VIA DO CONTRIBUINTE! – QUE CONTRIBUINTE?

Por Humberto de Luna Freire Filho

ASSALTO MUNICIPALIPTU: saiba como funciona o pagamento e a isenção
IMAGEM: Conteúdo Contábil, Fiscal e Trabalhista – CEFIS

Começa o anos e também os assaltos ao cidadão brasileiro. Não estou falando de assaltos  de ruas, estou falando de assaltos oficiais a nível federal, estadual e municipal. Vivemos no  país onde se paga mais impostos do que em todo o mundo, e o pior é que toda essa dinheirama vai para o bolso de corruptos além de custear as sua mordomias enquanto as reais necessidades da sociedade, principalmente da parte menos favorecida economicamente, são deixadas para segundo plano.

ASSALTO ESTADUAL Hipervalorização de carros 0-km e usados deixará o IPVA 2022 muito mais caro | Seu Bolso | autoesporte
IMAGEM: Autoesporte – Globo

A primeira semana do ano do dia 3 ao dia 7 usei para pagar impostos. Estamos na segunda semana e hoje comecei a arquivar os comprovantes de recolhimentos e uma coisa me chamou a atenção, no roda pé do comprovante emitido pelo órgão arrecadador está escrito: VIA DO CONTRIBUINTE. Há muito aprendi que contribuição é uma ação espontânea e imposto não é uma ação espontânea, é  como o nome diz IMPOSTO uma imposição.

Sei que o governo precisa arrecadação para manter a máquina oficial funcionando em beneficio da sociedade, mas não aceito pagar a cada dia mais impostos com o fim de  alimentar bandidos enclausurados no Poder Legislativo, no Poder Judiciário e também no Poder Executivo, verdadeiros gigolôs dos cofres públicos. Enquanto não houver uma conscientização quanto à cobrança e uso dos impostos, sugiro aos leitores do bloguinho que usam as redes sociais exigir no rodapé do seu comprovante de recolhimento o seguinte: VIA DO ASSALTADO.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail

16 pensou em “VIA DO CONTRIBUINTE! – QUE CONTRIBUINTE?

  1. Pra falar do nosso caso em particular Dr já pedimos ao sindico que pedisse uma revisão pois outros prédios aqui pagam a metade do que nós pagamos uma vez que é um edifício de mais de 30 anos e até agora pelo que me consta esse sr não tomou conhecimento!
    E queria saber tb qual é mesmo o benefício que temos pagando essa fortuna de IPTU e qual benefício que adquirimos tb pagando esse verdadeiro assalto do IPVA foras as multas que chegam aos baldes em nossas residências toda semana pra encher mais ainda os bolsos dos poderosos com a grana alheia?

  2. Sim, VIA DO ASSALTADO.
    Faz sentido, pois é exatamente a sensação de sermos assaltados que temos depois de pagar todos os impostos que nos empurram goela abaixo, todo início de ano!!

    • Anita, outra constatação que tiramos de tudo isso é que quanto mais velho for o edifício, quanto mais velhos for o veículo, mais valem para calculo de imposto. É igual a vinho.

  3. Se os recursos arrecadados por meio de atual “legislação tributária”, fossem administrados “racionalmente”, daria para atender todas as demandas sociais, e quem sabe, poderia até sobrar alguma “grana”! Mas o que vemos é sempre o mesmo “cenário”: surge uma “crise”, quando então, os “especialistas”, sobrevoam a economia, como abutres famintos a procura de uma presa, procurando localizar quem está se “dando bem”! Para logo em seguida, criar um imposto para esse grupo, ou aumentar a alíquota de algum já existente! A solução é temporária, mais adiante, as despesas aumentam, a crise se repete! Novos impostos são criados, ou aumentados! Moral da história, por conta disto,
    vivemos num país com uma das maiores cargas tributárias do planeta, sempre com seus entes federativos, numa pior, carentes, endividados, sempre enfrentando uma “crise”! Quando é que vamos aprender que diante de qualquer “problema”, o melhor caminho é procurar a solução na coluna das despesas?

    • Verdade Aldo, países mais pobres que o Brasil porém melhor administrados oferecem uma qualidade de vida melhor para as suas classes menos favorecidas como é o caso do Chile, pelo menos até agora.

  4. No Brasil continuamos na estaca zero, sem as reformas necessárias a do equilíbrio dos descontos dos nossos impostos. A vanguarda do atraso os partidos de esquerda e uma boa parte do Congresso Nacional não estão afins. Ganham altos salários e o recolhimento dos seus tributos só fazem cosquinhas e nós de salários menores, remanente somos quem pagamos a parcela mais alto O Brasil continua sendo um pais injusto para seu povo assalariado… E o pior de tudo, não se consegue mudar nada…

      • Luna,

        Enquanto não elegermos gente decente eles não lutarão pelos interesses do povo…a grande maioria so pensa no dinheirão que eles ganham pelo mandato. A maioria gasta a rodo nosso dinheiro sem um pingo de vergonha. Quando isso acabar as coisas melhorarão…

          • Tem muita coisa, se enumerar aqui vai dar uma coleção de 1000 livros. Uma vergonha o rol de privilégios que essa cambada de parasitas tem para fingir que trabalha… kkkk Pior que tem muita gente que acredita neste difícil e árduo trabalho kkkkkkkkkkk dos nossos parlamentares kkkk Ninguém merece…

          • Lilian, não temos Suprema Corte nem Congresso, temos dois prostíbulos, na melhor das hipóteses uma pocilga e um puteiro.

    • Edmur, esse Congresso absolve tudo o que não presta inclusive essa gazela que fugiu das matas do Amapá. Lá tem espaço para tudo e também nessa mídia podre. INFELIZMENTE.

  5. Humberto, eu diria que estamos vivendo no Brasil uma espécie de primavera brasileira, no que tange a uma maior conscientização de uma parcela da população que não se importava com a política nacional. Mas, claro, ainda é muito pouco em termos do conjunto de todos os brasileiros. Eu não tenho dúvida de que houve, sim, a conscientização de milhões de brasileiros, tão logo ficou evidenciada toda a corrupção que campeou os anos petistas. O que não imaginávamos era o grau de disseminação dos tentáculos da corrupção. O meio empresarial, parte do Congresso, a máquina judiciária, etc. Hoje sabemos que não se combate distorções num estado que viveu por anos a fio sem transparência, sem o escrutínio da sociedade. Vamos ser justos. Já existia roubalheira antes de o PT chegar ao poder. Os petistas apenas sofisticaram a arte de surrupiar dinheiro público. Mas, voltando ao assunto do seu tópico, Humberto, a má gestão pública, nos anos petistas, além da roubalheira descomunal, teve também ênfase na contratação de pessoal na máquina administrativa. Para fins políticos, partidários, claro. Lembremo-nos do número abusivo de funcionários comissionados nas gestões petistas. Com isso, tivemos o crescimento exagerado da máquina pública. E essa máquina custa caro. Atende mal o público e custa caro. Além disso, a necessidade crescente de aumentar os impostos deriva da sanha dos políticos, que criaram uma estrutura gigantesca para atender os seus interesses. Lembro-me que há um tempo atrás, a imprensa daqui de Sorocaba noticiou que só a Câmara dos Deputados tinha mais funcionários do que toda a prefeitura de Sorocaba. Ou seja, os (na época) 600.000 sorocabanos contavam com menos funcionários para atendê-los do que contavam os pouco mais de 500 deputados federais instalados em Brasília. E assim vai, Humberto. Veja os palácios onde estão instalados os tribunais superiores da justiça, espalhados por todo o Brasil. Veja as mordomias que são colocadas à disposição dos nossos políticos e dos nossos magistrados. Isso custa muito caro. A gente sabe que isso não ocorre nem na Europa nem nos Estados Unidos. Essa nova turma de brasileiros que acordou para a política está tentando modificar todas essas distorções. Mas o sistema está reagindo. O sistema não quer perder privilégios. Senador, deputado, magistrado, seja quem for o privilegiado, ele não quer perder a “boquinha”. Só há uma solução: mais e mais brasileiros pressionando para colocar um fim nesses privilégios indefensáveis.

    • Sim Abel, o brasileiro que antes só comentava e discutia futebol, carnaval e bunda de mulata, hoje está acordando e tomando conhecimento dos problemas do país causados principalmente pelas quadrilhas dirigentes que aparelharam o Estado para atender seus interesses escusos em detrimento dos interesses sociais. Outro fato também que é verdadeiro, a roubalheira dos cofres públicos, é anterior aos governos petistas, esses apenas aperfeiçoaram o esquema e triplicaram os roubos para garantir altos salários e mordomia para os bandidos que compunham e ainda compõem o sistema, e que não estão perdendo tempo em tentar desestabilizar o atual governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *