“NEGRO É ESPANCADO ATÉ A MORTE POR DOIS BRANCOS” – MANCHETE DA “GLOBOLIXO”

Por Humberto de Luna Freire Filho

Brasileiros se revoltam e colocam #GloboLixo como assunto mais comentado do Twitter mundialmente | Portal Novo Norte Notícias
IMAGEM: Portal Novo Norte Notícias

Na última sexta-feira a manchete da lixeira, a serviço da podre esquerda nacional e internacional, usou quarenta minutos de seu tendencioso noticiário para gerar ódios e segregar a sociedade. Exibiu incansavelmente um vídeo onde um homem “negro” é espancado até a morte por dois seguranças “brancos” de uma determinada empresa. Um fato realmente lamentável e injustificável, porém igualmente lamentável foi a atitude dessa lixeira ao editar o vídeo exibido na sexta-feira.

Sim! o primeiro vídeo, exibido na sexta, foi editado e mostra como sendo o inicio das agressões desencadeadas pelos seguranças contra o homem. No sábado, segundo capítulo da série segregacionista, o vídeo sem corte mostra que o início da agressão partiu da vítima que desferiu um soco no rosto do segurança. Na verdade eu não estou aqui para defender ou culpar a vítima ou os agressores, só quis ressaltar a pouca vergonha, a falta de caráter dos editores da lixeira e finalmente o desrespeito ao cidadão brasileiro.

PACIÊNCIA TEM LIMITE #GLOBOLIXO | A PERSEGUIÇÃO CONTRA OS BONS - YouTube
IMAGEM: YouTube

Hoje segunda feira sem dúvidas teremos o terceiro capítulo da série “vamos segregar o Brasil” e eu até estou arriscando uma palpite; a dupla das oito e trinta horas, vai narrar com os mínimos detalhes o encontro de João Alberto Silveira Freitas com São Pedro na porta do céu. Espero que não tenham esquecido de incluir no roteiro uma descrição minuciosa do “pedigree” do anjo que está disponível nas delegacias de Porto Alegre. referente aos últimos 4 anos.


IMAGEM: Reprodução/Redes sociais

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

28 ideias sobre ““NEGRO É ESPANCADO ATÉ A MORTE POR DOIS BRANCOS” – MANCHETE DA “GLOBOLIXO”

  1. Não consigo ver nem mesmo pra comentar esses hipócritas da Globo e da Globo News mas sei que eles estão pra desarticular e destituir o governo como único objetivo e agora vão tentar arrumar mais um conflito entre brancos e negros explorando e pondo nas costas do presidente mais essa culpa ridícula e nojenta.
    O sr q foi morto foi uma vítima tanto qto todos os mortos assassinados todos os dias no Brasil inteiro nas ruas, nos bares, nos comércios e dentro das suas próprias casas e não tem ninguém lá pra nos defender e nem mesmo para se indignar como se aqui o homicídio diário não existisse e o Brasil não fosse o país mais violento do mundo.
    As 60.000 pessoas mortas pode mas um preto é racismo e não pode!
    E os brancos tb podem serem mortos pelos pretos e pelos brancos tb e tá tudo certo!
    Nunca vi tanta falta de vergonha na cara!

    • Tuca, Brasil país da hipocrisia, de alienados e sobretudo de gente covarde que aceita toda essa podridão e se cala. Não sou político mantenho esse Site para poder da minha opinião independente. Não preciso de nenhuma dessas quadrilhas que hoje ditam as regras.

  2. Entenda o jogo:

    1) Pegue o assassinato de um negro cometido por homens brancos, na véspera do Dia da Consciência Negra. Ignore o fato de que outras dezenas de negros foram assassinados por outros negros e dezenas de brancos foram assassinados por negros no Brasil, no mesmo dia. Afinal, se não serve à narrativa a ser imposta, não merece atenção, são fatos que devem ser ignorados e omitidos. A vida vale mais quando nos serve politicamente e menos quando não serve;

    2) Distorça fatos para forçar a barra em enquadrar como crime de racismo. Afinal, o Dia da Consciência Negra é a data do ano mais oportuna para imprimir a narrativa que você está produzindo.

    3) Use a imprensa canalha, que não tem qualquer compromisso com a verdade, pra massificar essa narrativa distorcida e sensibilizar todos os negros do país, bem no dia que todas as atenções estão voltadas a eles.

    4) Faça reportagens canonizando a vítima, exaltando o quanto ela era uma pessoa maravilhosa, para aumentar a sensibilização da opinião pública à narrativa. Ignore completamente o fato de que era um agressor compulsivo, inclusive de mulheres, com diversas passagens na polícia por isso e que ela iniciou a confusão, agredindo covardemente um dos seguranças. Isso deve ser omitido porque desfocaria o objetivo da narrativa e faria muita gente deixar de se sensibilizar.

    5) Use a mesma imprensa canalha para dar espaço para todo político asqueroso e oportunista de esquerda se apropriar do discurso antirracista e reforçar essa narrativa distorcida criada. Demais formadores de opinião declaradamente esquerdistas (professores, artistas, atletas, influencers, etc.) também devem vir a público demonstrar a indignação e reforçar o discurso, para massificar a ideia de que esquerdistas são mais sensíveis ao racismo que não-esquerdistas.

    6) Incuta na mentalidade de todo negro que só a esquerda é antirracista e que quem não é de esquerda e não está apoiando essa narrativa distorcida criada, é racista.

    7) Faça todo negro se sentir na obrigação moral de ser de esquerda. Aos negros que ousarem não engolir à força o esquerdismo, use a tática da coação, do constrangimento, destile todo seu ódio e chame de “capitão-do-mato”. Dê a entender que, se ele também não for de esquerda, estará indo de encontro às lutas da etnia e estimulando o racismo.

    8) Aposte firme e pesado que só uma minoria bem pequena das pessoas é capaz de enxergar toda essa engrenagem. Atropele a inteligência delas e ignore que elas enxerguem, porque são muito poucas. Aposte que a esmagadora maioria das pessoas é limitada intelectualmente o bastante para seguir cegamente o que formadores de opinião de esquerda mas travestidos de isentos, estrategicamente escolhidos pela imprensa, digam. Aposte que elas são fortemente inclinadas a se comportar como gado de rebanho, repetindo o comportamento de outras cabeças de gado à sua volta.

    Pronto. Acabou de ser criado um exército de milhões de manobrados por uma ideologia. Repita a mesma fórmula com pobres, gays, mulheres e demais grupos historicamente fragilizados, mais suscetíveis a abraçar e idolatrar políticos que supostamente os defenda. Está criada uma enorme massa de manobra de idiotas úteis, cujo objetivo final é apenas um: dar seu voto para esses canalhas de esquerda e validação constitucional para alçá-los e mantê-los no poder.

    E, nessas horas, você entende bem porque as faculdades de jornalismo, por questões estratégicas, são e devem continuar sendo verdadeiros bunkers esquerdistas, com doutrinação ideológica pesada sobre os alunos. São delas que saem milhares de novos formadores de opinião de massa, todos os anos, que irão influenciar toda a opinião pública. Jornalistas de esquerda são como gado tatuado a ferro quente. E a tatuagem é a foice e o martelo, demonstrando quem são seus donos.

    A direita só vai conseguir vencer a esquerda o dia que começar a usar as mesmas táticas sujas, se antecipar e abraçar as narrativas distorcidas com antecedência. Só assim deixará a esquerda sem argumentos. Enquanto procurar se contrapor, só estará dando mais munição para novas narrativas distorcidas serem criadas. Ao mesmo tempo, terá que travar uma guerra ideológica nas universidades, ocupando faculdades que formam novos formadores de opinião de massa, como jornalistas e professores. Enquanto as faculdades de jornalismo e educação continuarem sendo território exclusivo da esquerda, essa guerra nunca será vencida porque, todos os anos, milhares de novos jovens cérebros estarão sendo lavados por eles, promovendo renovação maciça do exército de idiotas úteis.

    Enquanto os direitistas continuarem voltando suas atenções apenas para trabalhar, produzir e progredir economicamente às custas do próprio esforço, jamais vencerão essa guerra. Ao mesmo tempo, esquerdistas sustentados pelos nossos impostos, improdutivos e com tempo ocioso de sobra, estarão mancomunando estratégias para garantir sua boa vida de viver de discurso, parasitando e expropriando ainda mais quem produz.

  3. Violências, Violências, Violências todas prestigiadas, estimuladas e divulgadas nas TVs (UFC) como esporte, onde a agressão física ao próximo não é considerada crime, seja entre homens ou seja entre mulheres. Qualquer dia passará a ser praticada por menores a fim de se tornarem no futuro aplaudidos “campeões”. Já a briga entre galos é considerada crime e leva a prisão os seus autores. Hipocrisia? Interesses financeiros? Boçalidade? Como se define o crime? Lesão corporal simples, Lesão corporal grave, Lesão corporal gravíssima e Lesão corporal seguida de morte.

    • Leopoldo, realmente está difícil tentar entender o que se passa com tantas manipulações, por interesses e também por total hipocrisia. E haja estômago.

  4. Humberto, eu não sou tão corajoso quanto você, por isso não vi as reportagens da nossa triste imprensa a respeito dos fatos. O que vi foi o ataque de uma turba de vândalos ao Carrefour da Av. Pamplona, aí na sua cidade. Mas vi no Youtube. A imprensa brasileira, com raras exceções, é mesmo um lixo. Não só a Globolixo. Humberto, eu pouco vi ou escutei sobre os lamentáveis fatos ocorridos em Porto Alegre, mas tenho certeza de que não se tratou de crime de racismo. A imprensa prefere ignorar que existe uma grande diferença na lei entre injúria racial e racismo. A injúria racial, prevista no Código Penal, é cometida contra a honra de um indivíduo, em um caso concreto. Já o crime de racismo, previsto na Lei 7.716/89, é um crime cometido contra uma coletividade, por exemplo contra os negros, contra os judeus, contra os muçulmanos. Este é crime inafiançável e imprescritível. O que deve ter ocorrido no supermercado gaúcho, muito mais do que qualquer crime de teor racial, foi produto do despreparo dos seguranças. E que resultou na lamentável morte de uma pessoa. Mas claro que o que a nossa imprensa quis, com o estardalhaço todo, foi copiar o clima de guerra que imperou nos Estados Unidos, há pouco, quando das manifestações do movimento Black Lives Matter. Obviamente, os “militontos” tupiniquins não iriam perder uma oportunidade como essa lá de Porto Alegre. Esse “mimimi” todo é, sim, fomentado pela imprensa militante que atua hoje no Brasil. Por essas e outras, eu sinto verdadeira aversão a esses veículos de comunicação do Brasil hoje. Quero saber o que a Globolixo vai dizer amanhã, quando um indivíduo de cor negra for morto por um outro também de cor negra. Como já ocorreu muitas vezes no passado. Vai dizer que foi o motivo da morte foi racismo também? Temos que nos proteger da imprensa, Humberto.

    • Abel, a imprensa apodreceu, hoje não passa de porta-voz de uma esquerda não menos podre. Eu não assisti ao vandalismo contra o Carrefour, moro a duas quadras do mesmo, só que esse último final de semana estive no litoral.

  5. O fato ocorrido em um super Mercado de Porto Alegre, onde um cliente foi violentamente espancado até seu óbito, nada tem a ver com a sua cor. Não somos os EUA. Se nada justifica a agressão, também nada explica a onda de depredações sofridas contra aquele Estabelecimento. Os Seguranças eram pessoas despreparadas para o cargo. Violentas e com problemas pessoais graves, difíceis de adivinhar. Os hipócritas que avançaram contra o Estabelecimento, demonstram da mesma maneira, serem violentas, despreparadas e mais desequilibradas ainda na suposta onda de vingança e ressarcimento da vida do assassinado. Infelizmente, o ocorrido mostra como “a esquerda gosta de impor uma falsa narrativa de racismo, para gerar conflito e desconstruir a sociedade.”

      • Humberto, este lamentável episódio mostra, além da pessima atuação de uma imprensa parcial e mentirosa, pois distorce os fatos, acentua a ação de uma morosa Justiça brasileira que deveria manter esse agressor em uma cela, diante da sua vida criminal pregressa e que se tal tivesse acontecido, o mesmo hoje, estaria preso, mas com VIDA!. Agora este assunto vai render uma eternidade nas manchetes na midia que adora endeusar maus elementos como vitima indefesa e ignorar o outro lado da moeda: a violencia descabida por parte de uma população ensandecida incentivada por essa imprensa irresponsável e igualmente criminosa. Violência gera violência. O que faz uma imprensa desvirtuada das suas verdadeiras funções. Incrível! Estimulada por ideologias esquerdistas infiltradas nas nossas Universidades Publicas ha décadas, depois que o PT tomou conta da educação no Brasil.

        • Lilian na GLOBOLIXO, nada se cria tudo se copia, portento resolveram copia a imprensa americana que também dá cobertura a podre esquerda norte-americana.

          • O que será do futuro da Nação Brasileira com este tipo de midia e aceitar Biden o comuna como Presidente dos EUA??? Se Boulos ganhar em Sampa e a Maconhela aqui, estaremos ferrados. Que Deus nos ajude acho que até disso ele está enfarado…

          • Lilian não acredito que o GIGOLÔ de sem teto seja eleito para a prefeitura, ainda acredito no eleitorado de SP, só não acredito em urnas eletrônicas.

    • Gabai, é isso o que eu penso e aceito. Tenho amigos e colegas de profissão negros e sempre me dei muito bem com todos, não será essa quadrilha de segregacionistas que vai fazer com que eu mude.

  6. Humberto, num dos seus comentários você cita “essa imprensa podre”!
    Pronto!!!!!!!
    Disse tudo! É isso aí!!
    Eu simplesmente não assisto nada na TV aberta!!
    Lastimo que muita gente ainda se ligue nesses lixos de fontes de desinformação!

  7. Prezado Dr. Humberto Luna Freire
    Toda a “barulheira” sobre o episódio ocorrido no Carrefour de Porto Alegre faz parte do trabalho de Agitação e Propaganda Comunista, inerente a Luta Política pelo poder, diuturnamente, travada sob vários disfarces, rótulos, truques jornalísticos, técnicas psicológicas, inversões de culpabilidades, valendo-se das artes cênicas, da música, da imprensa escrita, falada e televisiva e, principalmente, dando cambalhotas semânticas de darem inveja aos maiores embusteiros e tergiversadores da Suprema Corte. Pode ser uma luta surda ou gritante e suja no que diz respeito a aproveitar-se das vulnerabilidades humanas, do analfabetismo político e funcional dos vulneráveis, para criar antagonismos, incentivar as lutas fratricidas, fomentar invejas, cobiças, o ódio , etc. Abs Cel Jorge Baptista Ribeiro jorjagulha@live.com

  8. Nao acho que a. morte ocorrida no supermercafo tenha a ver com racismo. Pode até ter a ver com preconceito, mas, não de raça. No mundo como um todo e não é exclusividade do Brasil, as pessoas valem pelo que têm e o fato de serem detentoras de poucos recursos as tornam vulneráveis e expostos a desconfianças e discriminações. Se quisermos mudar o mundo, esta mudança passa por todoa nós.

    • Sandra, sabe-se que o morto quando era conduzido para fora do estabelecimento deu um soco no rosto do segurança, pergunto, se fosse um branco a desferir o soco, o segurança não reagiria? Agradeceria? Na minha opinião a reação foi, apesar de violenta e desproporcional, causada pela agressão inicial da vítima e não pela cor, com quer a GLOBOLIXO.

    • Senhora, a ficha policial deste homem assassinado é a pior possivel, dá duas paginas bem diversificadas do que ele fez a vida toda. Soube que ela era contumaz cliente do estabelecimento e sempre aprontava, era mal visto porque sempre criava caso. O mal dos seguranças nao foi te-lo imobilizado e entregar o marginal pra policia simples assim. Agora vamos ter que aguentar uma midia podre da esquerda e de esquerdistas afirmando … que se trata de racismo!! Sabe-se la por quanto tempo teremos que ouvir este triste e mentiroso discurso! A nossa Justiça tb é culpada, esse sujeito deveria estar tancafiado em uma cela de cadeia…estaria vivo se ela funcionasse e fosse eficiente e justa.

  9. Prezado Dr Luna Freire
    A nossa imprensa tendenciosa faz parte do Movimento Comunista Nacional que por sua vez é parte do Movimento Comunista Internacional é integrado por muitas organizações Criptocomunistas – DE FACHADA OU ORGANIZAÇÔES DE FRENTE. no mundo inteiro.
    Por sua vez Movimento Comunista Brasileiro , além dos Partidos Comunistas é integrado por muitas organizações criadas com denominações estabelecidas para parecerem como classistas. ou de serviços sociais, etc Por exemplo a OAB, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a Associação dos Juízes Democratas, com sede em Brasília etc. A Europa está cheia dessas Organizações, da mesma forma que nos Estados Unidos da América, A ONU também entra nessa corriola. Se aqui e agora fosse listar todas as CRIPTO que conheço no Brasil e mundo afora , levaria muito tempo de sono perdido e minha Pineal já está me avisando que está na hora de
    dormir!! São duas horas da matina. Boa noite!, Estou indo para meu berço esplêndido.. Abs Cel Jorge –

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *