QUEBREI UMA PROMESSA QUE HAVIA FEITO A MIM

Por Humberto de Luna Freire Filho


IMAGEM: Jovem Pan

Eu havia prometido a mim não escrever mais nenhuma palavra sobre a justiça brasileira , se é que isso que acontece atualmente no país possa ser chamada de JUSTIÇA. Vou começar com a recomendação  62/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que altamente preocupado com a saúde dos presidiários, já que o sistema prisional brasileiro tem mais de 750 mil pessoas privadas de liberdade e enfrenta dificuldades sanitárias e de higiene, e baseado nesse argumento já liberou da prisão cerca de 32.500 detentos. Então interpreto assim: Cidadão fique em casa, bandidos vão para a rua.

EXCELENTE LOCAL PARA QUARENTENA  – QUATRO REFEIÇÕES POR DIAJuiz do EUA quer trocar esterilização de presos por redução da ...
IMAGEM: Folha – Uol

Ora, os médicos, os enfermeiros, enfim os profissionais  que cumprem suas ações profissionais na linha de frente, em péssimas condições técnicas oferecidas pelo serviço público de saúde, podem morrer enquanto os presidiários não podem morrer cumprindo suas ações  penais? Aliás, não existe melhor quarentena para os apenados do que os próprios presídios. Estarão livre dos contágios e a sociedade mais segura contra a ação desses marginais espalhados pelas ruas exercendo suas profissões: ROUBAR, ASSASSINAR, ESTUPRAR.

Agora como não podia deixar de ser, volto ao Supremo Tribunal Federal (STF). O grande arquiteto Oscar Niemeyer ao planejar Brasilia reservou na praça dos Três Poderes um espaço e lá construiu um belo prédio onde deveria  ser exercido o terceiro poder da República, o Poder Judiciário. Infelizmente com o passar dos anos a suprema corte foi se transformando em uma mera delegacia de polícia, onde seus membros se acham no direito de acusar, processar, e eles mesmo julgarem o cidadão que exerce seu direito de livre pensamento e expressão garantido na nossa Constituição. Afinal o povo é quem legitima as instituições e nunca o contrário.

IMAGEM PARA O CÉU DE BRASÍLIA – PRAÇA DOS TRÊS PODERESBando de Urubus Voando em Círculo - YouTube
IMAGEM: YouTube

Mas na verdade o que podemos esperar de uma confraria formada ao longo dos anos por presidentes corruptos com a finalidade única de defender seus interesses e de suas quadrilhas quando se fizer necessário? O belo prédio que deveria ser nossa SUPREMA CORTE, hoje não passa de uma toca de urubus que se alimentam da carcaça de um Brasil em plena decomposição cívica e moral. É lá onde as manifestações verde e amarelo são contra o ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, e as manifestações com bandidos vestidos de preto e destruindo os bens públicos e privados tornam-se manifestações antifascistas legítimas.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de ministros corruptos.

Facebookmail

34 ideias sobre “QUEBREI UMA PROMESSA QUE HAVIA FEITO A MIM

  1. Ao lembrarmos da existência dos “urubus de toga”, aves de rapina que devastam nossa sociedade, só podemos externar o nosso NOJO, a nossa REVOLTA, e até a sensação terrível que comumente, como pessoas do bem, não costumamos sentir: nosso ÓDIO!
    Sim, como não detestarmos seres rastejantes como esses que formam nossa “suprema corte”? (lógico, que em minúsculas)
    32.500 criminosos foram soltos, enquanto as pessoas de bem foram confinadas em casa!
    O que se pode comentar sobre um absurdo desses?
    Sem mais comentários!

  2. Dr Humberto aqui James do jeep hehe,Pois e bem verdade como sempre o Sr está dentro da ração não só na preocupação como nas informações eu particularmente tão pouco não entendo administração deste governo não sou contra presidente etc ok só não acho adequado soltar criminoso por estarmos em quarentena pois só vejo piora na situação assim como outro exemplo Hospital como o São Mateus de São Mateus fechar as portas ,pois é para que não sabe este está com duas contados vai virar Hospital de campanha e todos os funcionários que lá estão serão remanejado para outros locais porém tem muitos lá que são Contratados estes perderão empregos pior a população da região ficará sem Hospital pois é passará para a prefeitura pois diz que o terreno é da mesma e o estado construiu neste local por empréstimo então não entendo mesmo

    • James, estamos no mato sem cachorro. Estamos nas mãos de políticos corruptos, dirigentes ladrões do erário e que ainda se aproveitam de uma situação crítica na área da saúde pública para tirar proveito, fazendo proselitismo.

  3. Eu tenho a impressão que todos ficaram malucos com essa pandemia.
    Como pode milhares de presos soltos pelo risco de contaminação , exercendo sua profissão e a população entregue sem proteção. Não menos perigosos são os políticos e governantes que se aproveitam de um momento de tristeza e comoção mundial para encherem seus bolsos com os recursos destinados à saúde, tripudiando em cima de uma população sofrida e que não pode ao menos velar seus mortos.
    Nunca vi um hospital público tão bonito como o presídio da foto.
    Já não sei mais qual a constituição que se segue nesse país. Já não sei mais até onde vai a liberdade de expressão e começam as ofensas e ameaças .
    Me sinto desanimada com tudo isso!!

    • Prima, vamos espera mais um pouco. O prostíbulo STF via publicar em breve a nova Constituição que está sendo escrita nos porões da Casa.

  4. Ontem eu via que um preso que foi liberado, por força da pandemia, matou a mãe; antes de ontem eu via que um preso, usando tornozeleira continuava traficando, ou seja, de que a vale a policia cumprir com o seu papel; prendendo criminosos; o ministério público oferecer denúncia e qdo chega na ponta, no momento de fazer ver ao infrator que o crime não compensa, lhe proporciona tantas benesses, culminando pela liberdade, que o faz ver que o crime nunca foi tão compensador. É assim para os sem colarinho ou para os colarinho branco, preto ou de qualquer cor.

    • Sandra, esses juízes que tomam esse tipo de decisão, beneficiando bandidos em detrimento da sociedade e a pondo em risco, circulam em carros blindados e cercado de seguranças. São covardes, são uns crápulas que em uma país sério jamais seriam merecedores dos cargos que ocupam.

  5. Humberto:
    Vc já bem disse:
    Brasil em plena decomposição cívica e moral!!!
    É a mais pura verdade e parece que sem fim!!!
    Aqui quem manda são os “reis” intocáveis escolhidos pelos bandidos que governaram o país e assim permanece!

  6. Bom dia, amigo. Bom dia pessoas de bem. Os brasileiros estão sendo esfaqueados pelo STF. Não vamos fazer nada?? Acredito que sim, porque dos militares Bolsonaro não espere nada, estão todos acovardados e então seremos nós o povo de vassoura nas mãos faremos a varredura desse recinto ninho de urubus??? Não sei e gostaria de saber qual a alternativa que resta ao nosso Presidente para coibir e acabar com esse estado de coisas lamentáveis e inconstitucionais que estão acontecendo..no País que só pensa em futebol, carnaval , cerveja, bunda de mulata e mulher e oba oba, pão e circo?? Povo frouxo, ignorante e omisso…Abuso de autoridade, pessoas despreparadas que não obtiveram um único voto para adentrar a esse local contaminado pelo ódio, o desprezo por um cidadão cujo único defeito é ser honesto… Aliás, a esquerda não suporta ouvir falar, sequer ouvir a palavra ética, honra, honestidade e moral…coisa que o PT deixou bem exemplificado que detesta , haja vista a corrupção que se alastrou pelo Brasil de forma bombástica e arrasadora para destruir a Nação. Quanto à soltura de criminosos das cadeias, trata-se da mais desastrada ação que poderiam fazer…Só por esse fato deveriam ser todos presos e destituídos de suas funções. Pobres médicos, trata-se de um acinte a esses profissionais que arriscam suas vidas para salvar a população tendo que enfrentar hospitais desabastecidos com o mínimo essencial para debelar a doença. Aqui no Sul vários hospitais quebraram, várias demissões aconteceram e o STF brincando de legislar, função que não lhe compete, invadindo competências afrontosamente. E o povo só vai para as ruas para brandir bandeiras ….além de cartazes muitos com escritas impossíveis de serem efetuadas, como é o caso de Intervenção Militar…Acho que já deu o que tinha que dar…Se continuar dessa maneira, vamos perder nosso Presidente que pressionado do jeito que está não será outra coisa a não ser renunciar…tomar que eu esteja blefando…..creiam estou tão decepcionada quanto vocês. Enfim isso é Brasil um país de merda…com governantes igualmente de merda…

  7. Humberto, bom dia! Meus efusivos parabéns! É sempre gratificante ler suas mensagens. Costumo repassá-las a muitos amigos de profissões diferentes. – Admiração – abraço – Prof. B/Moreira

  8. Caro Dr.Humberto ,
    estou pensando seriamente em me alienar desses assuntos afim de preservar a minha saúde mental !
    Os problemas neste país parecem não ter fim , nunca . Quando não é o Congresso Nacional , é o STF , e assim vai …..
    Lamentável !

    • Ursula, respeito sua posição, sem dúvidas, mas dar as costa para o problema não acho uma boa ideia. Eu vou em frente, não será a bandidagem que compõe essa esquerda podre que vai me fazer desistir.

  9. Humberto, concordo em tudo o que você disse à respeito da justiça do Brasil, mais precisamente o CNJ, que quer colocar todos os presos em liberdade, e o STF, que só solta preso poderoso. Tendo em vista o que já vimos nos últimos noventa dias, em meio a essa pandemia de origem chinesa, acho que há duas soluções para Bolsonaro tomar. A primeira seria convencer as Forças Armadas a fechar STF e o Congresso, e em seguida mudar todos os ministros da chamada Suprema Corte, dar um cala-boca em Rodrigo Maia e Alcolumbre, a fim de que ambos parassem de boicotar o governo. Mas é uma medida que iria resultar consequências graves, com resultados imprevisíveis. A segunda solução seria um meticuloso jogo de paciência, baseado na suposição de que a realidade política hoje é decorrência de mais de trinta anos de modelos concebidos pela centro-esquerda (PSDB) e depois pela esquerda (PT). Muita coisa teria que ser mudada em pouco tempo para que o projeto político de Bolsonaro prosperasse a pleno vapor. E mudar tudo isso em quatro anos causa todo esse barulho. Mas mudança graduais são melhores aceitas. A pandemia atrapalhou muito os planos de Bolsonaro, com o acirramento da disputa política. Mas a pandemia vai acabar cedendo e a vida voltará à normalidade. Humberto, acho que essa segunda solução é a mais adequada. Bolsonaro travaria a guerra com a sua estratégia, que é fazer a economia crescer, sem o crescimento do estado, reduzir a influência esquerdista em nossas universidades, acabar com a criação de novas reservas indígenas, quilombolas, etc. Se for preciso um recuo tático, recue. Aguarde o melhor momento. Em 2022 teremos novas eleições, quando Bolsonaro pode alavancar a candidatura de novos aliados, criando um ambiente mais favorável no Congresso. Humberto, a única coisa que não pode acontecer é a volta da esquerda ao poder em 2023. Bolsonaro poderia traçar como estratégia de longo prazo a manutenção da esquerda longe do poder por muito tempo. A volta da esquerda ao poder é o que pior poderia acontecer ao Brasil.

    • Abel, eu acho que o grande mal, a volta da esquerda ao poder, não está descartada. Acho que falta apoio ao presidente para que ele possa tomar medidas mais incisivas. Não mais se fazem generais como antigamente e o momento requer algo mais além de conversas.

  10. Quanto à recomendação do CNJ sua crítica é verdadeira, mas a culpa tem de ser compartilhada com os governantes e políticos que se mostram coniventes ao não reagirem e aceitarem tais medidas.

    Quanto ao STF, equivocadamente de indicação política, ele nasceu como obra de os constituintes relativizarem o seu poder. Ou seja, a sua independência de decisões deve respeitar o vínculo intrínseco existente entre o presidente indicador o e o ministro indicado. Por isso, Bolsonaro deseja aumentar a quantidade de ministros para ele ter maioria e poder usá-la quando necessário.

    Agora, é obrigação de todos respeitar as decisões do STF, como também a integridade moral e física dos ministros e familiares.

    Se o governo atual não concorda com as decisões da Suprema Corte, por que até hoje não apresentou proposta ao Congresso para alterar as regras de indicação dos ministros do STF?

    De fato, de um STF de indicação política não se pode esperar uma verdadeira Justiça isenta ou imparcial.

    O clima tensionado, provocado pelo presidente Jair Bolsonaro rechaçando de forma desrespeitosa a decisão do ministro do STF, Alexandre de Moraes, que impediu a posse do novo diretor-geral da Polícia Federal, requer alta reflexão do Parlamento quanto à manutenção do critério de indicação política dos membros dos tribunais superiores.

    Neste sentido, temos de despolitizar o Supremo Tribunal Federal, como também os demais tribunais superiores, aprovando mudanças constitucionais que distanciem o governo federal das gestões dos ministros do Poder Judiciário.

    Assim, para moralizar a indicação e preenchimento dos membros dos tribunais superiores, notadamente no STF, a minha proposta é que todas as vagas dos tribunais superiores fossem preenchidas apenas por elementos pertencentes ao quadro da magistratura. São os juízes de carreira que têm o perfil de julgador: nem advogados e nem promotores. Os ministros dos tribunais superiores deveriam ter mandatos fixos de dez anos e não poderiam ser reconduzidos ao cargo.

    Com essa providência, pôr-se-ia fim à desconfiança que sempre existiu de imparcialidade de decisões de ministros em relação a interesses do presidente (ou partido) que o indicou. E, consequentemente, o ministro do STF ficaria a salvo de qualquer especulação injuriosa como a manifestada pelo presidente Jair Bolsonaro contra a decisão técnica e jurídica do ministro do STF, Alexandre de Moraes.

    • Cardoso, esperar do Congresso que apresente proposta para alterar as regras de indicação dos ministros do STF é pura utopia. 80% dos ditos parlamentares das duas casas estão comprometidos com algum tipo de podridão e jamais se indisporiam com a quadrilha do STF, os favores tem mão dupla. Quanto a respeitar a integridade física dos membros da Corte e de seus familiares, eu concordo plenamente, mas jamais concordaria com a visível interferência do judiciário no poder Legislativo nem as aberrações jurídicas vistas atualmente por parte de alguns de seus membros. Requisitar o telefone celular de um presidente da República? Isso para mim não passa de demência senil. Se esse ministro pertencesse à Suprema Corte americana, seria sumariamente demitido e iria para a cadeia. Ou para uma clinica especializada em tratamento do Mal de Alzheimer. Quanto ao preenchimento das vagas no STF eu também concordo com você, que ocorresse entre magistrados e escolhidos por eles, assim não teríamos na casa advogado de organizações criminosas (PT e PCC) nem vendedores de HC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *