 de abr. de 2019 – Se somarmos o valor gasto com a Câmara Federal, em apenas um mês, são mais … Em um ano este custo ultrapassa a marca de R$ 1 bilhão.

          • Lilian, será que temos Congresso só para dizer que temos Democracia? Eu dispensaria esse gasto e a Democracia não iria sentir falta.

      • Suas eminências pardas os srs Senadores poderiam ser extintos, para que precisamos Casa Revisora pra justificar mais atos escusos e ladrões do erário publico e mentirosos politicos, que estão ali para locupletarem-se de altos salarios discursos e projetos desnecessários para enganar trouxas e ignorantes..Eis a verdade….

  5. Humberto, é um absurdo dentre outros tantos absurdos que existem no Brasil. Mas isso pode acabar, Humberto. Tenho comigo que todas essas excrescências que hoje nos enchem de raiva e vergonha, todas essas mordomias absurdas, inaceitáveis, poderão ter um fim no momento em que os brasileiros de bem decidirem, como estão fazendo agora, exigindo que seus representantes, nas três esferas de poder, coloquem um fim nisso. Infelizmente, Humberto, torno a dizer, os bons ficaram em silêncio por muito tempo, dando tempo a que os maus, como Lula e outros milhares de políticos aproveitadores, deitassem e rolassem, criando uma miríade de mordomias, tornando o Brasil o país da classe política a mais perdulária do mundo. Eu tenho certeza de que temos a classe política mais dispendiosa do mundo. A pior e a mais perdulária. Está nas nossas mãos mudarmos tudo isso. As mudanças já começaram. Mas teremos que ter paciência e perseverança. Chegaremos lá.

  6. Como sempre, alfinetando com brilhantismo a moleira dos indecorosos!
    A disparidade salarial entre a inciativa privada e pública pode ser atestada no salário dos “capinhas pretas” que servem a cada um dos ministros da Suprema Corte.
    A considerar o salário de um professor ou professora da escola pública, a gente fica envergonhado ao saber que um “capinha preta” do STF ganha muito além do que a nossa vã imaginação possa imaginar.
    E o fato não é diferente dentro do Congresso Nacional. Por exemplo, qual é o salário de um ascensorista no Legislativo Federal? Resposta, muito além do que ganha qualquer professor da rede pública de ensino.
    E por que essas aberrações existem? Porque temos um Legislativo Federal omisso e relapso, que não se preocupa em corrigir as injustiças sociais e salariais, e porque desfruta também das mesmas benesses públicas.
    Com efeito, não podemos esperar boas intenções da malandragem de colarinho branco frequentadora do Congresso Nacional. O Brasil, infelizmente, sempre será um país de vivaldinos políticos que só olham os seus interesses e se esquecem do governar com justiça a nação.
    Os trabalhadores de capinhas pretas do STF não têm nenhuma culpa pelos excelentes salários que recebem. Mas se o Judiciário se preocupasse com a despesa pública, com o sentido de justiça (social), ele seria o primeiro a respeitar o princípio da moralidade pública, previsto no Art. 37 da CF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *