QUANDO SEREMOS UM PAÍS SÉRIO?

Por Humberto de Luna Freire Filho

Reprodução/loovebrumar – O CÚMULO DO RIDÍCULO
reprodução/loovebrumar_
IMAGEM: Metrópoles

Resultado de imagem para IMAGENS PARA DOENTES SOBRE MACAS
IMAGEM: Extra Online

Imagem relacionada
IMAGEM: tribunadonorte.com.br

Me parece, ainda não tenho certeza, que o país agora vai entrar na normalidade depois da extraordinária mobilização da imprensa falada, escrita e televisionada para esperar a chegada, em cadeira de rodas, acompanhado de um cirurgião ortopédico, de um chutador de bola, chamado Neymar, que fraturou o 5º metatarsiano do pé direito após dar ou receber um coice, para ser operado no no hospital Mater Dei na capital mineira.

Finalmente no sábado, a pobre vítima desse “violento trauma ortopédico” foi operada e o extraordinário feito da medicina brasileira repercutiu nos quatro cantos do mundo – Neymar está salvo e Galvão Bueno até que enfim, parou de chorar. Para os que não sabem, o 5º metatarsiano direito é um ossinho curto que fixa o 5º pododáctilo, ou seja, o dedo mínimo do pé direito. Quando seremos um país sério?

Não sei dizer se fecharam o trânsito aéreo no aeroporto de Confins em Belo Horizonte por ocasião da chegada dessa figura, mas que um hospital Mater Dei entrou de prontidão para receber o ilustre, isso eu sei.  Acredito que o Mater Dei não atende ao Sistema Único de Saúde (SUS), porém, se atende, não seria novidade encontrar pacientes há dias sobre uma maca com fraturas expostas de fêmur, ou de tíbia ou de úmero, esperando por um procedimento cirúrgico.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail

4 ideias sobre “QUANDO SEREMOS UM PAÍS SÉRIO?

  1. Somos um Brasil de merda, endeusamos tudo o que não presta ou não merece; O Brasil precisa parar de idolatrar jogadores de futebol em desprestigio de outras classes trabalhadoras que não ganham nem 1 terço do que recebem nossos jogadores de futebol, como se fossem seres extra terrestres deuses inalcançáveis e merecedores de idolatria de um povo idiota, banana que não valoriza a educação e sua escala de valores caminha de trás pra frente…fazendo que quanto mais burro formos melhor será…como já afirmei só vale aqui carnaval, futebol, cerveja, bunda de mulata e mulher…por isso não somos um Brasil sério…até quando não sei, acho que no dia de São Nunca mudaremos,,

  2. A inversão de valores em nosso País, chamado Brasil, beira as raias do ridículo quando reserva páginas e páginas; horas e horas da midia televisiva, para informar a respeito dos preparativos para uma cirurgia restrita a um único dedo, sem maiores complexidades, sem maiores riscos, cuja cobertura se deve apenas e tão somente ao fato de ser o dono do dedo alguém detentor de fama e poder. A que ponto chegamos? E a dona Maria prestes a infartar ou já infartada à espera de atendimento digno? E o Zezinho da bodega, vitima de bala perdida quando estava numa rua qualquer, de um lugar qualquer a espera de um atendimento humano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *