CARTA PELA DEMOCRACIA

Por Humberto de Luna Freire Filho

Ontem finalmente foi lida na faculdade de direito da USP por três juristas a Carta pela democracia. Ontem o dia em São Paulo estava bastante frio e eu, sem compromissos profissionais durante esse dia, resolvi ficar em casa e me dedicar à leitura da mesma, ler e me deliciar com os discursos recheados de hipocrisias e mentiras temperadas com a inequívoca ignorância de muitos, por conta do que está realmente está acontecendo no país. Tudo mais ou menos com eu já imaginava.

Vou reproduzir algumas: “Precisamos defender a democracia que conhecemos e aprimorar seus mecanismos. Só se sente falta de algo e alguém quem já perdeu algo e alguém. Nós não queremos sentir saudade da nossa democracia. E por isso não podemos sequer flertar com a sua ausência”  – Presidente da OAB-SP. Essa precisa ser lida no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mais um: “Nós, da USP, perdemos vidas preciosas durante um período de exceção, e as cicatrizes ainda são visíveis; vidas que foram ceifadas pela repressão ou livre pensamento. Nesse período, perdemos 47 pessoas que eram parte de nossa comunidade. Nós não esquecemos e não esqueceremos. Aqueles que rejeitam e agridem a democracia não protegem o saber, a ciência, o pensamento e não amam a universidade.” – Reitor da USP. Esse esqueceu que tem deputado cassado, outro preso, e jornalista  exilado, além de inquéritos do “OUTRO MUNDO” rolando no STF.

Outro: “Não podemos admitir que um presidente da República não respeite a Constituição que ele jurou respeitar, não é um ato simbólico, é um ato concreto em defesa da democracia”. Presidente da Força Sindical. Esse precisa saber que a figura do gigolô dos trabalhadores acabou com a extinção do imposto sindical e está na hora de ele começar a trabalhar pelo bem da democracia.

Finalizando: “Hoje é um outro momento grandioso, eu diria que inédito, porque capital e trabalho se juntam em defesa da democracia.” – Ex ministro da justiça do governo Fernando Henrique Cardoso. Esse deveria ter acrescentado em seu discurso o lançamento de uma nova marca de papel higiênico no mercado por conta da união entre capital e trabalho.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

 

Facebookmail

O BRASIL DO STF DO TSE E DA PODRE IMPRENSA

Por Humberto de Luna Freire Filho

Como é do conhecimento de todo cidadão minimamente esclarecido, o Brasil hoje está dominado por um sujo consórcio formado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e por uma podre imprensa liderada por uma lixeira chamada rede globo, que junto a outros meios de comunicação financiados por corruptos e por quadrilhas de traficantes estão a serviço de uma podre esquerda tentando destabilizar um governo, que vem lentamente conseguindo equilibrar as finanças do país apesar da pandemia, de lockdown político e ultimamente uma crise internacional em consequência da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

No Brasil de hoje, o Supremo Tribunal Federal (STF) é composto por deputados que, sem voto popular, resolveram por conta própria “parlarem”. Tem até um com dupla função, é também xerife com poderes para condenar, prender e até cassar deputado democraticamente eleito. Afinal aprendam – “DEPUTADO NÃO É PARA PARLAR”. Fatos esses que vem acontecendo exclusivamente por conta da covardia de um castrado que preside o congresso e tem o rabo preso com a quadrilha da dita suprema corte.

No Brasil de hoje, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não passa de partido político com candidato previamente definido, trata-se de Luiz Inácio Lula da Silva, um elemento sem caráter, um ladrão dos cofres públicos, condenado a 20 anos de prisão por 13 juízes e desembargadores em três instâncias do poder judiciário, mas que ganhou a “saidinha eleitoral”, o que no entendimento de Edison Fachin significa que “PRESIDIÁRIO É PARA PRESIDIR”.

No Brasil de hoje, a podre imprensa não passa de  porta voz de uma esquerda repleta de empresários, deputados e  magistrados corruptos, que por mais de 14 anos aparelharam o Estado brasileiro, transformando a maioria das nossas instituições em antros de gigolôs dos cofres públicos e que hoje fazem de tudo para recuperar as tetas perdidas. Vamos cair na real, não dá mais para ouvir discursos de PT.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail

SEGUNDA EDIÇÃO DO ACREDITE SE QUISER!!!

Por Humberto de Luna Freire Filho

A ministra Cármen Lúcia, do STF, deu sete dias para Jair  Messias Bolsonaro explicar a alteração do local do desfile cívico-militar do 7 de Setembro e das comemorações do bicentenário da Independência no Rio. Pois é, a ministra é a relatora da ação em que a Rede Sustentabilidade, um partideco que faz parte da podre esquerda nacional e que tem dois deputados e 0,0000001% de votos do eleitorado nacional.

Essa gigantesca legenda argumenta que a realização do desfile na avenida Atlântica, em Copacabana, e não na avenida Presidente Vargas, no centro da cidade, anunciada pelo presidente da República tem motivação político-eleitoral. Pergunto: desde quando o Supremo Tribunal Federal (STF) virou um  boteco “consultivo jurídico” e passou a atender consultas de interesses puramente políticos e ideológicos?

ESQUECEU DE REQUERER  A  APOSENTADORIA
CÁRMEN LÚCIA
IMAGEM: Nelson Jr./SCO/STF

Mais, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante palestra no 17º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, promovido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, na Fundação Armando Alvares Penteado, na capital paulista, ocorrido no último dia 05/08/2022, declarou que o dia 7 de Setembro pode mostrar o tamanho do fascismo e do sentimento antidemocrático no Brasil. Pergunto: qual o motivo para que o dia da independência do país se tornasse motivo de terror para muitos dos membros do STF?

Seria o  reflexo da vontade popular constatada no último ano? Ou falta de felicidade reinante na pocilga STF. Há dois dias perdemos um brasileiro que realmente amava o país e por pouco não teve que ouvir mais esta. Talvez se vivo, repetiria uma de suas célebres e verdadeiras frases que agora faço questão de repetir: “TORÇO PELA FELICIDADE DOS OUTROS PORQUE GENTE FELIZ NÃO ENCHE O SACO DOS OUTROS”

NO DIA 7 DE SETEMBRO NÃO SEJA FASCISTA – FIQUE EM CASA !!!
O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante palestra no 17º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, promovido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, na Fundação Armando Alvares Penteado, na capital paulista - 05/08/2022 | Foto: André Ribeiro/Estadão Conteúdo
IMAGEM: Foto André Ribeiro/Estadão Conteúdo

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

ACREDITE SE QUISER!!!

Por Humberto de Luna Freire Filho

Hoje quero apenas dar um giro rápido pelas imorais atitudes e pronunciamentos de políticos de caráter duvidoso que compõem a  podre esquerda  nacional nas três áreas do poder Judiciário, Legislativo e Executivo, e que contam com o apoio da atual mal cheirosa imprensa nacional.

Começo com as declarações do candidato à vice presidência, Geraldo Alckmin, na chapa do ladrão de nove dedos. Sim, é aquele que bem se enquadra na metafórica frase “cuspiu no prato que comeu”,  só que ele inovou, está comendo no prato que cuspiu. Pois é, o fulano falou que iria se afastar do palanque presidencial para subir no palanque governamental, ou seja fazer campanha para Haddad.

Vamos para outra.  Em seu pronunciamento na abertura das atividades do segundo semestre de 2022, Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou que, ainda no primeiro semestre, o tribunal lançou o seu “PROGRAMA DE COMBATE À DESINFORMAÇÃO”. Alguém sabe o que é combate à desinformação? Isso é um alerta aos candidatos sobre seus pronunciamentos de campanha? Não minha opinião não passa de cerceamento de pensamento e palavra.

Mais uma. Barroso declarou recentemente que é preciso separar o “BEM” do “MAL”. Será que ele aprendeu mais essa virtude transcendental  lá no centro-oeste com João de Deus, seu famoso consultor e um dedicado estuprador nas horas vagas? Um detalhe do aprendizado, ele ficou do lado do MAL ao defender com unhas e dentes o terrorista e criminoso Cesare Battisti.

Tem mais. Rodrigo Pacheco, sim aquele covarde que fica de quatro para os políticos do STF, em discurso hoje na reabertura do congresso, após o recesso, declarou que as urnas são um “ORGULHO NACIONAL”. Sem dúvidas que os símbolos nacionais estão mudando. Há poucos dias, uma atleta do vôlei foi proibida de, após uma vitoria, subir ao pódio com a bandeira nacional. Pergunto para o PACHEQUIN, subir com uma urna eleitoral pode?

E para encerrar, saio do Judiciário e do Legislativo e dou uma passada pela Procuradoria Geral da República (PGR). É que a sub-procuradora, em despacho, pede que o Supremo Tribunal Federal (STF) mantenha as multas impostas por Alexandre Morais contra o advogado do deputado Daniel Silveira por abuso no direito de recorrer, salvo engano, ele recorreu quatro vezes. Pergunto, e o que aconteceu com o advogado do ladrão de nove dedos que recorreu de mais de 400 decisões em várias instâncias? Vou contar o que aconteceu, NADA. O advogado em pronunciamento ainda provocou lágrimas em Gilmar Mendes. Pobre Brasil !!!

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail

O PAVÃO DE TATUÍ RESSURGIU DAS TREVAS

Por Humberto de Luna Freire Filho

Para quem não lembra o “PAVÃO DE TATUÍ” eu vou relembrar; é aquele ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), chamado Celso de Melo, que deixou a corte e deu lugar ao atual ministro Kassio Nunes Marques, indicado por Jair Bolsonaro. Pois é, ele reapareceu com um discurso histriônico que bem caracteriza sua mediocridade já bastante conhecida nos tempos de sua atuação no plenário da nossa dita suprema corte. Um verdadeiro tipinho borderline, característica de pessoas intensas e instáveis na vivência cotidiana de suas emoções. Apresentam violações de limites em suas relações interpessoais e em vários aspectos da vida.

Não sou Psiquiatra, sou Neurologista e Neurocirurgião, mas classifico assim esse elemento que acaba de declarar que o atual presidente da República tem aversão à Democracia e não está  à altura do cargo que ocupa. Na verdade quem tem aversão à Democracia é a quadrilha do STF, que a todo momento rasga a Constituição e limpa a bunda com suas folhas, coisa que ele não vê, ou faz questão de não ver. Mas tudo isso pode parecer também um quadro de demência senil, que aliás eu me proponho a tratar sem nenhum custo financeiro, simplesmente por uma questa de humanidade para que  ele não caia no ridículo.

Como se as declarações não bastassem, o PAVÂO ainda assinou um manifesto de grupo de empresários, artistas, acadêmicos, em defesa da democracia e do processo eleitoral. A mensagem com três mil nomes foi apresentada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, entidade que não passa de um antro da podre esquerda nacional. O manifesto, que Bosonaro muito bem classificou de uma “cartinha”, será lido no dia 11 de agosto, no pátio da faculdade e sem dúvidas deverá contar com a presença da turma do “FUMACÊ” e ao som da Internacional Socialista.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

NOVO “FIQUE EM CASA” ENTRA EM VIGOR NO RIO DE JANEIRO

Por Humberto de Luna Freire Filho

Como é do conhecimento de todos,  em 2019 a China deu um presente ao mundo, o que causou, especificamente no Brasil 700 mil mortos, a maioria por ação direta de um vírus, que até hoje não se chegou a uma conclusão se foi geração espontânea, mutação de outro já existente ou experiência laboratorial. Um outro imenso número de mortos foi causado pela podridão da politica adotada por governadores e prefeitos corruptos e ladrões, que com o apoio do Supremo Tribunal Federal (STF) roubaram o dinheiro repassado pelo governo federal para minorar os males da pandemia e criaram um “INÚTIL FIQUE EM CASA”.

Praticamente dois anos já se passaram do INÚTIL fique em casa, mas agora ele volta no Rio de Janeiro e desta vez com uma razão indiscutivelmente ÚTIL. Vou explicar o motivo e o porquê. Explico O MOTIVO: no dia 5 de Junho de 2020 foi concedida uma Liminar (concessão de pedido e da ação conhecida como ADPF 635). Essa Liminar atende pedido de partido político dessa esquerda podre, que na ocasião estava representada pelo Partido Socialista  Brasileiro (PSB), defensoria Publica Estadual e por movimentos sociais ligados às favelas e financiados por traficantes. Essa liminar foi concedida por nada mais nada menos que Edson Fachin, ministro do STF, e que nas horas vagas também é Secretário de Segurança.

Mas o que determina essa Liminar? Determina que a Polícia Militar (PM) não poderá subir aos morros para apreensão de armas e de drogas. Impede inclusive o sobrevoo de helicópteros. O resultado de tudo isso está hoje, dois anos depois, bem à vista de todos. O tráfico hoje tem armamentos modernos capazes de fazer inveja ao Exército brasileiro e um efetivo superior ao da Policia Militar do RJ, graças à maciça  migração de bandidos de outros estados, que no Rio de Janeiro se sentem seguros sob as asas do ministro Fachin.

Explico O PORQUÊ do “ÚTIL FIQUE EM CASA”: a cidade do Rio de Janeiro está tomada por bandidos que antes só atuavam nos morros, hoje estão nas ruas de Copacabana, do Leme, do Leblon, de Ipanema, da Barra, trocando tiros com a polícia ou até mesmo com quadrilhas rivais, e você saindo às ruas poderá receber não um provável vírus mas uma bala. Veja o exemplo do ministro pai do novo e útil “fique em casa”. Ele só sai às ruas em carro blindado e seguido por outro veículo com seguranças armados.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail

ATÉ ONDE VAMOS CHEGAR?

Por Humberto de Luna Freire Filho

ESSA NÃO PODE!!!
Curiosidades que talvez você não conheça sobre a bandeira do Brasil
IMAGEM: JC Oline – UOL

ESSA PODE!!!Cresce o número de decepcionados com o Partido dos Trabalhadores - Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
IMAGEM: Instituto Plínio Corrêa de Oliveira

Muita atenção cidadão brasileiro; se apos o dia 16 de Agosto, data que oficialmente inicia-se a campanha eleitoral você sair as ruas com a bandeira nacional poderá pagar multa e quem sabe, até lhe mandem prender. É verdade, foi o que determinou uma “excelentíssima excrescência” que ocupa o cargo de juíza da 141ª Zona Eleitoral em Santo Antonio das Missões e Garruchos, no Rio Grande do Sul. Para o conhecimento de todos a excrescência se chama Ana Lucia Todeschine Martinez.

A essa altura eu posso acreditar que a juíza sofreu uma obstrução intestinal e tudo não passou de um refluxo que levou a uma evacuação compensatória pela boca. Espero que essa mulher se recupere prontamente antes que ela proíba o brasileiro de cantar o hino nacional e nos obrigue a sair às ruas com a bandeira vermelha da foice do martelo a da estrela do PT, além de termos que cantar o hino da internacional socialista.

A nossa justiça está totalmente desmoralizada e como se não bastasse o Supremo Tribunal Federal (STF), temos também o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ambas as instituições  hoje, compostas em boa parte por advogados de bandidos e, para fechar o firo, agora são também os juízes de instâncias inferiores fazendo política suja com a finalidade de juntos elegerem para presidente da República um ladrão condenado em  todas as instâncias a 13 anos de cadeia mas que  foi  retirado vergonhosamente do presídio pela porta dos fundos por determinação de um ministro da dita suprema corte.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

A QUADRILHA DO STF ESTÁ CHAMANDO A SOCIEDADE DE IDIOTA

Por Humberto de Luna Freire Filho

Sou um cidadão brasileiro minimamente informado e não consigo mais ver e ouvir essa quadrilha que tomou conta do que era e deveria continuar sendo a nossa Suprema Corte. O desrespeito à nossa Constituição e ao cidadão é flagrante por essa quadrilha escolhida a dedo por políticos corruptos, e que hoje não passa de advogados de bandidos a ponto de transformar um elemento sem caráter, chefe de quadrilha, que destruiu o país, condenado a mais de vinte anos de prisão em três instâncias, em candidato à presidência da República.

O que podemos esperar de bom vindo de um Alexandre de Moraes? Desse já vimos que nada, mostrou ser uma figura que se faz de vítima quando é de seu interesse ou de grupos políticos de esquerda. Sua podre conduta já se tornou bastante conhecida; acusa, julga o acusado e dá a sentença, um verdadeiro xerife. Exemplos não faltam; o jornalista Oswaldo Eustáquio, o  jornalista Alan dos Santos, e o deputado Daniel Silveira, são suas vítimas até o momento, se a sociedade não tomar uma atitude mais incisiva veremos muito mais.

O que podemos esperar de um Luís Roberto Barroso? Esse togado é encarregado de falar mal do atual governo não só no Brasil como no exterior. Especialista em denegrir a imagem do país. A sua  mais recente falta de cidadania e por que não dizer de moral, aconteceu no Reino Unido. Esse elemento está mancomunado com grupos econômicos que tiveram seus interesses contrariados por um governo, que tenta moralizar o pais após 20 anos de intensa corrupção e roubalheira do dinheiro público.

O que podemos esperar de um Luiz Edson Fachin? Esse é o padrinho dos traficantes que atuam nos morros cariocas. Determinou que a polícia não pode atuar na área nem fazer sobrevoo de helicópteros para não incomodar os afilhados. A última desse gênio foi publicada ontem, ele defende o desarmamento. Acredito que ele tenha ouvido o discurso de seu  pupilo de nove dedos que disse o seguinte: em meu governo trocarei arma por livros. Faço uma sugestão aos dois; subam os morros do Rio de Janeiro, cada um, sempre com um livro debaixo do braço, e de lá desçam, cada um, sempre com uma metralhadora debaixo do braço. Não é uma boa ideia?

Fiz questão de mencionar esse três elementos porque eles foram protagonistas de toda a insegurança que gira na população em torno das eleições de dois de Outubro. Não restam dúvidas que, contribuindo para essa insegurança, também atua essa podre imprensa ressentida por ter perdido as tetas do governo, onde mamavam dos cofres públicos bilhões de reais em publicidade oficial superfaturada. Basta ver o exemplo da Globolixo, que é junto com outros patrocinadores de um evento internacional o “Brazil Conference”, onde serão discutidos os rumos da economia no “novo governo”. Sinceramente eu gostaria de saber o que significa novo governo

O Brazil Conference deverá ocorrer nos dias 14 e 15 de Novembro no Harvard Club, na cidade de Nova York e dela participarão ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), entre eles, Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux, Carmen Lúcia. Esses falarão no dia 14 sobre o Brasil que respeita a liberdade e a democracia. Dá para sentir quanta imoralidade e hipocrisia dessa turma que limpa a bunda com as páginas da Constituição?  No dia 15 é a vez da quadrilha que comandou os desmandos econômicos e a roubalheira nos anos de governo do Partido dos Trabalhadores (PT). Esses sem a menor dúvida vão denegrir a imagem do Brasil, isso é exatamente o que sabem fazer.

Agora ficam as seguintes perguntas para os que lerem o que foi dito: isso é conduta de  ministros de uma suprema corte dizer o que a população pode ou não fazer, pensar ou falar? Querer empurrar de goela abaixo na população que urna eletrônica na mão de meia dúzia é segura?  Estabelecer normas para as ações policiais? Ir ao exterior fazer críticas ao país cometendo interferência em outro poder, o poder Executivo? Ainda resta alguma dúvida que o Supremo Tribunal Federal tornou-se um sujo partido político composto por advogado de bandidos ricos, de advogado de traficantes, de vendedor de Habeas Corpus? Que estamos nas mãos de bandidos?

Em vista de tudo o que está acontecendo não precisa ser radical ou belicista para esperar e até desejar uma ação moralizadora das forças armadas, que tem por obrigação e dever zelar e garantir a Constituição, principalmente em um momento que a mesma está sendo desmoralizada pela instância máxima do poder Judiciário. O STF com essa composição precisa ser fechado e dedetizado, e que em seguida seja reaberto e integrado por juízes e não por advogados de quadrilhas.

Uma  Suprema Corte precisa ser respeitada porque se faz necessária em qualquer democracia. Essa turma que está ai não merece o menor respeito. A sociedade cansou de ser tratada como idiota e vale lembrar que um deles nos classificou de imbecis por usar a Internet. Senhores urubus, acordamos, sabemos escalar muito bem esse time, antes só o time da seleção. Respeitem a Constituição, respeitem a sociedade, vocês não foram eleitos para nada, nunca receberam um voto popular, foram colocados nos cargos muitas vezes por presidente corruptos, ladrões e até presidiário. CHEGA!!!

Sou brasileiro, sempre gostei e torci pelo meu país e quero continuar torcendo, porém jamais vou admitir ser tutelado por quadrilhas seja de qualquer ideologia política, seja extrema esquerda ou extrema direita e muito menos por quadrilhas ligadas ao que há de mais podre na face da terra, fruto de uma esquerda podre que tenta tomar conta do país financiada por banqueiros corruptos, empresários corruptos e até narcotraficantes, segundo publicação recente de uma delação premiada de Marcos Valério.

Para ameaçar ou pelo menos para amedrontar a população menos esclarecida ainda existe a  contribuição de uma imprensa apodrecida sob o comando da Globolixo que só publica o que interessa aos grupos. Isso não é jornalismo isso é fator de desmoralização não só da mídia com também de jornalistas que são ameaçados de perder o emprego se não seguir o podre ritual determinados por editores sem cidadania, sem escrúpulos e sem caráter.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

PACTO DE MONCLOA UM EXEMPLO PARA O BRASIL ATUAL

Por Humberto de Luna Freire Filho

O Pacto de Moncloa foi firmado em 25 de outubro 1977 no Palácio de Moncloa em Madri, capital da  Espanha, depois de 35 anos de ditadura do General Francisco Franco. O Pacto foi assinado pelo presidente Adolfo Soárez e representantes de todos os partidos com a participação do Congresso, de sindicatos e outros setores que selaram o acordo  para combater a crise econômica.

Muitas nações tomam o Pacto de Moncloa como modelo para a solução de crises graves, não só econômica, também social como a que o Brasil hoje atravessa. Por que não seguirmos o exemplo? É verdade que não tivemos aqui 35 anos de ditadura de um General Francisco Franco, mas tivemos os últimos 30 anos de desgoverno, coisas piores comandadas por quadrilhas de esquerda e os últimos 14 anos sob o comando do maior ladrão que já surgiu na face da terra.

É verdade que um pacto com essas dimensões hoje seria praticamente impossível de ser realizado no Brasil com um Congresso apodrecido, onde a maioria de seus integrantes são corruptos ou estão ligados à quadrilha, que nos últimos 14 anos nada fez além de aparelhar o Estado, de sindicatos formados por gigolôs do trabalhador através do imoral Imposto Sindical, e de uma imprensa ressentida por ter perdido os 16 bilhões dados por governos petistas para publicidade oficial superfaturada.

Mas não podemos esquecer que nos próximos três meses teremos eleições para presidente da República, Congresso e governadores, o que não deixa de ser uma grande oportunidade de elegermos um presidente que não seja ladrão, que não faça parte de organizações criminosas, que não distribua nossos impostos com ditadura mundo afora. Outra grande oportunidade é de iniciarmos a extremamente necessária dedetização do Congresso. Penso que assim no próximo anos poderemos assinar o “Pacto do Planalto”.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Facebookmail

SINTO PELA IMPRENSA SÉRIA QUE PRECISA PUBLICAR PODRIDÃO

Humberto de Luna Freire Filho

Gente, atingimos um nível político praticado por essa esquerda podre, comandada por um bandido ex-presidiário chamado Luiz Inácio Lula da Silva, que chega a provocar náuseas em qualquer cidadão minimamente informado. Realmente está difícil ver o focinho desse elemento e, pior ainda, ouvir a sua voz que segundo ele em declaração não muito distante, está aprendendo com o diabo em constantes diálogos com o qual, tem mantido. Não podemos deixar de fora também as sujas negociatas entre o Legislativo, na pessoa do castrado Rodrigo Pacheco, e o presidente do consórcio STF que se reúnem para cafezinho da manhã.

Tenho evitado ao máximo ouvir ou ver noticiário, mas por força do hábito, ontem, tive o desprazer de acessar uma emissora que apesar de manter um viés ideológico neutro, mas pela obrigação de informar, estava exibido um vídeo onde o bandido ao lado de Geraldo Alckmin, sim aquele que resolveu de repente voltar ao local do crime, vomitava para todos os presentes a mesma cantilena de sempre, e só inovou quando disse que após 76 anos ouviu pela primeira vez a palavra motociata e que Bolsonaro deveria era manter contato com a população.

Peganho um gancho no que disse essa besta, quero dizer também que com 74 anos eu nunca tinha ouvido a palavra PETROLÃO e dizer que ele deveria manter contato com a população. Não sei o que ainda vamos ouvir desse indivíduo, um ladrão que comandou a maior organização criminosa já surgida no Brasil, e quem sabe no mundo, pelos valores do roubo e que hoje é candidato à presidência do país, após sair da cadeia por um buraco feito na parede dos fundos da cela pelos digníssimos advogados e pedreiros que ocupam o prédio onde funcionava a nossa outrora respeitada Suprema Corte do país, e que hoje não passa de uma pocilga.

Humberto de Luna Freire Filho, médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Facebookmail